10% de desconto

O Fantasma de Canterville e outros contos

Livro de Bolso

de Oscar Wilde

Livro eBook
editor: BIS, setembro de 2013
O Fantasma dos Canterville é uma história divertida onde o grande escritor de língua inglesa parodia as velhas lendas de fantasmas ao mesmo tempo que leva o leitor a refletir sobre questões tão sérias como o bem, o mal, o amor, a morte e as relações entre pessoas de diferentes culturas, ou, no caso do próprio Fantasma, de diferentes mundos.
Notavelmente traduzido por Jorge Silva Melo, neste livro estão incluídos os contos O Pescador e a Sua Alma, O Dia de Anos da Infanta, A Esfinge sem Segredo e O Crime de Lorde Arthur Saville.

O Fantasma de Canterville e outros contos

Livro de Bolso

de Oscar Wilde

Propriedade Descrição
ISBN: 9789896603021
Editor: BIS
Data de Lançamento: setembro de 2013
Idioma: Português
Dimensões: 123 x 189 x 9 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 192
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Contos
EAN: 9789896603021
e e e e e

Uma leitura deliciosa

Helena C Silva

À semelhança de outros contos de Oscar Wilde, esta pequena obra leva-nos numa leitura deliciosa. Leve, com um ligeiro sentido de humor e uma escrita extremamente agradável e envolvente. Li em viagem. Por ser um livro de bolso, composto por pequenos contos, é o ideal para levar na mala e ir lendo nos tempos livres.

e e e e e

Boa organização

RO

O livro é uma compilação de contos do grande Oscar Wilde e, por isso, deve estar presente em qualquer biblioteca - é sempre um grande prazer ler este admirável escritor e este livro torna essa experiência acessível, sobretudo pelo preço. Recomendo vivamente esta pequena coleção de contos de um escritor de admirável qualidade.

e e e e E

Cativante

Joana

Foi o primeiro livro que li do Oscar Wilde e certamente não será o último. Um livro com contos pequeninos mas maravilhosos, com uma leitura fácil. O desenrolar dos contos não é de todo o que estamos à espera. Recomendo vivamente este livro.

e e e e e

Wilde forever

Maria D.

Sem desilusões, aguçado e impressivo. Estilo inconfundível, sempre visceralmente exposto.

Oscar Wilde

Oscar Wilde (Dublin, 1854-Paris, 1900) foi talvez o mais importante dramaturgo da época vitoriana. Criador do movimento dândi, que defendia o belo e o culto da beleza como um antídoto para os horrores da época industrial, Wilde publicou a sua primeira obra, um livro de poemas, em 1881, a que se seguiram duas peças de teatro, no ano seguinte. Em 1884, casou com Constance Lloyd, e a partir de 1887 iniciou uma fase de produção literária intensa, em que escreveu diversos contos, peças de teatro, como O Leque de Lady Windemere, Um Marido Ideal e A Importância de se Chamar Ernesto, e um único romance, O Retrato de Dorian Gray, considerado por muitos como a sua obra mais bem conseguida. Mordaz e irónico, Oscar Wilde alcançou enorme sucesso com as suas comédias de salão. Porém, em 1865, foi atingido pela adversidade: acusado de homossexualidade, foi violentamente atacado pela imprensa, tendo caído em desgraça. O processo judicial em que se viu envolvido levou-o à prisão, ao ser condenado a dois anos de trabalhos forçados. Cumprida a pena, abandonou definitivamente Inglaterra e fixou-se em Paris, onde viria a morrer em 1900.

(ver mais)
O Gigante Egoísta e O Príncipe Feliz

O Gigante Egoísta e O Príncipe Feliz

10%
Porto Editora
8,85€ 10% CARTÃO
O Fantasma de Canterville

O Fantasma de Canterville

10%
Porto Editora
9,99€ 10% CARTÃO