100%
editor: Oxalá Editora, março de 2018
DEVOLVEMOS 100% NA COMPRA DESTE ARTIGO - SAIBA MAIS i
O livro Contos da Emigração - Homens que Sofrem de Sonhos, um título bonito e romântico, apresenta um conjunto de dez histórias ficcionadas sobre uma realidade muito poderosa, que é a emigração portuguesa, que é vasta e está espalhada por todos os continentes. Nos contos, bem escritos e bastante expressivos, os portugueses estão representados na sua complexidade social, psicológica, económica e cultural, que caracteriza a vida daqueles que um dia se sentiram impelidos a deixar o país, para procurarem noutras paragens as oportunidades que não encontravam em Portugal, para terem mais horizontes para si e para os seus.

Mesmo que também haja quem partiu levado pela aventura e pela curiosidade de conhecer o mundo, algo igualmente familiar aos portugueses a colectânea inicia-se com um conto de Ana Cristina Silva (Prémio Fernando Namora) que relata a passagem a salto para terras de França nos anos sessenta, cujo título é exactamente a salto. Também as aventuras e tragédias da viagem de um emigrante até ao país de acolhimento servem de cenário ao extraordinário conto de José Rodrigues Migues, O Viajante Clandestino.

Os contos de Cristina Torrão e Isabel Mateus - respectivamente, Vidas Adiadas e o Apelo do Vale - centram-se nos dramas da emigração dos anos sessenta, nas horas excessivas de trabalho dos emigrantes, no desencontro com os filhos que não são criados pelos pais porque ficaram em Portugal e no desencontro com o próprio Portugal, quando passados anos, demasiados anos depois, regressam ao seu país.

Nuno Gomes Garcia (semifinalista do prémio Leya), no conto O Sobrinho, coloca os dramas da emigração dos anos setenta e da emigração recente num país de cenouras para onde emigram as cebolas. Esse registo metaforizado permite-lhe a abordar a exploração dos emigrantes mais antigos e dos recém-chegados e a discriminação e violência em relação aos emigrantes.

O conto de Rita Uva, Partida Largada, Fugida, centra-se igualmente na emigração recente de jovens quadros por causa da crise, o primeiro impacto da vida na Alemanha e a sua inevitável adaptação.

Gabriela Ruivo Trindade (Prémio Leya), Miguel Szymanski e Luísa Coelho partilham nos seus contos o tema da interculturalidade e da questão das origens culturais. Cab Driver de Gabriela Ruivo Trindade relata-nos as aventuras e percepções de um taxista português emigrado em Londres em relação a clientes de diferentes culturas. A minha Bicicleta Verde é um conto autobiográfico sobre as origens portuguesas e alemãs do autor.

Luísa Coelho, por seu lado, no conto Uma História Verdadeira, explora o cruzamento de culturas europeias na origem de uma personagem africana.

Por último, a colectânea contém ainda um conto do nosso grande Eça de Queirós, - Um Poeta Lírico - que nos conta a história de um poeta grego, nas andanças do narrador pela Inglaterra.

Contos da Emigração

Homens que Sofrem de Sonhos

de Ana Cristina Silva, Luísa Coelho, Rita Sousa Uva, Cristina Torrão, Eça de Queiroz, José Rodrigues Miguéis, Nuno Gomes Garcia, Isabel Mateus, Gabriela Ruivo Trindade e Miguel Szymanski

Propriedade Descrição
ISBN: 9783946277118
Editor: Oxalá Editora
Data de Lançamento: março de 2018
Idioma: Português
Dimensões: 155 x 220 x 8 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 128
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Contos
EAN: 9783946277118
Zalatune

Zalatune

Manuscrito Editora
15,90€
portes grátis
O Soldado Sabino

O Soldado Sabino

10%
Visgarolho Editora
14,31€ 15,90€
O Homem Mais Feliz de África

O Homem Mais Feliz de África

10%
Bertrand Editora
16,92€ 18,80€
portes grátis
Ouro, Prata e Silva

Ouro, Prata e Silva

Suma de Letras
16,50€
portes grátis