10% de desconto

A Metamorfose

Livro de Bolso

de Franz Kafka; Tradução: João Crisóstomo Gasco

Livro eBook
editor: BIS, setembro de 2013
RECOMENDADO PELO PLANO NACIONAL DE LEITURA i
«Certa manhã, ao acordar após sonhos agitados, Gregor Samsa viu-se na sua cama, metamorfoseado num monstruoso insecto.»
É assim que começa A Metamorfose, uma das mais emblemáticas obras de Franz Kafka. Nesta narrativa, o autor recorre à terrível metamorfose física e ao desespero da personagem para abordar os temas transversais a toda a sua obra: o comportamento humano, a impotência perante o absurdo e a frustração provocada por uma sociedade opressora e burocrática.

A Metamorfose

Livro de Bolso

de Franz Kafka; Tradução: João Crisóstomo Gasco

Propriedade Descrição
ISBN: 9789896603069
Editor: BIS
Data de Lançamento: setembro de 2013
Idioma: Português
Dimensões: 125 x 190 x 4 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 96
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Romance
EAN: 9789896603069
e e e e e

Um livro necessário

Rui P.

Podemos todos ter ideia de que conhecemos a história. Não conhecemos. É preciso ler para entender o que ali se quer dar a conhecer. E é uma boa leitura. Recomendo. Até porque este e-book é um achado na relação preço qualidade.

e e e E E

Intrigante

Susana Sousa

Admito que isto foi uma leitura obrigatória para uma cadeira da licenciatura, mas se me arrependo de ter lido? Não! Se agradeço terem colocado este livro no meu caminho? Sim! De início fiquei um pouco confusa, pois, a narrativa começa de forma muito abrupta, mas percebo a intenção do autor, ou pelo menos que acho que foi nós leitores termos a reação da personagem que do nada está numa realidade completamente diferente. Todo este livro constitui uma critica social ao trabalho extremo que o próprio Franz Kafka foi exposto para ajudar a sustentar a família. Houve momentos do livro que me comoveram, e me deixaram genuinamente com pena da personagem (como a cena da maçã, quem leu sabe). É um livro que muda toda a nossa perspetiva como leitores, mas que aconselho a ser lido acompanhando um pouco a biografia do autor. Ps. Franz Kafka pediu para que esta obra nunca tivesse nenhum tipo de inseto representado na capa para não limitar a visão do leitor, coisa claramente não cumprida nesta edição.

e e e e E

4.5/5

CC

Este livro fez-me sentir triste a um ponto de me custar continuar a ler… É mesmo uma daquelas obras que cada um vai sentir de uma maneira diferente.

e e e e e

A Metamorfose

Ângela F.

A Metamorfose é um curto livro com uma mensagem muito simples e clara: Se não te encaixas no sistema, ficas para trás no esquecimento, mesmo no daqueles que mais amas. Um final perfeito, que me deixou deveras chateada, por ser a mais simples realidade do mundo em que vivemos. Adorei!

e e e e e

Leitura inquietante

Carla Félix

Este livro é inquietante do início ao fim. Faz-nos pensar sobre alguns dos mais graves defeitos da sociedade. É um livro urgente e aflitivo, faz-nos estar constantemente à espera que algo aconteça. Aconselho vivamente a leitura e a sua reflexão.

e e e E E

Fácil de ler

Jéssica

Livro bastante curto e fácil de ler. Foi o meu primeiro livro do autor, bastante diferente do que costumo ler. Senti durante toda a leitura que estava à espera de algo, que não chegou. Compreendo as referências ao mundo atual, mas não consegui gostar da forma como foram transmitidas. Foram ainda muitas as páginas nas quais o autor descreve algo durante demasiado tempo (a meu ver), o que acabava por me fazer sentir "cansada". Não posso dizer que tenha gostado (por uma questão de gosto pessoal), mas recomendo a sua leitura. Acredito que seja um livro que muito irão gostar

e e e E E

Introspectivo

Liliana Carvalho

Complexo e metafórico, é uma leitura para reflectir...

e e e e e

Incrivel

JAR

Um livro que vai mudar a vossa vida. Tenham isso em consideração-

e e e e E

Uma obra para reflexão!

Cláudia Janeiro

Este livro tornou-se uma obra emblemática da literatura sobre o absurdo e o comportamento humano. Mas é um livro todo ele bastante estranho. Precisamente por isso. Porque é absurdo e nada faz sentido.  Este livro começa simplesmente por um belo dia um homem acordar de um sono profundo e se ver transformado num bicho (que se crê, pela descrição, ser algo como uma barata enorme). Gregor é um homem focadíssimo no trabalho, vive para trabalhar e para sustentar a família. Vive com os pais e com a irmã, com uns dezassete anos. Ora, Gregor, dada a situação, não consegue chegar a horas ao transporte que costuma apanhar todos os dias à mesma hora para ir trabalhar e há logo alguém que vai a sua casa indagar por que razão não se apresentou ao trabalho como normalmente. E este curto livro, basicamente, descreve-nos a sensação do próprio indíviduo com a sua metamorfose e a sua frustração e capacidade de adaptação, bem como as reacções da sua família a esta situação. É todo um livro absurdo, mais uma vez, e creio que pretende fazer um estudo da condição humana e das pressões sociais, laborais e burocráticas, com base nesta grande metáfora de um ser humano de repente se tornar um bicho irreconhecível, que provoca toda uma série de reacções e sentimentos negativos nas pessoas. Não deixa de ser um livro bastante actual. Porque aborda temas como a lealdade familiar, a desumanidade, o egoísmo, a falta de agradecimento e reconhecimento profissional e familiar, a pressão de um homem ser um sustento de uma família de tal modo que isso pode levar à loucura e à metamorfose e mostra como é fácil esquecer alguém que se ama e como é fácil alguém se tornar um fardo para a família. Portanto, é um estudo interessante, uma reflexão curiosa sobre a humanidade. Percebo a referência, percebo o impacto, mas também percebo que não é propriamente o tipo de leitura que me seja prazeirosa. É algo que leio de forma mais racional, mas é um livro frio, é um livro de certo modo depressivo. Não é o tipo de livro que me desperte aquelas emoções boas numa leitura. Acho que foi um livro que li do início ao fim com a cara franzida.  Mas aprecio a capacidade de o autor ter escrito sobre algo tão complexo em tão poucas páginas, num livro que quase parece um conto breve e despretensioso. Porque é um livro pequeníssimo mas que nos faz ficar a pensar e nos faz reflectir. Nesse aspecto é brilhante, mas não lhe consigo dar as 5 estrelas, por uma questão emocional e por uma questão de gosto pessoal relativamente à leitura. De qualquer modo, é uma referência literária importante, cuja leitura recomendo.

e e e e e

Fantastica analogia!

Marco A. Costa

Realmente depois de ler se percebe como alguns livros se tornar obras classicas. Como algo tão antigo se pode tornar tão atual... Recomendo vivamente a leitura. Uma grande reflexão sobre até onde é que vai a empatia humana.

e e e e e

Bom livro

Sónia Santos

Gostei muita da história, diferente do habitual, um tipo de leitura que é muito interessante.

e e e e e

Adorei

H. Miranda

Um livro que nos faz pensar na condição humana e nas relações familiares e, de certa forma, sociais. Não consegui parar de ler.

e e e e e

Boa Leitura

Adília

Uma perspectiva de aprisionamento, que nos faz pensar sobre prioridades, e de como a sociedade pode interferir na livre tomada de decisão individual. Fez me também ver que o ser humano estando num conjunto, terá sempre de se sujeitar ao conjunto de alguma maneira, as necessidades individuais, só podem ser observadas pelo individuo, a sociedade não tem a obrigação de as detectar... Gostei do livro, é muito fácil de ler e viciante também!

e e e e e

Excelente crítica

GR

Kafka critica de tal forma que poderá passar despercebida como um conto "normal" para muitos. Recomendo.

e e e e e

As metamorfoses da sociedade

Paula Pereira

Esta obra é, talvez, a mais acessível de se ler do conjunto de Kafka. Não se deixem enganar pelo número de páginas, pois as poucas contêm uma das maiores críticas à sociedade: as metamorfoses que os indíviduos passam consoante as situações. Recomendado!

e e e e e

O começo

Hugo Kafka

Bem teria de começar Kafka por qualquer lado, através de vários sites aconselharam-me a começar por este mesmo. Que dizer? Foi o ínicio de curtas obras primas.

e e e e e

Reflexão sobre a sociedade contemporânea

Solange Ferreira

Um livro de leitura rápida e envolvente. Faz-nos refletir sobre a sociedade em que vivemos e, mais particularmente, permite-nos pensar sobre a importância que damos a determinadas coisas (por vezes insignificantes). A não perder para quem gosta de uma boa leitura!

e e e e e

A Metamorfose - Uma Leitura fantástica de um dos mais Notáveis Escritores do Séc.XX

J.Carlos Silva

Para quem goste de Franz Kafka, este livro é um a referência obrigatória. Uma viagem fantástica pelo reino do absurdo...

e e e e E

Inconfundivel Kafka.

Daniela

Bem ao estilo de Franz Kafka, no seu tom preciso e formal. Explora temas que nos transportam para os dias de hoje. Um rápida leitura, para uma profunda reflexão sobre a sociedade contemporânea.

e e e e e

A Metamorfose

Pedro M

Diferente, ousado, objectivo, perturbador e actual, bem ao estilo de Kafka. Um pequeno grande livro para ser lido e relido várias vezes. É como se Kafka nos desse um abanão, é acordar de um transe profundo e tomar consciência de que todos os conceitos e todas as certezas que temos podem ser subvertidos sem qualquer aviso ou prevenção. Excelente.

e e e e E

Curioso, boa reflexão!

David Rodrigues

É uma obra sem dúvida uma crítica à sociedade, apesar de não estar implícto. Critica os valores de uma sociedade capitalista e preconceitos da sua própria família. Aborda principalmente o drama e a condição humana (psicológica e social), neste caso do protagonista Gregor, face a uma "transformação" do seu próprio corpo físico, que o torna dum homem oprimido e excluído. A obra permanece actual, porque explora temas característicos da sociedade contemporânea, como a crise existencial, pessimismo, a solidão, impotência e a fuga.

e e E E E

Não gostei

Encurralado

Eu sou um apreciador de clássicos. No entanto, nunca tinha lido um livro do Kafka e, como todos me diziam que Kafka era um escritor brilhante e a "Metamorfose" era um livro genial, comprei-o para ler no meu novo e-reader. A verdade é que fiquei desiludido com o livro. Eu não costumo tirar muitas ilações sociais, ou políticas ou filosóficas dos livros, provavelmente porque sou intelectualmente limitado, e achei este livro entediante, sem sentido, escrito de uma forma vulgar, e até um bocado nojento. Mas os livros são como os filmes, os gostos variam, por isso não digo que não o leiam, porque há muita gente que considera o livro genial.

Franz Kafka

Franz Kafka nasceu em 1883, em Praga, no seio de uma família da pequena burguesia judia de expressão alemã. Começou a escrever os seus primeiros textos em 1904. Em 1906, terminou os seus estudos universitários, doutorando-se em Direito. Em vida, publicou apenas sete pequenos livros e alguns textos em revistas. De entre estes livrinhos e textos, destaca-se A Metamorfose, que veio a lume em 1915. Esta pequena novela viria a afirmar-se como uma das suas obras de referência. A 3 de junho de 1924, não resistindo à tuberculose diagnosticada em 1917, morre em Kierling, a poucos quilómetros de Viena, deixando três romances fragmentários, que seriam publicados postumamente pelo seu amigo e testamenteiro Max Brod: O Processo (1925), O Castelo (1926) e América (1927), a que se seguiram volumes com contos, cartas e diários. A sua obra, centrada no homem solitário moderno, refém de uma vida absurda, tornar-se-ia uma das mais influentes do mundo literário do século xx.

(ver mais)
A Metamorfose

A Metamorfose

10%
Porto Editora
10,98€ 12,20€
O Processo

O Processo

10%
Livros do Brasil
16,65€ 10% CARTÃO
portes grátis