10% de desconto

Os Irmãos Karamázov

de Fiódor Dostoiévski

Livro eBook
editor: Saída de Emergência, julho de 2018
Um dos grandes romances do séc. XIX, agora apresentado numa versão condensada.

A maior obra da História.
Sigmund Freud

Os Irmãos Karamázov foi um dos últimos livros escritos por Dostoiévski e é uma das suas obras-primas. Considerado por muitos um romance filosófico, nesta apaixonante história o autor explora as questões existenciais da fé religiosa e da dúvida, do livre-arbítrio e da moralidade.

Com a família Karamázov, através dos seus dramas, mistérios e triângulos amorosos, Dostoiévski retrata a Rússia do século XIX naquela que foi a idade de ouro e um ponto de viragem trágico na cultura russa.

Os Irmãos Karamázov

de Fiódor Dostoiévski

Propriedade Descrição
ISBN: 9789897731129
Editor: Saída de Emergência
Data de Lançamento: julho de 2018
Idioma: Português
Dimensões: 160 x 233 x 48 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 768
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Romance
EAN: 9789897731129
e e e e e

Não é surpreendente vindo de Dostoiévski

A.

O que não é surpreendente vindo de Dostoiévski é este ter escrito tantos clássicos da literatura que se mantiveram relevantes ao longo do tempo. Não sei o que o meu comentário poderá acrescentar a este obra tão conhecida. Apesar de longa a leitura, é com facilidade que somos arrastados pelos dilemas das personagens e as divagações existenciais e discussões sobre a própria humanidade. Há quem não seja fã da capacidade de descrição do autor, pelo contrário é uma característica deste que aprecio muito. Os desvios da história que este faz é um paralelo perfeito das nossas próprias vidas. Termino dizendo que este é um daqueles livros que temos de ler pelo menos uma vez na vida.

e e e e E

Irmãos Karamazov

CR

Um clássico cativante, de leitura simples, com pormenores curiosos da história.

e e e e e

Fantástico

Rui Brás

Um dos melhores livros de sempre, a qualidade da escrita de Dostoievsky no seu melhor

e e e e e

Cativante

Natália

Uma histório excelente. A família Karamazov, é uma família nada comum; o pai (fiodor) é um depravado, usa a grande fortuna acumulada para fazer sua loucuras; o dinheiro é o seu Deus. Dmitri e Ivan, em linhas gerais, não fogem a herança paterna. Alexei segue uma rota contrária a sina Karamazov. Como noviço e depois como cidadão comum, ele é a semente que frutifica e dá bons frutos, tornando-se exemplo para toda uma geração de jovens.

e e e e e

Um clássico familiar

DR

Quando peguei no livro, e atendendo ao tamanho, esperava uma história grande, mas o tamanho perdeu toda a importância com o conteúdo, a beleza da história. Os diálogos, são construções, como já não se fazem na escrita de hoje, e este autor arrebatou-me completamente neste enredo familiar

e e e e e

Intrigante

André Rodrigues

Não é um livro de fácil entendimento, como alguns julgam. É livro que versa sobre as mais profundas questões existenciais humanas, atraves do prisma de dois irmãos completamente diferentes. Uma leitura obrigatória.

e e e e E

Preço razoável.

Bárbara

Um grande livro que há muito tempo tinha vontade de ler. Edição a preço razoável.

e e e e e

a busca de Dostoiévski: o homem no homem

fernanda

A Rússia, a natureza humana, a fé. Este livro é um tratado filosófico.

e e e e e

Possilvelmente o melhor romance de sempre

António Martins

Romance extraordinário! Um verdadeiro tratado sobre a História da Família Karamazov. Imperdível! Se pudesse comprar um só livro na vida, era este, sem dúvida!

e e e e e

Suberbo!

António Martins

Um dos melhores romances da História da Literatura Mundial! obrigatório! O Expoente máximo da literatura, onde se pode acompanhar a saga de uma família na Rússia dos tempos do grande Império Russo.

Fiódor Dostoiévski

Fiódor Dostoiévski ( Moscovo, 11.11.1821 - S. Petersburgo, 09.02.1881) foi um dos grandes percursores, como Emily Brontë, da mais moderna forma do romance, exemplificada em Marcel Proust, James Joyce, Virgina Woolf entre outros. Filho de um médico militar, aos 15 anos é enviado para a Escola Militar de Engenharia. de S. Petersburgo. Aí lhe desperta a vocação literária, ao entrar em contacto com outros escritores russos e com a obra de Byron, Vítor Hugo e Shakespeare. Terminado o curso de engenharia, dedica-se a fazer traduções para ganhar a vida e estreia-se em 1846 com o seu primeiro romance, Gente Pobre. Após mais umas tentavivas literárias, foi condenado à morte em 1849, por implicação numa suspeita conjura revolucionária. No entanto, a pena foi-lhe comutada para trabalhos forçados na Sibéria. Durante os seus anos de degredo teve uma vida interior de caráter místico, por ter sido forçado a conviver com a dura realidade russa, o que também o levou a familiarizar-se com as profundezas insuspeitas da alma do povo russo. Amnistiado em 1855, reassumiu a atividade literária e em 1866, com Crime e Castigo, marca a ruptura com os liberais e radicais a que tinha sido conotado. As obras de Dostoiévski atingem um relevo máximo pela análise psicológica, sobretudo das condições mórbidas, e pela completa identificação imaginativa do autor com as degradadas personagens a que deu vida, não tendo, por esse prisma, rival na literatura mundial. A exatidão e valor científico dos seus retratos é atestada pelos grandes criminalistas russos. Neste grande novelista, o desejo de sofrer traz como consequência a busca e a aceitação do castigo e a conceção da pena como redentora por meio da dor.

(ver mais)
Crime e Castigo

Crime e Castigo

10%
Editorial Presença
22,90€ 10% CARTÃO
portes grátis
White Nights

White Nights

30%
PENGUIN BOOKS LTD
2,70€ 3,86€
Guerra e Paz - Volume II de II

Guerra e Paz - Volume II de II

10%
Saída de Emergência
21,10€ 10% CARTÃO
portes grátis
Guerra e Paz

Guerra e Paz

10%
Relógio D'Água
25,01€ 10% CARTÃO
portes grátis