20% de desconto

O Príncipe do Mar

Livro de Bolso

de Adolfo Simões Muller; Ilustração: João Fazenda

editor: BIS, abril de 2010
A vida do Infante D. Henrique e o descobrimento do mundo.
RECOMENDADO PELO PLANO NACIONAL DE LEITURA i
Plano Nacional de Leitura
Livro recomendado para o 3º ciclo, destinado a leitura autónoma.

«Com os livros de Adolfo Simões Müller, eu aprendi que a nossa vida era aquilo que nós quiséssemos fazer dela. […] com O Príncipe do Mar (que têm agora nas vossa mãos), eu aprendi a ter orgulho do povo a que pertenço – que se meteu à aventura sobre águas desconhecidas, rumo a terras desconhecidas, ouvindo as vozes de então garantir que a linha do horizonte era o fim do mundo, e que para lá do fim do mundo havia só dragões. Mas o infante D. Henrique sabia que nada disso era verdade, que havia muitas terras para lá daquela linha que a nossa vista alcançava, e descobri-las foi o sonho e o trabalho de toda a sua vida.» Alice Vieira

O Príncipe do Mar

Livro de Bolso

de Adolfo Simões Muller; Ilustração: João Fazenda

Propriedade Descrição
ISBN: 9789896600433
Editor: BIS
Data de Lançamento: abril de 2010
Idioma: Português
Dimensões: 125 x 190 x 8 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 160
Tipo de produto: Livro
Coleção: BIS
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Romance
EAN: 9789896600433
e e e e e

Gostei muito

P.B.T.

Lamentavelmente nunca me tinha cruzado com este autor cujos livros, diz Alice Vieira, no prefácio, "têm atravessado gerações". A linguagem utilizada para ir contando a História e as suas estórias tornou-me interessante a ponto de ler o livro num ápice. Fica-me muita pena por não estarem reeditados outros títulos como A Pedra Mágica e a Princesinha Doente e A Lâmpada Que Não Se Apaga.

e e e e E

Mais Além!

AndreCM

Um dos livros que mais me surpreendeu pela sua qualidade. Apesar de ser breve, detalha relativamente bem os grandiosos feitos do ilustre Infante D. Henrique, sempre com promessas de ir "Mais Além! Mais Além!", sabendo que no horizonte não há dragões mas promessas de riquezas, marcando assim o início de uma das melhores eras dos portugueses, a Era dos Descobrimentos. Algo que qualquer português se deve orgulhar...

Adolfo Simões Muller

Adolfo Simões Müller (1909-1989), natural de Lisboa, foi escritor, poeta e jornalista. Trabalhou como secretário de redacção do jornal Novidades, fundou e dirigiu o jornal infantil O Papagaio e foi director do Diabrete e do gabinete de programação da Emissora Nacional, onde produziu diversos programas radiofónicos. Estreou-se na literatura com o livro de poemas Asas de Ícaro (1926) mas foi na literatura infantil que se celebrizou. Escreveu dezenas de livros infantis e juvenis onde se incluem o Meu Portugal… Meu Gigante, O Livro das Fábulas e as adaptações de Os Lusíadas, A Peregrinação e As Pupilas do Senhor Reitor. Em 1982 foi distinguido com o Grande Prémio da Literatura Infantil, da Fundação Calouste Gulbenkian, pelo conjunto da sua obra literária.

(ver mais)