O Cego de Landim

de Camilo Castelo Branco

editor: Alma Azul, dezembro de 2006
ESGOTADO OU NÃO DISPONÍVEL
VENDA O SEU LIVRO i
«…A história dos homens descomunais deve começar a escrever-se à lâmpada do seu túmulo. À luz da vida tudo são miragens nas acções dos heróis e estrabismos na contemplação dos panegristas. É tempo de bosquejar o perfil deste homem esquecido, e quem quiser que o tire a vulto em mármore mais persistente. Pretendo desmentir os aleivosos que reputam Portugal um alfobre de lírios, romancistas salobros de amorios de aldeia, porque não temos personagens bastantemente suculentos de quem se espremam romances em quatro volumes...»
Camilo Castelo Branco

O Cego de Landim

de Camilo Castelo Branco

Propriedade Descrição
ISBN: 9789728989620
Editor: Alma Azul
Data de Lançamento: dezembro de 2006
Idioma: Português
Dimensões: 115 x 169 x 6 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 56
Tipo de produto: Livro
Coleção: Literatura Portátil
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Outras Formas Literárias
EAN: 9789728989620
e e e E E

Acumular histórico

José Carlos Carvalho

Uma curiosidade de Camilo.Como li muito de C.C.B.-quase poderia confundir com outro CCB-e gosto,acumulo curriculo como leitor.É uma curiosidade acessível.Pequeno no tamanho,rápido no percurso.Qualquer obra em Camilo,por menor comparada ao resto que produziu,nunca é fraco.Nas mãos de outros seria para apresentar como farol da criatividade.Em Camilo,exige-se nunca menos que um "Amor de perdição".Viva Camilo;viva S.Miguel de Seide.Elogios a Camilo,são como os esforços de Santa Engrácia:nunca acabam,e duram sempre.

Camilo Castelo Branco

Nasceu em 1825, em Lisboa, e faleceu em 1890, em S. Miguel de Seide (Famalicão). Com uma breve passagem pelo curso de Medicina, estreia-se nas letras em 1845 e em 1851 publica o seu primeiro romance, Anátema. Em 1860, na sequência de um processo de adultério desencadeado pelo marido de Ana Plácido, com quem mantinha um relacionamento amoroso desde 1856, Camilo e Ana Plácido são presos, acabando absolvidos no ano seguinte por D. Pedro V. Entre 1862 e 1863, Camilo publica onze novelas e romances, atingindo uma notoriedade dificilmente igualável. Tornou-se o primeiro escritor profissional em Portugal, dotado de uma capacidade prodigiosa para efabular a partir da observação da sociedade, com inclinação para a intriga e análise passionais. Considerado o expoente do romantismo em Portugal, autor de obras centrais na história da literatura nacional, como Amor de Perdição, A Queda dum Anjo e Eusébio Macário, Camilo Castelo Branco, cego e impossibilitado de escrever, suicidou-se com um tiro de revólver a 1 de Junho de 1890.

(ver mais)
Amor de Perdição

Amor de Perdição

10%
Porto Editora
8,85€ 10% CARTÃO
Amor de Perdição

Amor de Perdição

10%
Porto Editora
7,75€ 10% CARTÃO
Mil Razões para Ler Um Livro - II

Mil Razões para Ler Um Livro - II

10%
Editalma
3,18€ 10% CARTÃO
A Caça na Literatura Portuguesa

A Caça na Literatura Portuguesa

10%
PM Media Corporate
25,00€ 10% CARTÃO
portes grátis