10% de desconto

A Geração da Utopia

(Pref. por Ondjaki)

de Pepetela

editor: Leya, março de 2017
A Geração da Utopia é o retrato sofrido dos angolanos que sonharam edificar a epopeia das lutas pela independência mas que logo se frustraram com a guerra civil que a sucedeu, das glórias e das sombras que marcaram esses longos anos de permanente conflito, e do descontentamento e da indiferença que insidiosamente se tornaram o estigma de tantos desses homens e mulheres que fizeram, apesar de tudo, um país novo.
«- Tenho de ir, Marta. Deves compreender o gesto do Aníbal, libertou-te porque não tem nada para te dar. Esqueces que tem uma revolução pela frente.»
Não posso dizer se há um (?) epílogo feliz, mas é um livro muito importante. Para Angola e para o mundo. E a literatura, por vezes, é o inexplicável resultado desses cruzamentos íntimos e históricos.

ONDJAKI, in Prefácio

A Geração da Utopia

(Pref. por Ondjaki)

de Pepetela

Propriedade Descrição
ISBN: 9789722060387
Editor: Leya
Data de Lançamento: março de 2017
Idioma: Português
Dimensões: 162 x 244 x 30 mm
Encadernação: Capa dura
Páginas: 384
Tipo de produto: Livro
Coleção: Livros RTP
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Romance
EAN: 9789722060387
e e e e E

Sonho

José Augusto Pinto

Excelente livro cheio de conversas que fazem vida. É a história de uma geração dividida em quatro tempos que se faz com as mãos e o coração de quem lutou por Angola, mais pela ação das palavras, pelos diálogos, que os grandes sonhos e as grandes discussões que são abordadas. Como refere o autor e bem… a pior solidão é estar numa multidão de gente com quem já não tens mais nada em comum… Refere o livro que a palavra portanto só se utiliza como conclusão de um raciocínio, refiro… portanto… que o livro é magnifico e merece ser lido e relido.

e e e e e

Eclosão e apodrecimento da esperança

AS

A obra relata o desencanto de toda uma geração idealista, que lutava pela dignidade e igualdade. Dividida em 4 partes, descreve a involução da utopia, até à exploração desenfreada por parte de antigos pseudo-idealistas de toda uma sociedade. “Quando a casca da Utopia já não servir, vão criar o capitalismo mais bárbaro que já se viu sobre a Terra...”, diz o Sábio no 3º capítulo. Por fim, só resta a Igreja da Esperança e da Alegria em Dominus, que explora não só os corpos como as mentes dos abandonados da grande ilusão de liberdade e justiça.

Pepetela

Pepetela (Artur Carlos Maurício Pestana dos Santos) nasceu em Benguela, Angola, em 1941. Frequentou o Ensino Superior em Lisboa mas acabou por licenciar-se em Sociologia, em Argel, durante o exílio. Iniciou a sua atividade literária e política na Casa dos Estudantes do Império. Como membro do MPLA, participou ativamente na governação de Angola, após o 25 de Abril.
A partir de 1984, foi professor na Universidade Agostinho Neto, em Luanda, e tem sido dirigente de associações culturais, com destaque para a União de Escritores Angolanos e a Associação Cultural Recreativa Chá de Caxinde.
A atribuição do Prémio Camões (1997) confirmou o seu lugar de destaque na literatura lusófona.

(ver mais)
Sua Excelência, de Corpo Presente

Sua Excelência, de Corpo Presente

10%
Dom Quixote
17,90€ 10% CARTÃO
portes grátis