20% de desconto

O Grande Gatsby

Livro de bolso

de F. Scott Fitzgerald; Tradução: Sandra Esteves

editor: 11 X 17, agosto de 2011
Justamente considerada uma das mais importantes obras de ficção do século XX, O Grande Gatsby é um retrato notável da era dourada do jazz em toda a sua decadência e excessos. Pelos olhos do provinciano Nick Carraway, conhecemos a história do misterioso Jay Gatsby, um milionário que subiu na vida a pulso, movido pela paixão quixotesca que nutre pela jovem Daisy, uma rica herdeira bela e frívola. A sua obsessão por ela fá-lo reinventar-se para por fim poder reclamar a sua amada, numa autêntica encarnação do sonho americano. Porém, o reencontro de ambos acaba por desencadear uma série de acontecimentos trágicos, com Gatsby a ser vítima não apenas da sua ambição, mas da insensibilidade e falta de valores que imperam na sociedade americana da época.

O Grande Gatsby

Livro de bolso

de F. Scott Fitzgerald; Tradução: Sandra Esteves

Propriedade Descrição
ISBN: 9789722523417
Editor: 11 X 17
Data de Lançamento: agosto de 2011
Idioma: Português
Dimensões: 110 x 171 x 12 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 224
Tipo de produto: Livro
Coleção: 11X17
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Romance
EAN: 9789722523417
Idade Mínima Recomendada: Não aplicável
e e e e e

Clássico a não perder!

Ana Silva

Sem dúvida um clássico interessante do início ao fim! Recomendo!

e e e e e

Um clássico

Ana Margarida Silva

Um clássico que vale a pena ler! Recomendo!

e e e e E

Clássico

João

Leitura interessante para conhecer um pouco melhor uma determinada classe da sociedade americana no pós guerra mundial e da história de um homem à procura de um amor passado

e e e e E

Leitura interessante

João

Retrato interessante de uma época e de uma classe social. É também na minha opinião uma obra que pretende apresentar diferentes formas de amar e de o demonstrar. Vale a pena conhecer.

e e e e E

Leitura interessante

João

Vale a pena conhecer esta obra. Retrato interessante de uma época e de uma classe social.

e e e e e

Um clássico!

Nádia Figueiredo

Um clássico para os amantes da literatura clássica, passado nos anos 20, onde o autor consegue bem descrever a vida desenfreada que se levava nesta época, as inebriantes festas tendo como cenário um romance arrebatador que um jovem leva e as consequências a que está disposto incorrer em nome desse amor. Para quem gosta da crítica social e do olhar ao ser humano é um must.

e e e e e

O Grande Gatsby

Carina Jesus

Um clássico, este livro consta de todas as listas de livros que não podemos perder. Especialmente indicado para amantes de romances históricos, este livro transporta-nos diretamente para os anos 20, com as suas descrições apaixonantes da vida que se levava na altura, suave e boémia. Quase nos dá vontade de ter nascido nessa década! O livro tem o tamanho certo e uma leitura muito leve, que se consome facilmente num dia de praia. É o livro indicado para nos acompanhar nas férias!

e e e e E

Um clássico a ser lido por todos

Carolina Santos

O Grande Gatsby é, sem dúvida, um livro intemporal, uma grande clássico da literatura americana do século XX, que tem como fundo uma época de excessos, os Loucos Anos 20. É um retrato do amor, das ambições a que os seres humanos estão dispostos a alcançar e, também, das maldades cometidas por eles. É um romance a ser lido por todos!

e e e e E

O Grande Gatsby

Carla Pacheco

"O Grande Gatsby" tem como pano de fundo os chamados loucos anos 20, uma época de excessos e excentricidades. Para além disso, foca-se ainda no eterno tema do sonho americano através da personagem de Jay Gatsby, que dá o nome a esta obra. A leitura é assim aconselhada a qualquer pessoa que tenha um particular interesse por essa época, mas também a todos que tenham interesse em conhecer um dos maiores clássicos da literatura norte-americana.

e e e e E

Um clássico de leitura obrigatória

Pedro Alberto

Este livro é um clássico, caracterizado por alguns como o maior clássico da literatura americana. É uma obra de leitura obrigatória para quem tem, em particular, gosto pela leitura ou, no geral, um desejo de conhecimento cultural. Este romance tem uma escrita cuidada e com um enredo bem elaborado. A sua leitura vale bem a pena.

e e e e E

Sem limite de idade

Mário Malheiro

Como qualquer classico, não existe limite temporal para o apreciar

e e e e E

O Grande Gatsby

Joana Esteves

Um livro intemporal e um inegável marco na literatura do século XX.

F. Scott Fitzgerald

Escritor norte-americano nascido a 24 de setembro de 1896, em St. Paul, no estado do Minnesota, e falecido a 21 de dezembro de 1940. Aos 13 anos, escreveu The Mystery of the Raymond Mortgage, uma história sobre um detetive que foi publicada no jornal da escola que frequentava. Depois de ter passado por uma escola católica, ingressou, em 1913, na Universidade de Princeton, mas apostou mais no desenvolvimento das suas aptidões literárias do que a estudar as matérias do seu curso. Em 1917, por exemplo, escreveu argumentos e letras para espetáculos musicais e textos humorísticos para revistas. Como constatou que não ia conseguir terminar o curso, ainda em 1917 alistou-se no exército, onde chegou a segundo-tenente. Na altura, os Estados Unidos da América estavam envolvidos na Primeira Guerra Mundial e Fitzgerald estava convencido que ia morrer em combate. Por isso, escreveu a toda a pressa o romance The Romantic Egoist. No ano seguinte, foi trabalhar para Nova Iorque e, apesar de bem sucedido no mundo da publicidade, Fitzgerald deixou o emprego em 1919 para se dedicar ao romance This Side of Paradise, onde usou material de The Romantic Egoist. No mesmo ano, começou a escrever artigos para revistas populares. Para poder ganhar mais dinheiro deixou a escrita de romances e começou a escrever histórias de ficção para jornais. As suas histórias de amor foram consideradas inovadoras e refrescantes. Em 1920, finalmente publicou This Side of Paradise, com o qual alcançou um tremendo sucesso. Logo no ano seguinte, publicou o seu segundo romance, The Beautiful and Damned. Francis Scott Fitzgerald e sua mulher entraram, entretanto, numa fase de grandes luxos participando em inúmeras festas, gastando muito dinheiro e acumulando dívidas. Em 1924, o romancista mudou-se para França, onde escreveu um dos seus livros mais marcantes, The Great Gatsby (O Grande Gatsby), que apesar de ter recebido boas críticas foi um fracasso a nível de vendas. Este romance viria a ser adaptado ao teatro e, posteriormente, ao cinema, ganhando outra visibilidade. A versão cinematográfica mais conhecida é a de 1974, realizada por Jack Clayton, tendo Robert Redford por protagonista. Fitzgerald regressou aos Estados Unidos da América em 1931, tendo tentado escrever alguns argumentos para filmes. Contudo, só conseguiu terminar um, Three Comrades, em 1938. Logo depois, foi despedido devido aos seus problemas de alcoolismo. Em 1939, começou a escrever o romance The Love of The Last Tycoon, que nunca terminaria porque morreu vítima de ataque cardíaco a 21 de dezembro de 1940. No entanto, baseado no que já deixara escrito, foi realizado, em 1976, o filme The Last Tycoon. Sob a direção de Elia Kazan estiveram os atores Robert de Niro, Robert Mitchum e Jack Nicholson. F. Scott Fitzgerald escreveu também alguns contos, entre os quais Babylon Revisited, que inspirou o filme The Last Time I Saw Paris (Última Vez Que Vi Paris), com Elizabeth Taylor.
In Infopédia [Em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2011.

(ver mais)
A Arte da Guerra

A Arte da Guerra

20%
11 X 17
4,80€ 6,00€
portes grátis
Curar as Cinco Feridas

Curar as Cinco Feridas

20%
11 X 17
6,40€ 8,00€
portes grátis
O Grande Gatsby

O Grande Gatsby

20%
Leya
8,00€ 10,00€
portes grátis
O Estranho Caso de Benjamin Button

O Estranho Caso de Benjamin Button

20%
Book Cover Editora
3,96€ 4,95€
portes grátis
A Transformação

A Transformação

20%
11 X 17
5,60€ 7,00€
portes grátis
A Ilustre Casa de Ramires

A Ilustre Casa de Ramires

20%
11 X 17
5,60€ 7,00€
portes grátis