10% de desconto

A Verdade sobre o Caso Harry Quebert

Edição limitada

de Joël Dicker

editor: Alfaguara Portugal, novembro de 2015
Livro fenómeno mundial agora em edição de luxo com preço premium.
Nola Kellergan, uma jovem de 15 anos, desaparece misteriosamente. Harry Quebert, um dos escritores mais respeitados do país, é preso e acusado de assassinar Nola. Convencido da inocência de Harry, Marcus abandona tudo e parte para conduzir a sua própria investigação. Quem matou Nola Kellergan?
Edição Premium, de capa dura e com sobrecapa, a um preço Especial.

A Verdade sobre o Caso Harry Quebert

Edição limitada

de Joël Dicker

Propriedade Descrição
ISBN: 9789896650209
Editor: Alfaguara Portugal
Data de Lançamento: novembro de 2015
Idioma: Português
Dimensões: 133 x 205 x 39 mm
Encadernação: Capa dura
Páginas: 696
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Romance
EAN: 9789896650209
e e e e e

Adorei!

Silvia Marques

O titulo deste livro surgiu por acaso, foi mais ele que me escolheu... e a vontade de saber o enredo da história, leva-nos a lê-lo num sopro.... Muito bem escrito e uma surpresa muito agradável. Recomendo.

e e e e e

Espetacular!!

Carina

Um livro espetacular. Que nos prende até ao fim desejando saber como acaba mas que depois temos pena de ter acabado. Recomendado!!

e e e e e

Excelente!!

Viagens no Sofá - As Leituras da Rita

Em 2008 Marcus Goldman está a passar por uma fase complicada ao não conseguir escrever nada após o sucesso estrondoso e inesperado do seu primeiro livro. Quando o seu mentor e amigo Harry Quebert, ele próprio um conceituado escritor, é acusado de ter assassinado Nola Kellergan, uma jovem de 15 anos desaparecida em 1975, Marcus decide ir em seu auxílio. Marcus tinha recentemente tomado conhecimento sobre um romance entre Harry e Nola. Em primeiro lugar considero que este é um livro sobre amizade. O facto de Marcus deixar Nova Iorque e se dirigir para Aurora para provar a inocência de Harry, pondo de lado a polémica em torno do caso, assim o demonstra. Gostei muito da forma como nos foi dada a conhecer a evolução da relação entre os dois e da forma como nos foi apresentado o crescimento de Marcus. Joël Dicker relata-nos acontecimentos tanto do presente como do passado. Este é um aspecto que me "prende" quando estou a ler um livro: poder viajar no tempo por forma a ir encaixando peças do puzzle. Vai, aos poucos, revelando pequenas peças que nos fazem elaborar teorias e sentimentos/opiniões em relação aos personagens. Achei incrível a forma como tudo foi descrito, fazendo-me ter alguns sentimentos ambíguos mas sem conseguir criticar nem desprezar/odiar determinados personagens. Aliado a isso há a forma de escrever do autor. É uma escrita que nos envolve e nos faz querer ler tudo sem parar. Pelo menos é o que sinto! Já tinha lido "O desaparecimento de Stephanie Mailer" e senti o mesmo ao ler este livro. Simplesmente "o devorei". Apesar de não ser um livro com um ritmo "alucinante" de início ao fim, como muitos, é um livro que nos prende. É um livro sobre sentimentos. Dei por mim algumas vezes emocionada. Gostei muito da ideia de haver um livro dentro do livro e das investigações de Marcus. Achei tudo em torno desse assunto muito bem construído. A forma como o autor nos faz encarar determinada personagem, para depois nos fazer alterar os nossos sentimentos em relação a ela, para no fim nos dar a conhecer a realidade é, na minha humilde opinião, simplesmente genial. Uma autêntica montanha russa de emoções. Aliado a tudo isto há as reviravoltas. Sim. Muito boas. Quando pensamos que já percebemos tudo: clique. Uma nova peça se encaixa e altera tudo. Com dois livros lidos de Joël Dicker posso afirmar categoricamente que este é um autor que vai para a minha lista de favoritos. Acho incrível como o autor consegue escrever livros volumosos, que nos prendem de início ao fim, com uma escrita fluida que nos cativa, com reviravoltas. Acima de tudo o que me cativou foi a vertente humana do livro e a forma como, uma vez mais, Dicker nos leva ao passado para descobrir um crime que há tantos anos estava sem justificação. Muito bom mesmo! Até fiquei triste quando cheguei à última página... Lido em Junho de 2019

e e e e e

ADOREI!!!

@carolinagomesdasilva

Foi dos melhores livros de policial que li. A história dá tanta reviravolta, há tantas pistas, imensa investigação, que nos leva a pensar que o culpado é um e depois é outro. Só mesmo no penúltimo capítulo se sabe quem é o assassino (eu adoro isso!!), o que mantém o suspense até ao final. Vale imenso a pena! Mesmo que seja do tamanho de uma enciclopédia. @carolinagomesdasilva

e e e e e

A verdade sobre o caso Harry Quebert

Filipa Oliveira

Sem dúvida um dos melhores livros que li. Assim que começamos a ler só queremos saber quem matou Nola e como é que morreu! Uma história envolvente desde a primeira página até à última. Mistério, Paixão, Amizade...

e e e e e

A ler sem demora!

G. de Almeida

A escrita de Joël Dicker é fluida e simples, mas tão envolvente que agarra o leitor desde o primeiro capitulo. A verdade sobre o caso Harry Quebert lê-se sem parar. O ambiente é misterioso qb e o suspense dura até ao fim. Recomendo vivamente!

e e e e e

Viciante

Ana C

É impossível não ler este livro todo de enfiada, prende-nos de tal forma que queremos rapidamente saber quem foi o assassino de Lola e tentar perceber o que está em torno da sua morte.

e e e e e

Muito bom

Carolina Marques

Nunca tinha lido nada do autor mas defenitivamente irei ler mais livros dele. É muito bem escrito e prende do início ao fim.

e e e e e

Maravilhoso

Helena Rodrigues

Adorei ler este livro. Uma história bem escrita com um grande enredo

e e e e e

Viciante

Luísa Ferreira

Este livro é extraordinário e faz-nos ficar agarrados à história até à última página. As reviravoltas são tantas que quando terminamos o livro achamos que o autor ainda nos vai continuar a surpreender. Um livro que se lê num fôlego, apesar do número de páginas. Aprovado e recomendado!

e e e e e

Ótimo!

Inês Oliveira

Adorei o enredo e o suspense!! Ótima escrita

e e e e E

Romance policial

MMC

Bem escrito e sequencialmente interessante. Pena ter sido traduzido na base do inconstitucional e famigerado acordo ortográfico (intencionalmente em minúsculas).

e e e e e

Muito bom !!!!!

Graça Peixoto Lima

Adorei!!!!! Vale mesmo a pena ler.... além de que vou comprar os outros livros do mesmo autor!!!!!

e e e e e

De perder o fôlego

Marta Silva

Há muito tempo (talvez desde Stieg Larsson) que um livro não me prendia tanto, tornando inevitável virar mais uma e outra página até se fazer madrugada. Em termos literários não é uma obra prima mas no que toca ao conteúdo é um livro de fazer perder o fôlego a cada volta e reviravolta na trama, com personagens que se tem pena de deixar quando se chega à palavra 'fim'.

e e e e e

Verão Dicker.

Moisés Pampim.

Acho que à medida que vou evoluindo diacronicamente torna-se difícil, para mim, encontrar um livro que me interesse verdadeira e profundamente. Devo dizer-vos que à muito tempo que não lia um livro tão bom. Falo do seu conteúdo literário, claro, mas também esta versão é bonita como eu gosto (em comparação à versão "mole"). Existe qualquer coisa nos livros "duros" que inexplicavelmente não encontramos nos outros. Este Verão que passou foi de Jöel Dicker e Harry Quebert. Uma história que nos agarra desde a primeira linha. Um detalhe: gostaria que o autor tivesse incluído na história uma secção da perspetiva de Nola. Um livro fenomenal que daria uma óptima adaptação para o cinema. Por favor: leiam o romance.

Joël Dicker

Joël Dicker nasceu em Genève, Suíça, em 1985. Estreou-se na literatura com O tigre, com apenas dezanove anos, e no romance com Os últimos dias dos nossos pais. Mas foi a publicação do segundo romance que o transformou num fenómeno literário global: A verdade sobre o caso Harry Quebert foi publicado em trinta e três países, vendeu mais de quatro milhões de exemplares e venceu o Grande Prémio de Romance da Academia Francesa, o Prémio Goncourt des Lycéens e o Prémio Lire para melhor romance em língua francesa. Foi ainda adaptado a série televisiva pela mão de Jean-Jacques Annaud, com estreia no canal AMC. Seguiram-se O livro dos Baltimore, O desaparecimento de Stephanie Mailer, O enigma do quarto 622, confirmando, livro após livro, a mestria de Dicker no género do mistério literário. Toda a sua obra está publicada em Portugal na Alfaguara. Descubra mais sobre o autor e a sua obra em: www.joeldicker.com

(ver mais)
O Enigma do Quarto 622

O Enigma do Quarto 622

10%
Alfaguara Portugal
22,95€ 10% CARTÃO
portes grátis
A Verdade sobre o Caso Harry Quebert

A Verdade sobre o Caso Harry Quebert

10%
Alfaguara Portugal
22,95€ 10% CARTÃO
portes grátis
O Hipnotista

O Hipnotista

10%
Porto Editora
19,99€ 10% CARTÃO
portes grátis
Apneia

Apneia

10%
Casa das Letras
22,90€ 10% CARTÃO
portes grátis