10% de desconto

A Cartuxa de Parma I

Livro 1

de Stendhal

editor: Publicações Europa-América, abril de 1981
O exemplo quase miraculoso de um escritor graças ao qual a imagem da vida e a procura da verdade se transforma na mais imediata poesia, na mais deslumbrante fantasia.

Uma partitura musical em prosa!

«O início é uma abertura, um prelúdio, uma allegro con brio, cujo leitmotiv solene e guerreiro depois se repete sem cessar.»
Michel Crouzet

«O romance que Maquiavel teria escrito se vivesse exilado na Itália do século XIX.»
Balzac

A Cartuxa de Parma I

de Stendhal

Propriedade Descrição
ISBN: 9789721003477
Editor: Publicações Europa-América
Data de Lançamento: abril de 1981
Idioma: Português
Dimensões: 113 x 179 x 11 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 184
Tipo de produto: Livro
Coleção: Livros de Bolso / Série Grandes Obras
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Romance
EAN: 5601072407701
Idade Mínima Recomendada: Não aplicável
Stendhal

Stendhal era apenas um dos vários pseudónimos usados por Henri Beyle, escritor francês nascido no dia 23 de janeiro de 1783, em Grenoble. Tendo ficado órfão de mãe com apenas sete anos, Henri partiu para Paris em 1799 com o pretexto de se matricular na École Polytechnique mas, no fundo, a sua verdadeira intenção era fugir à disciplina paterna para se tornar um famoso dramaturgo. Seria, no entanto, pelos seus romances que Stendhal ficaria conhecido.
Três anos mais tarde, depois de uma passagem pelo exército de Napoleão que o levara até Itália, Stendhal encontra-se de novo em Paris, envolvido em vários projetos literários que nunca chegariam a ser concluídos. Nessa altura, a sua grande ambição era tornar-se um novo Moliére.
No ano de 1806, Henri Beyle foi nomeado comissário militar adjunto na cidade alemã de Brunswick, o que marcou o início de uma carreira que lhe permitiu conhecer a Alemanha, a Áustria e a Rússia.
Com a queda do Império Francês, em 1814, Henri decidiu instalar-se em Milão. A esta mudança para Itália corresponde a afirmação da carreira literária de Stendhal. As suas amizades políticas em Milão não eram bem vistas pelas forças ocupantes austríacas, tendo o escritor regressado a Paris no ano de 1821. Até 1830, a vida de Stendhal em Paris é marcada por uma intensa atividade social e intelectual. O aparecimento do seu "Racine et Shakespeare", em 1823, é considerado um dos primeiros manifestos do Romantismo em França.
Com a monarquia constitucional de Louis-Philippe, resultado da revolução de julho de 1830, Henri é nomeado cônsul no porto de Civitavecchia, nos Estados Papais. Isolado e longe da intensa vida parisiense, Stendhal encontra muitos obstáculos à sua escrita, tendo por isso dedicado o seu tempo a narrações de carácter autobiográfico. Nesta última fase da sua vida, Stendhal produziu alguns dos títulos mais importantes da sua obra. Quando morreu, no dia 23 de março de 1842, Stendhal estava de licença em Paris. Deixou-nos obras magníficas como "O Vermelho e o Negro" e "A Cartuxa de Parma" e uma série de fabulosos contos.

(ver mais)
In Illo Tempore

In Illo Tempore

10%
Publicações Europa-América
6,90€ 10% CARTÃO
A Casa das Sete Empenas

A Casa das Sete Empenas

10%
Publicações Europa-América
6,90€ 10% CARTÃO
O Vermelho e o Negro

O Vermelho e o Negro

20%
Relógio D'Água
19,38€ 24,23€
portes grátis
Armance

Armance

10%
Clássica Editora
9,81€ 10,90€
Uma Alma Simples

Uma Alma Simples

10%
Publicações Europa-América
6,90€ 10% CARTÃO
Salammbo

Salammbo

10%
Relógio D'Água
15,15€ 10% CARTÃO
portes grátis