Uma Antologia

de W. B. Yeats

editor: Assírio & Alvim, março de 2010
ESGOTADO OU NÃO DISPONÍVEL
VENDA O SEU LIVRO i
Em Dublin, no dia 13 de Junho de 1865, nasce William Butler Yeats, um dos maiores poetas de língua inglesa do século XX, a quem foi atribuído o Prémio Nobel da Literatura em 1923. Quando tem apenas dois anos, os seus pais mudam-se para Londres, mas são as férias que passa na Irlanda que William guardará como recordação de infância. Em 1880, a família Yeats regressa a Dublin, onde William termina o liceu. No ano de 1883, ingressa na Metropolitan School of Art, começando a publicar os seus primeiros textos na Dublin University Review. A família Yeats volta a mudar-se para Londres em 1887, e aí William inicia a sua carreira de escritor profissional. Junta-se à Sociedade Teosófica e rapidamente se integra na vida literária de Londres. Em 1899, William pede Maud Gonne em casamento, mas esta declina. O escritor entrega-se então à escrita, acreditando que a literatura poderia engendrar uma unidade nacional capaz de transfigurar a Irlanda. No mesmo ano é inaugurado o Irish Literacy Theatre — que Yeats criara entretanto —, com a sua peça The Countess Cathleen. No ano de 1913 Yeats passa alguns meses em Sussex, onde o poeta americano Ezra Pound é seu secretário. Quatro anos mais tarde, casa com George Hyde-Lees, de quem tem uma filha e um filho. Em 1922, com a fundação do «Irish Free State», Yeats aceita o convite para o Senado Irlandês, onde trabalhou durante seis anos. Ao longo da sua vida, W.B. Yeats publica diversos volumes de poesia, que reflectem sempre a sua preocupação com a cultura, a história e a tradição do seu país. Morre em Roquebrune-Cap-Martin, no dia 28 de Janeiro de 1939, durante uma viagem a França. Este volume antológico recolhe parte significativa da sua poesia, traduzida para português pela mão de José Agostinho Baptista.

Uma Antologia

de W. B. Yeats

Propriedade Descrição
ISBN: 978-972-37-0395-5
Editor: Assírio & Alvim
Data de Lançamento: março de 2010
Idioma: Português
Dimensões: 145 x 206 x 14 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 192
Tipo de produto: Livro
Coleção: Documenta Poetica
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Poesia
EAN: 9789723703955
e e e e e

Uma Antologia - Sublime Poesia

Emílio Gouveia Miranda

Não é em vão que W. B. Yests é considerado um dos expoentes máximos da poesia Universal. A originalidade do seu trabalho surpreende-nos e encanta-nos. Os seus poemas são autênticos cânticos que despertam as nossas emoções, como se, ao lê-lo, escutassemos as vozes dos nossos mais remotos antepassados, numa evocação onde se cruzam as energias celestes e as energias telúricas. Li Uma Antologia compulsivamente, porque não é possível ler o primeiro verso sem desejar descobrir todos os que se lhe seguem. Aconselho vivamente.

W. B. Yeats

Em Dublin, no dia 13 de junho de 1865, nasce William Butler Yeats, um dos maiores poetas de língua inglesa do século XX, a quem foi atribuído o Prémio Nobel da Literatura em 1923.
Quando tem apenas dois anos, os seus pais mudam-se para Londres, mas são as férias que passa na Irlanda que William guardará como recordação de infância. Em 1880, a família Yeats regressa a Dublin, onde William termina o liceu. No ano de 1883, ingressa na Metropolitan School of Art, começando a publicar os seus primeiros textos na "Dublin University Review".
A família Yeats volta a mudar-se para Londres em 1887, e aí William inicia a sua carreira de escritor profissional. Junta-se à Sociedade Teosófica e rapidamente se integra na vida literária de Londres, fazendo amizade com William Morris e W.E. Henley, sendo também cofundador do Rhymers’ Club.
Em 1889, Yeats conhece Maud Gonne, uma rebelde patriota irlandesa. A paixão não correspondida que nutre por Maud leva-o a apoiar a causa nacionalista irlandesa. A morte, em 1891, do líder irlandês Charles Stewart Parnell desmotiva a crença de Yeats na causa nacionalista, levando-o a procurar preencher esse vazio com literatura, arte, poesia, drama e lendas ("The Celtic Twilight").
Em 1899, William pede Maud em casamento, mas esta declina. O escritor entrega-se então à escrita, acreditando que a literatura poderia engendrar uma unidade nacional capaz de transfigurar a Irlanda. No mesmo ano é inaugurado o "Irish Literacy Theatre" - que Yeats criara entretanto -, com a sua peça "The Countess Cathleen".
Ao longo da sua vida, W.B. Yeats publica diversos volumes de poesia, que refletem sempre a sua preocupação com a cultura, a história e a tradição do seu país.
No ano de 1913 Yeats passa alguns meses em Sussex, onde o poeta americano Ezra Pound é seu secretário. Quatro anos mais tarde, casa com George Hyde-Lees, de quem tem uma filha e um filho.
Em 1922, com a fundação do "Irish Free State", Yeats aceita o convite para o Senado Irlandês, onde trabalhou durante seis anos.
William Yeats veio a morrer em Roquebrune-Cap-Martin, no dia 28 de janeiro de 1939, durante uma viagem a França, onde é enterrado. Devido à Segunda Grande Guerra, só em 1948 o seu corpo é transferido para a Irlanda.

(ver mais)
Poesia

Poesia

10%
Assírio & Alvim
22,20€ 10% CARTÃO
portes grátis
Todas as Palavras

Todas as Palavras

10%
Assírio & Alvim
22,20€ 10% CARTÃO
portes grátis
A Terrible Beauty Is Born

A Terrible Beauty Is Born

10%
PENGUIN BOOKS LTD
3,86€ 10% CARTÃO
As Tábuas da Lei – Ficção Completa

As Tábuas da Lei – Ficção Completa

10%
E-primatur
21,51€ 23,90€
portes grátis
Quarta-Feira de Cinzas

Quarta-Feira de Cinzas

10%
Relógio D'Água
7,55€ 10% CARTÃO
Poemas Escolhidos

Poemas Escolhidos

10%
Relógio D'Água
18,00€ 10% CARTÃO
portes grátis