10% de desconto

Pedro & Inês

Palavras Vivas - 15 poetas contemporâneos

de António Carlos Cortez

editor: Caleidoscópio, novembro de 2018
Um dos temas centrais da cultura e da literatura portuguesas é, sem dúvida, o mito, a lenda, a fábula dos amores de Pedro e Inês. Esta antologia reúne quinze poetas de agora, das mais diversas sensibilidades e estilos, provando que esse mito se mantém vivo. Se mito é «ideia», se pode fecundar a realidade como pretendeu Fernando Pessoa, a poesia, como transmissão dos mitos, é uma elevada expressão desse acto de fazer germinar, pela força das imagens, e pela originalidade de uma sintaxe, a ideia, as ideias. António Carlos Cortez desafiou 15 Poetas a (re)visitarem este mito de Amor e Morte, confirmando a vitalidade desta inquietante história.

António Carlos Cortez
¶ Beatriz Almeida Rodrigues Graça Videira Lopes
¶ Inês Lourenço
¶ João Moita João Rasteiro
¶ José Manuel Vasconcelos Lídia Jorge
¶ Luís Filipe Castro Mendes Manuel Alberto Valente
¶ Manuel Alegre Nuno Júdice
¶ Pedro Miranda Albuquerque Rita Taborda Duarte
¶ Vasco Macedo

Pedro & Inês

Palavras Vivas - 15 poetas contemporâneos

de António Carlos Cortez

Propriedade Descrição
ISBN: 9789898893055
Editor: Caleidoscópio
Data de Lançamento: novembro de 2018
Idioma: Português
Dimensões: 151 x 230 x 6 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 76
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Poesia
EAN: 9789898893055
António Carlos Cortez

António Carlos Cortez, poeta, professor, ensaísta e ficcionista.
Publicou desde 1999 cerca de 15 livros de poesia, dois livros de ensaio, um de crónicas. É colaborador permanente do Jornal de Letras, onde assina desde 2004 a coluna de crítica literária «Palavra de Poesia», bem como de revistas da especialidade (Colóquio-Letras e Relâmpago). Assina a página de cultura e literatura «Directo à Leitura», no Diário de Notícias.
Destacam-se da sua obra livros como A Sombra no Limite (2004), Depois de Dezembro (2010), O Nome Negro (2013), A Dor Concreta (2016), Jaguar (2019), Diamante (2021) e Skin Deep (2021). Foi galardoado com os prémios da Sociedade Portuguesa de Autores (melhor livro de poesia de 2010 atribuído a Depois de Dezembro), Prémio APE/Teixeira de Pascoaes 2017 (atribuído à antologia A Dor Concreta), Prémio Ruy Belo da Câmara Municipal de Sintra, 2021 (atribuído a Jaguar) e Prémio António Gedeão / FENPROF, 2021, atribuído também a Jaguar, e, em 2022 recebeu o Prémio APE / Maria Amália Vaz de Carvalho atribuído a Diamante. Em 2023 o seu conto «País Real, um regresso» recebeu o Prémio do Conto/ APE Portugal 2050 Planap, conto esse agora incluído no livro, Cenas Portuguesas. Está traduzido em várias línguas em antologias, tendo poesia e ensaio publicados no Brasil pela editora Gato Bravo/Jaguartirica, do Rio de Janeiro. Está também editado em livro no México.
Publicou em 2022, pela Caminho, o seu primeiro romance, Um Dia Lusíada, cujo protagonista, Elias Moura, de novo é lembrado num dos dez contos de CENAS PORTUGUESAS.

(ver mais)
Animais Feridos

Animais Feridos

10%
Dom Quixote
11,00€ 10% CARTÃO
Cenas Portuguesas

Cenas Portuguesas

10%
Editorial Caminho
16,11€ 17,90€
portes grátis
Pedro e Inês

Pedro e Inês

Pé de Página Editores
10,09€