20% de desconto

Manhã submersa

de Vergílio Ferreira

editor: Quetzal Editores, março de 2011
Plano Nacional de Leitura
Livro recomendado para o Ensino Secundário como sugestão de leitura.

O despertar para a vida de uma criança, entre a austeridade da casa senhorial de D. Estefânia, a sensualidade da sua aldeia natal e o silêncio das paredes do seminário. Um jovem seminarista de 12 anos, é obrigado a ir para o seminário. E a história desenrola-se em torno das vivência e sentimentos que o jovem seminarista vai experimentando. Num ambiente negro, triste, ríspido e severo do seminário, o jovem descobre-se e descobre o mundo que o rodeia: a repressão na educação, a pobreza da sua terra, as desigualdades sociais, o desejo do seu corpo, a camaradagem, a amizade, o amor.

«E tomei uma bomba, e cheguei fogo ao rastilho, e esperei. A chama fervia pelo rastilho dentro, aproximava-se vertiginosamente da bolsa de pólvora. Uma placa de aço incandescente colava-se-me, por dentro, ao osso da fronte, queimava-me os olhos uma ácida lucidez. Eu estava sozinho, diante de mim e do mundo, perdido no súbito silêncio em redor. Mas no instante-limite da explosão, no ápice infinito em que tudo iria acontecer, um impulso absurdo, vindo não sei de que raízes, fez-me arremessar a bomba. Ou talvez que não houvesse impulso algum e tudo seja apenas, ainda agora, uma incrível fímbria de receio de que não cumprisse o meu propósito até ao fim.»

Manhã submersa

de Vergílio Ferreira

Propriedade Descrição
ISBN: 9789725647400
Editor: Quetzal Editores
Data de Lançamento: março de 2011
Idioma: Português
Dimensões: 149 x 232 x 14 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 192
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Romance
EAN: 9789725647400
Idade Mínima Recomendada: Não aplicável
e e e e E

Uma visão dentro do seminário

Filipe Seabra

Livro de boa e fácil leitura. Dá uma perspetiva da vida no interior de um seminário, aos olhos de alguém que lá vive, apenas fisicamente.

e e e e E

Um clássico

A. Isabel

Na minha opinião dos melhores livros de Vergilio Ferreira... Uma história inquietante e que vale a pena ler.

e e e e e

A escrita ao serviço da denúncia social

J.S

Vergílio Ferreira é um autor clássico; significa isto que aquilo que deixou escrito e publicado é assunto intemporal, que terá sempre algo a dizer aos leitores. Neste romance, Vergílio Ferreira denuncia o peso institucional excessivo de uma Igreja opressora, antiquada, a condizer com a sociedade do período salazarista. A ler e/ou a reler!

e e e e E

Muito bom!

Eva C. Silva

Uma ótima história para nos fazer perceber as mudanças dos tempos. Aliada a momentos descritivos típicos de Vergílio Ferreira... muito bom!

e e e e e

Livro muito bom!

Simão Fernandes

Este foi o primeiro livro que eu li de Virgílio Ferreira, mas foi o suficiente para me apaixonar pelo autor. Embora os tempos tenham mudado e um Seminário já não ser bem assim, continua a ser uma ótima história e recomendo a todos os leitores.

e e e e e

Obrigatório ler!

Luís Nuno Barbosa

Um romance quase poético, com uma linguagem pura, muito descritiva, muito própria de Vergílio Ferreira. Ficará para sempre na minha memória a imagem tantas vezes repetida do tanoeiro.

Vergílio Ferreira

Romancista e ensaísta português, natural de Melo (Gouveia), nasceu em 1916 e morreu em 1996. Estudou no Seminário do Fundão, licenciou-se em Filologia Clássica na Universidade de Coimbra e exerceu funções docentes no Ensino Secundário. Notabilizou-se no domínio da prosa ficcional, sendo um dos maiores romancistas portugueses deste século.
Literariamente, começou por ser neo-realista (anos 40), com "Vagão Jota" (1946), "Mudança" (1949), etc. Mas, a partir da publicação de "Manhã Submersa" (1954) e, sobretudo, de "Aparição" (1959), Vergílio Ferreira adere a preocupações de natureza metafísica e existencialista. A sua prosa, que entronca na tradição queirosiana, é uma das mais inovadoras dos ficcionistas deste século.
O ensaio é outra das grandes vertentes da sua obra que, aliás, acaba por influenciar a sua criação romanesca. Temas como a morte, o mistério, o amor, o sentido do universo, o vazio de valores, a arte, são recorrentes na sua produção literária. Além disto, Vergílio Ferreira deixou-nos vários volumes do diário intitulado "Conta-Corrente". Das suas últimas obras destacam-se: "Espaço do Invisível", "Do Mundo Original" (ensaios), "Para Sempre" (1983), "Até ao Fim" (1997) e "Na tua Face" (1993). Recebeu o Prémio Camões em 1992.

(ver mais)
Aparição

Aparição

20%
Quetzal Editores
13,28€ 16,60€
portes grátis
Alegria Breve

Alegria Breve

20%
Quetzal Editores
14,16€ 17,70€
portes grátis
Andam Faunos Pelos Bosques

Andam Faunos Pelos Bosques

20%
Bertrand Editora
12,40€ 15,50€
portes grátis
Uma Abelha na Chuva

Uma Abelha na Chuva

20%
Assírio & Alvim
11,52€ 14,40€
portes grátis