E Deus Disse: Do que eu Gosto é de Política, não de Religião

de Padre Mário de Oliveira

editor: Campo das Letras, abril de 2003
ESGOTADO OU NÃO DISPONÍVEL
VENDA O SEU LIVRO i
Os textos que se seguem são uma antologia dos maisacutilantes Editoriais que escrevi, ao longoa dos últimos anos, no Jornal Fraternizar de que sou director. São, por isso, textos datados que "mordem" profeticamente a nossa actualidade, como sempre devem ser os textosproduzidos oela reflexão teológica das cristãs e dos cristãos. Escandalizam? Não foram escritos para escandalizar, mas para libertar. Leiam-nos neste espírito e verão que são alimento na caminhada. Porque a Fé cristã não é para meter nos Templos. É para nos meter no Mundo e cuidar da Terra. Os deuses e as deusas, se teimarem em existir, que cuidem deles próprios. O Deus Vivo, que habita no mais intimo de cada um de nós, e que se nos revelou definitivamente em Jesus de Nazaré, o Cristo, manda-nos cuidar da terra e não dos deuses. E isso é Política, não Relegião.
Aceitem o meu braço e o meu beijo de companheiro e irmão.

Mário de Oliveira, presbítero (da Igreja Católica)

E Deus Disse: Do que eu Gosto é de Política, não de Religião

de Padre Mário de Oliveira

Propriedade Descrição
ISBN: 9789726105978
Editor: Campo das Letras
Data de Lançamento: abril de 2003
Idioma: Português
Dimensões: 150 x 230 x 20 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 264
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Memórias e Testemunhos
EAN: 9789726105978
Idade Mínima Recomendada: Não aplicável
Padre Mário de Oliveira

É mais conhecido por Padre Mário da Lixa. E, como quem faz jus ao nome que se lhe colou ao corpo, decidiu, em Fevereiro de 2004, fixar de novo residência em Macieira da Lixa, freguesia do concelho de Felgueiras onde, antes de Abril de 1974, foi pároco e, nessa qualidade, foi duas vezes preso pela PIDE e outras tantas julgado no Tribunal Plenário do Porto. Porém, neste seu regresso a Macieira da Lixa, já não tem nada a ver com a paróquia. Vive sem qualquer privilégio eclesiástico, numa casinha alugada no lugar da Maçorra, na proximidade física de companheiras e de companheiros cristãos de base, com quem partilha a vida, os bens e a missão de Evangelizar os pobres e os povos.
Tem mais de vinte livros publicados, todos fecundamente polémicos ao tempo em que foram editados, com destaque para Chicote no Templo (Afrontamento, 1973), Mas à Africa, Senhores, Por que lhes Dais Tantas Dores (Campo das Letras, 1997), Fátima Nunca Mais (Campo das Letras, 1999), Nem Adão e Eva, Nem Pecado Original (Campo das Letras, 2000), Que Fazer com esta Igreja (Campo das Letras, 2001), Em Memória Delas. Livro de mulheres (Campo das Letras, 2002), E Deus disse: do que eu gosto é de política, não de religião (Campo das Letras, 2002), Com Farpas. Mas com Ternura (Ausência, 2003), Ouvistes o Que Foi Dito aos Antigos. Eu, Porém, Digo-vos (Campo das Letras, 2004), Canto(s) nas Margens (Ausência, 2005) e O Outro Evangelho Segundo Jesus Cristo (Campo das Letras, 2005).

(ver mais)
Quando a Fé Move Montanhas

Quando a Fé Move Montanhas

10%
Editorial Magnólia
16,96€ 10% CARTÃO
Em Nome de Jesus

Em Nome de Jesus

10%
Arca das Letras
32,30€ 10% CARTÃO
A Boa Vida Segundo Hemingway

A Boa Vida Segundo Hemingway

10%
Casa das Letras
4,90€ 10% CARTÃO
Até ao Fim

Até ao Fim

10%
Dinalivro
16,96€ 10% CARTÃO
portes grátis