20% de desconto

Ricardo Jorge, a Saúde Pública e as Perversões do Municipalismo

de Aires Antunes Diniz

editor: Lema d`Origem
VENDA O SEU LIVRO i
O autor começa por nos apresentar o momento em que Ricardo Jorge tem a sua hégira do Porto por aí não ter possibilidade, dentro organização do Partido Médico Municipal, de combater a peste bubónica.

Inicia, por isso, uma brilhante carreira como Inspetor e Diretor de Saúde, que o levará a defender mudanças na organização dos Partidos Médicos Municipais, procurando libertá-los das peias do poder municipal, que impede, inclusivamente, a boa organização dos matadouros municipais. Entra, por isso, e a título de exemplo, em conflito com a Câmara Municipal de Bragança ao apoiar os médicos municipais contra as suas ordens perversas. Este caso concreto acontece por esta Câmara não querer entregar a gestão do matadouro local a um inspetor sanitário, tal como determinava o Regulamento do Matadouro Municipal em vigor.

O autor apresenta, por isso, modelos de organização de matadouros, que analisa sucintamente para evidenciar perversões do municipalismo. Em Coimbra, outro exemplo, para apontar a municipalização, entendida como nacionalização, como forma de ultrapassar as falhas de uma empresa proprietária do matadouro local.

Finalmente, o autor comprova o papel determinante de Ricardo Jorge na desmunicipalização da Saúde usando, para isso, o registo da correspondência enviada ao médico municipal, que desempenha funções de Subdelegado de Saúde, estando por isso subordinado a ele, Diretor Geral de Saúde. Neste aspeto é importante ressaltar que na Guarda é firmemente apoiado por Lopo de Carvalho e Amândio Paul.

Ricardo Jorge, a Saúde Pública e as Perversões do Municipalismo

de Aires Antunes Diniz

ISBN: 9789898890122
Editor: Lema d`Origem
Idioma: Português
Dimensões: 151 x 228 x 10 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 180
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Português > Ciências Sociais e Humanas > História e Metodologia Científica
EAN: 9789898890122
Aires Antunes Diniz

Aires Antunes Diniz nasceu em 12 de Novembro de 1951 em Vila Cabral (agora Lichinga) em Moçambique.
Iniciou o ensino primário em Lourenço Marques (agora Maputo), continuou-o em Pousade e em Rio Tinto, onde fez o exame da quarta classe.
Fez o ensino liceal no Liceu Alexandre Herculano do Porto, frequentou o primeiro ano da Licenciatura em Economia na Faculdade de Economia do Porto e fez o curso de Finanças no Instituto Superior de Economia em Lisboa.
É atualmente professor aposentado do ensino secundário, mas lecionou na Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra e na Universidade da Beira Interior.
A partir de 1980 faz parte do Conselho de Consultivo da revista O Professor e é agora membro do seu Conselho de Redação.
É ainda consultor de diversas revistas de Educação Brasileiras.
A sua ação, enquanto investigador, tem-se centrado na área da economia, educação, saúde e herança cultural.
Tem apresentado todo esse trabalho em inúmeros congressos, nacionais e internacionais.
Colabora no Diário As Beiras de Coimbra e no Terras da Beira da Guarda.

(ver mais)