10% de desconto

O Sacrilégio de Odivelas

Teatro

de Jorge Martins

editor: Europress, abril de 2003
VENDA O SEU LIVRO i
Lisboa, 23 de Novembro de 1671. No Rossio, frente ao Palácio dos Estaus, a multidão acotovela-se junto ao cadafalso para ver de mais perto as expressões de sofrimento de um condenado especial do Tribunal do Santo Ofício. O cortejo detém-se e, um a um, os altos dignitários da Corte de Portugal, tendo à cabeça o Príncipe D. Pedro II, ocupam os assentos protocolares. Inicia-se a leitura da sentença de António Ferreira, enquanto a fogueira faz subir aos céus as suas labaredas redentoras.

O infeliz condenado, um rude trabalhador do campo, nos seus 19 anos de vida, visivelmente sofridos e acentuados pelas sevícias do tormento a que fora submetido para confessar o inconfessável, tremulamente, coloca as mãos a preceito, que lhe são cortadas a sangue frio.

Entre os gritos lancinantes da vítima, as preces angustiadas dos padres da Inquisição e os apupos delirantes da turba popular, António Ferreira é conduzido ao poste do sacrifício supremo. O vento estava de feição, o fogo abraçava o sacrílego ladrão do Santíssimo Sacramento. Cumpria-se a vontade divina através do inevitável castigo terreno: estava redimida a Corte, restituída a dignidade dos Santos profanados e devolvida a acalmia ao Reino, que tanto se exaltara e penitenciara, na sequência dos dramáticos acontecimentos do caso de Odivelas.

O Sacrilégio de Odivelas

Teatro

de Jorge Martins

Propriedade Descrição
ISBN: 9789725592496
Editor: Europress
Data de Lançamento: abril de 2003
Idioma: Português
Dimensões: 140 x 205 x 6 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 96
Tipo de produto: Livro
Coleção: Máscara
Classificação temática: Livros em Português > Arte > Artes de Palco Livros em Português > Literatura > Teatro (Obra)
EAN: 9789725592496
Idade Mínima Recomendada: Não aplicável
Jorge Martins

Jorge Martins nasceu em Lisboa, a 4 de fevereiro de 1940. Frequentou os cursos de Arquitetura e Pintura na Escola Superior de Belas-Artes de Lisboa, entre 1957 e 1961.
Expõe regularmente desde 1958. A sua primeira exposição individual data de 1960. Em 1961 parte para Paris, onde vive e trabalha até 1991.
Esta estada é interrompida entre 1975 e 1976, período em que se instala em Nova Iorque.
Regressa definitivamente a Portugal em 1991, onde vive e trabalha desde então.

(ver mais)
Topomorphias

Topomorphias

10%
Documenta
21,60€ 24,00€
portes grátis
Sombras y Paradojas - El Dibujo de Jorge Martins

Sombras y Paradojas - El Dibujo de Jorge Martins

10%
Documenta
30,00€ 10% CARTÃO
portes grátis
A Saga do Arco-Íris

A Saga do Arco-Íris

10%
Mar da Palavra
10,60€ 10% CARTÃO
Os Patriotas

Os Patriotas

10%
Europress
7,58€ 10% CARTÃO