O Fim dos Anos Burgueses

de Nadine Gordimer

editor: Difel
ESGOTADO OU NÃO DISPONÍVEL
VENDA O SEU LIVRO i
Liz Van Den Sandt recebe a notícia do suicídio do seu ex-marido, Max. A sua morte leva-a a reviver as experiências da sua vida comum de que um filho, agora no colégio interno, é tudo o que resta.
Max escolhera a militância violenta e, numa tentativa frustrada de um atentado bombista fora preso. Pior ainda, Max traíra os seus companheiros e aparecera como testemunha de acusação. A partir desse momento Liz decidira que os actos violentos não levavam a nada. A sua oposição passou a fazer-se de forma mais passiva. Mas agora é-lhe pedido que colabore com o movimento nacionalista negro, com considerável risco para si própria. Pode ela correr tal risco em face do exemplo de Max?

«Soberbo…o poder de persuasão de Nadine Gordimer, conseguido com um dos mais delicados e simultaneamente implacáveis estilos que se podem encontrar na literatura contemporânea.»
The New York Times

O Fim dos Anos Burgueses

de Nadine Gordimer

ISBN: 9789722903189
Editor: Difel
Idioma: Português
Dimensões: 150 x 230 x 20 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 184
Tipo de produto: Livro
Coleção: Pequenos Textos de Grandes Autores
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Romance
EAN: 9789722903189
Nadine Gordimer

PRÉMIO NOBEL DA LITERATURA 1991

Escritora sul-africana, Nadine Gordimer nasceu a 20 de Novembro de 1923 em Springs, uma cidade mineira dos arredores de Joanesburgo. Filha de um joalheiro judeu, vindo da Letónia e de uma cidadã britânica, obcecada pela saúde da filha, estudou numa escola de orientação cristã.
Geralmente confinada em casa pelos cuidados da mãe, escreveu o seu primeiro conto com apenas nove anos de idade e, continuando o seu esforço literário, viu Come Again Tomorrow, merecer publicação na secção infantil da revista Forum cinco anos depois. Matriculando-se na Universidade de Witwaterstrand, acabou por desistir dos seus estudos ao fim de um ano, preferindo a escrita. Assim, em 1949 publicou o seu primeiro livro, uma colectânea de contos intitulada Face To Face, e que revelavam as suas preocupações quanto à segregação racial na sociedade sul-africana.
Seguiram-se The Soft Voice Of The Serpent (1952), a sua primeira colectânea de contos, e o romance The Lying Days (1953) que, de cariz autobiográfico, descreve o descontentamento de Helen, uma rapariga que cresce numa pequena localidade, cujos habitantes são preconceituosos e mesquinhos. Em Occasion For Loving(1963), Nadine Gordimer conta a história de Boaz Davies, um estudioso judeu que, fazendo-se acompanhar pela esposa, parte para a África do Sul em busca de música. A mulher acaba por trai-lo com um pintor negro, ensombrando assim a expedição.
Continuando a explorar o tema dos direitos da maioria negra, Gordimer publicou The Conservationist (1974), romance em que propõe um contraste entre o mundo tradicional Zulu e o devastador fluxo de industrialização conduzido pela etnia europeia. The House Gun (1998) gira em torno do julgamento de um arquitecto, Duncan, que é acusado de ter assassinado o seu amigo Carl Jesperson.
Em 2001 apareceu The Pickup, obra que descreve o encontro entre Julie, filha de um banqueiro, e Ibrahim, um imigrante ilegal oriundo de um país árabe. De natureza intensamente sexual, o seu relacionamento não é impedido pelo facto de Ibrahim ser deportado da África do Sul, já que Julie se predispõe a segui-lo.
Nadime Gordimer foi galardoada com o Prémio Nobel da Literatura em 1991.
Faleceu a 13 de julho de 2014, com 90 anos, na sua casa de Joanesburgo.

(ver mais)
LGF
8,19€ 10% CARTÃO
BLOOMSBURY PUBLISHING PLC
16,55€ 10% CARTÃO
portes grátis