10% de desconto

O Enraizamento

de Simone Weil

editor: Relógio D'Água, dezembro de 2014
O Enraizamento é um ensaio escrito em 1943 e que permaneceu inacabado devido à morte da autora. O seu subtítulo é "Prelúdio Para Uma Declaração dos Deveres Para com o Ser Humano".
Simone Weil procura criar as bases de uma doutrina, regressando aos princípios que permitiram às civilizações estabelecerem-se de um modo durável.
Nesse ano de 1943, após vinte anos de amadurecimento interior, trata-se para Simone Weil de reatar um pacto que apoia sobre a «exigência do bem absoluto que habita no coração do homem, mas que tem a sua origem numa realidade situada fora do mundo».
«O enraizamento talvez seja a necessidade mais importante e mais ignorada da alma humana. (…) Todo o ser humano precisa de ter múltiplas raízes, precisa de receber a quase totalidade da sua vida moral, intelectual, espiritual, por intermédio dos ambientes a que naturalmente pertence.»

O Enraizamento

de Simone Weil

Propriedade Descrição
ISBN: 9789896414597
Editor: Relógio D'Água
Data de Lançamento: dezembro de 2014
Idioma: Português
Dimensões: 152 x 233 x 18 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 264
Tipo de produto: Livro
Coleção: Antropos
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Ensaios
EAN: 9789896414597
e e e e e

Belíssimo

Ana N.

Este texto de Simone Weil é um verdadeiro sopro de sabedoria e de esperança. A escrita é de imensa força e mestria, capazes de atravessar o coração humano como uma flecha.

e e e e e

Fundamental

Gabriela Mendes da Rocha

Apesar de ter já algumas décadas, O Enraizamento é um livro fundamental e mais actual do que nunca. É uma visão extrema, mas também por isso importante na formação de uma linha de pensamento e de conduta.

Simone Weil

Simone Weil (1909-1943) viveu muito em pouco tempo. Nasceu em Paris, no seio de uma família judia agnóstica. Quando, com 22 anos, ensina filosofia no liceu de uma cidade mineira francesa, decide viver com os cinco francos por dia dos desempregados, entregando o seu ordenado à caixa dos mineiros. Em Paris, onde trabalha como operária anónima, é testemunha da servidão imposta pela técnica, da coisificação do homem e da aniquilação do pensamento na produção de mercadorias. Filósofa, mística, pacifista, anarquista, activista da resistência francesa, Weil foi uma das mentes mais brilhantes do século XX, «o único grande espírito do nosso tempo» (Camus) com «um coração capaz de bater por meio do universo inteiro» (Beauvoir). Morreu aos 34 anos, debilitada e mal alimentada, em solidariedade com os compatriotas submetidos ao racionamento.

(ver mais)
A Sociedade do Cansaço

A Sociedade do Cansaço

10%
Relógio D'Água
12,60€ 14,00€
Mulheres Invisíveis

Mulheres Invisíveis

10%
Relógio D'Água
19,50€ 10% CARTÃO
portes grátis
Desobediência Civil

Desobediência Civil

10%
Relógio D'Água
15,00€ 10% CARTÃO
portes grátis
As Confissões da Carne

As Confissões da Carne

20%
Relógio D'Água
19,20€ 24,00€
portes grátis