10% de desconto

Mil Anos de Esquecimento

Enciclopédia da Estória Universal

de Afonso Cruz

editor: Alfaguara Portugal, dezembro de 2016
Um volume muito especial da Enciclopédia da Estória Universal, que inclui aforismos, dramas, apostas e considerações sobre temas tão importantes como Deus e a medida de uma cintura.
Inclui também um texto perdido nos tempos: o relato de um pintor renascentista que se vê enredado numa guerra violenta e sanguinária entre duas cidadelas inimigas, governadas por irmãos desavindos, que encarnam a acesa disputa entre o aristotelismo e o platonismo, depois de mil anos de esquecimento.

Mil Anos de Esquecimento

Enciclopédia da Estória Universal

de Afonso Cruz

Propriedade Descrição
ISBN: 9789896651664
Editor: Alfaguara Portugal
Data de Lançamento: dezembro de 2016
Idioma: Português
Dimensões: 156 x 250 x 18 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 216
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Romance
EAN: 9789896651664
e e e e e

O livro que não se esquece

Nmar

Como sempre, a escrita de Afonso Cruz é brilhante. São mil anos de esquecimento, num livro que não vão esquecer. Lindo!

e e e e e

Mil Anos mais

C.L.

Primeira leitura que fiz de Afonso Cruz, fiquei imediatamente rendido ao modo criativo como escreve, como nos enreda a atenção com o inusitado ou o fora do banal, por vezes desafiando o que é óbvio, sem contudo nunca fugir da esfera da razão ou daquilo que é possivel, a fazer lembrar Borges. É por isso uma leitura que transborda o momento em que se lê, que se demora um pouco mais enquanto nos faz companhia, e nos provoca curiosidade. Além do mais, Afonso Cruz parece ser um coleccionador de metáforas, sendo, aqui e ali, capaz de encontrar o belo!

e e e e e

a enciclopédia de afonso cruz

António José Cravo

a criatividade de afonso cruz espelhada em mais um exemplar da enciclopédia. mil anos se passarão, não é muito tempo, e a enciclopédia será citada pelas suas citações. o reencontro com algumas das personagens que constituem o universo ficcional de afonso cruz, leva-nos a redescobrir que "eu perdoo sempre aos meus amigos, mas vingo-me primeiro" e que o poder de deus é limitado e tem de recorrer aos historiadores. entre a ficção e a sátira uma viagem lúcida ao mundo em que vivemos. a não perder

e e e e E

A não esquecer!

Emanuel Guerreiro

Mais um volume da Enciclopédia que Afonso Cruz iniciou em 2009. Cruzando nomes, personagens, histórias e livros anteriores, a narrativa encaixa como um labirinto que se desfaz. De destacar a narrativa mais longa, que dá título ao volume, onde se evocam os artistas do Renascimento, o confronto entre as filosofias platónica e aristotélica e a ênfase do valor da arte.

Afonso Cruz

Afonso Cruz é escritor, ilustrador, cineasta e músico da banda The Soaked Lamb.
Em julho de 1971, na Figueira da Foz, era completamente recém-nascido, e haveria, anos mais tarde, de frequentar lugares como a António Arroio, as Belas-Artes de Lisboa, o Instituto Superior de Artes Plásticas da Madeira e mais de meia centena de países. Assina, desde fevereiro de 2013, uma crónica mensal no Jornal de Letras, Artes e Ideias sob o título «Paralaxe». Recebeu vários prémios e distinções nas diversas áreas em que trabalha, vive no campo e gosta de cerveja.
Os seus livros estão publicados em vários países.
www.afonsocruz.booktailors

(ver mais)
Flores

Flores

10%
Companhia das Letras
10,95€ 10% CARTÃO
Os livros que devoraram o meu pai

Os livros que devoraram o meu pai

10%
Editorial Caminho
12,50€ 10% CARTÃO
A Mulher-sem-cabeça e o Homem-do-mau-olhado

A Mulher-sem-cabeça e o Homem-do-mau-olhado

10%
Bertrand Editora
15,50€ 10% CARTÃO
portes grátis
A Nossa Alegria Chegou

A Nossa Alegria Chegou

10%
Companhia das Letras
16,50€ 10% CARTÃO
portes grátis