10% de desconto

Manual do Bom Fascista

de Rui Zink

Livro eBook
editor: Ideias de Ler, agosto de 2019
Quanto de fascista há em si? Estará o fascismo entre nós ou dentro de nós?

O Manual do Bom Fascista é um compêndio sobre a ascensão do fascismo dividido em 100 lições (ou mesmo mais) acessíveis a aprendizes de todos os níveis. Alguns dirão que este livro é uma chamada de atenção para o crescente poder do neofascismo, convidando a uma reflexão urgente sobre o modo como todos contribuímos para a propaganda desta ideologia. No entanto, talvez o livro seja mesmo apenas aquilo que parece: um manual de instruções para ajudar o leitor a descobrir o bom fascista que há em si, e como o alimentar melhor, quais as vitaminas a tomar, os exercícios a fazer, a fim de o aperfeiçoar. A bem da nação, obviamente.
Com amor e carinho, Rui Zink apresenta-nos um ensaio sobre a ideologia que voltou para assombrar os nossos dias e, se não nos pusermos a pau, os dos nossos bisnetos. Cientificamente concebido como guião, o Manual do Bom Fascista inclui casos que podem ser reais e um fascistómetro para o ajudar a ser um fascista bem-sucedido.
20220715-novidade-exels-andrea-piacquadio-640X426.jpg

Rir de assuntos sérios

Gargalhadas, risos e sorrisos. Há lá coisa melhor? Estes livros vão tirar do sério os mais sisudos Manual do Bom Fascista Rui Zink é aposta certa para um humor fino, cheio de subtilezas e contexto. Aqui, o autor brinca com o inominável: o regresso do fascismo. Como um daqueles monstros de filme de terror que teima em não morrer de vez, e sem sabermos muito bem como, não são poucas as vezes em que assistimos a tiradas que nos lembram o tempo da outra senhora. Encontramos, assim, cem lições para nos tornarmos “bons” fascistas, num trocadilho já de si muito inteligente. Para ler, rir, mas com aquele risinho nervoso de sabermos que talvez haja pessoas que não levam este livro na brincadeira.
QUERO LER!








  Terapia de Casal Rita da Nova e Guilherme Fonseca são um casal maravilha. Acompanhar a Rita nas redes sociais, ler os seus livros, dá-nos uma boa sensação, ficamos a sentir-nos bem com a vida. Guilherme Fonseca está por trás de algum do melhor humor nacional e é claro que estes dois juntos só poderiam dar boa coisa. É que até o casal sensação tem daqueles momentos em que as coisas pequeninas se agigantam e irritam, por vezes até à exaustão. Neste livro reúnem trinta temas e trinta direitos de resposta que qualquer casal merece. No fim, escolham de que lado ficam. Assim como assim, todas as hipóteses são válidas! QUERO LER!

  Vamos todos Morrer É um facto inegável. Se há algo democrático na vida, é a morte. Calha a todos, sem privilegiar classes sociais, raças, géneros ou credos. Hugo Van der Ding sabe bem disso e, como tal, reúne, neste volume, textos que partem da sua rubrica na Antena 3 e que nos dão breves lamirés sobre a vida de figuras públicas que já cá não estão. Algumas mais conhecidas, outras nem tanto, mas em todas dando aquele detalhe especial que torna o tema da morte algo mais leve do que o costume. Impossível rir com o tema? Experimente este livro e logo nos dirá. QUERO LER! O livro das piadas secas e não só! Há gostos para tudo, até para este tipo de piada. Cá em casa as opiniões dividem-se: se um revira os olhos com as secas, o outro rebola a rir. E há sempre a tentativa de um evangelizar o outro para a sua razão. Uma coisa é certa: na sua extensa maioria, estas são piadas que podem ser ditas a bom som em todo o lado, pois pouco têm de polémicas. Sugerimos que alguém as leve para uma reunião de família, e sempre que aquele tio inconveniente se puser com as suas conversas sérias e sisudas, saque de uma destas piadas para aliviar o ambiente. Mal, de certeza, não faz. QUERO LER!

Manual do Bom Fascista

de Rui Zink

Propriedade Descrição
ISBN: 978-989-740-070-4
Editor: Ideias de Ler
Data de Lançamento: agosto de 2019
Idioma: Português
Dimensões: 142 x 210 x 16 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 176
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Humor Livros em Português > Política > Política em Geral
EAN: 978989740070413
Idade Mínima Recomendada: Não aplicável
e e e e e

Um livro inteligente, MUITO divertido e assustador.

Os Livros da Lena

Um livro inteligente, MUITO divertido e assustador. E´ um livro total e absolutamente sarca´stico e iro´nico, mas com muita verdade. Consiste num conjunto de 100 lic¸o~es para "tornar-se" um bom fascista. E´ um livro que (Muito ao jeito de Rui Zink) disseca alguns dos males portugueses, como a altivez e a condescende^ncia perante diferenc¸as culturais, por exemplo. E´ um livro que, com uma mensagem, aparentemente, simples, consegue fazer o leitor (que para isso tenha capacidade - viva o sarcasmo!) pensar no racismozinho, xenofobiazinha, islamofobiazinha, misogeniazinha, e mais uns inhos e inhas de que muito portugueses sofrem e na~o admitem. Adorei. Aconselho a ler entre a leitura de um outro livro, porque e´ preciso digerir bem cada lic¸a~o.

e e e E E

inteligente

t.

livro inteligente, irónico e deveras necessário. vários foram os momentos em que tive que parar para pensar e concordar com aquilo que o autor escreveu.

e e e e E

Inteligente e Divertido

Catarina

Um manual inteligente e com humor peculiar que nos faz ficar agarrados a todas as páginas. Com uma ironia e subtileza de outro um do o autor retrata ideias através de expressões e situações que fazem qualquer um pensar

e e e e E

Uma visão comico-filosófica da sociedade

Carlos Galinho Pires

Uma leitura agradável e crítica dos comportamentos dos portugueses no seu dia-a-dia. Nunca tinha lido Zink, estava à espera que os tópicos fossem aprofundados um pouco mais, ainda assim, voltaria a lê-lo.

e e e e E

Fabuloso

Marco Nascimento

Uma visão descontraída e com humor

e e e e e

Espetacular!

João Torres Pinto

Um ótimo livro, que retrata de uma forma muito interessante e divertida uma boa parte da população portuguesa.

e e e e E

Mordacidade desenfreada

Fábio Lavos Martins

Sempre me catvou o Rui Zink. Mesmo que algumas das suas obras me tenham dito pouco mais que nada, mantenho me leitor assíduo. Porque noutras, o retorno é tremendo e o prazer absoluto. Este diz ao que vem. Com uma ironia muito mal escondida, o retrato ácido do neo populismo crescente, que, se nos distraímos, até nos permite sorrir, deveria ser de leitura obrigatória para jovens adultos, e tentar cercear inclinações pela redução ao Ridiculo

e e e e e

Formidável! Simples e acutilante.

Cristina Santos

Um retrato intimidante da sociedade! Uma descrição perfeita daquilo que o sujeito humano "verdadeiramente" pensa ...bravo Zink! É sempre um enorme prazer lê-lo e/ou ouvi-lo.

e e e e e

A triste sociedade de hoje em dia

João Vitor Sousa Santos

Livro muito bom, carregado de ironia e que representa muito bem a sociedade de hoje em dia.

e e e E E

Tão português

Adriana Costa

Um livro que critica a torto e a direito o povo português. O autor escreve à "portuguesa", levando-nos com ele para uma mesa de café e convidando-nos a passar um bom momento de humor e auto-reflexão.

Rui Zink

Rui Zink nasceu em Lisboa em 1961. Além de escritor e professor na NOVA FCSH, é membro fundador dos Felizes da Fé e da ACA-M. Autor de uma obra diversificada, do romance à banda desenhada, passando pelo ensaio ou literatura infantil, publicou títulos como o Hotel Lusitano (1986), Apocalipse Nau (1996), O Suplente (2000), O Anibaleitor (2011), Manual do Bom Fascista (2019) e O avô tem uma borracha na cabeça (2020).
A sua obra está traduzida em várias línguas, como inglês, alemão, romeno, hebraico ou bengali, e já foi distinguida dentro e fora de Portugal, destacando-se o Prémio do P.E.N. Clube Português de Novelística, pelo romance Dádiva Divina, em 2004, ou o Prémio Utopiales para melhor romance estrangeiro, com a edição francesa de A instalação do medo, em 2017.

(ver mais)
O avô tem uma borracha na cabeça

O avô tem uma borracha na cabeça

10%
Porto Editora
14,40€ 10% CARTÃO
A Instalação do Medo

A Instalação do Medo

10%
Porto Editora
15,50€ 10% CARTÃO
portes grátis