Como Ser Um Conservador

de Roger Scruton

editor: Editora Guerra & Paz
Ser conservador é ser moderno na defesa do passado e criativo na defesa da tradição.
ESGOTADO OU NÃO DISPONÍVEL
VENDA O SEU LIVRO i
O conservadorismo defendido neste livro mostra-nos que herdámos colectivamente coisas virtuosas que devemos empenhar-nos em manter. A oportunidade de vivermos as nossas vidas como queremos; a segurança da lei imparcial, através da qual as nossas ofensas são redarguidas e os nossos males reparados; a protecção do nosso ambiente como um bem partilhado, que não pode ser confiscado ou destruído de acordo com o capricho de interesses poderosos; a cultura aberta e questionadora que moldou as nossas escolas e universidades; os procedimentos democráticos que nos permitem eleger os nossos representantes e aprovar as nossas próprias leis - estas e muitas outras coisas são-nos familiares e dadas por garantidas. Estão todas sob ameaça.
O conservadorismo é a resposta racional e não-reaccionária a essa ameaça. Talvez seja uma resposta que exige mais compreensão do que aquela que a pessoa comum está preparada para lhe dedicar. Mas o conservadorismo é a única resposta às realidades emergentes, e, neste livro, o autor tenta afirmar, sucintamente, porque é que seria irracional adoptar qualquer outra.

«Roger Scruton é uma raridade: um filósofo de primeira linha que tem efectivamente uma filosofia [...] uma das poucas vozes intelectualmente autorizadas do conservadorismo britânico moderno.»
Revista The Spectator

«Um pequeno livro persuasivo e pungente.»
Revista The Oldie

«Scruton traz audácia e sagacidade para a questão do que deve ser o conservadorismo.»
Jornal Daily Telegraph

Como Ser Um Conservador

de Roger Scruton

ISBN: 9789897024443
Editor: Editora Guerra & Paz
Idioma: Português
Dimensões: 153 x 230 x 17 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 248
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Português > Política > Política em Geral
EAN: 9789897024443
e e e e e

Excelente

Rodrigo

Uma viagem pela evolução da política mundial, identificando os prós e contras das diversas ideologias.

e e e e e

Essencial!

Hb.

Uma leitura fascinante e obrigatória que arrebata e enxuga a visão e o imaginário atrofiado do Homem contemporâneo... 'O conservadorismo defendido neste livro mostra-nos que herdámos colectivamente coisas virtuosas que devemos empenhar-nos em manter.'

e e e e e

Uma excelente tradução

LMF

Obra indispensável para entender porque é que "o conservadorismo não é para homens de geleia", citação do grande escritor, excelente filósofo e professor dotado de uma fenomenal eloquência Olavo de Carvalho cujas obras todavia não foram traduzidas para o nosso português de Portugal...

e e e e e

"Leitura obrigatória" nos dias de hoje

Nuno Gonçalves

Uma obra interessante e de "leitura obrigatória" para quem se preocupa com a evolução da política mundial.

Roger Scruton

Roger Scruton (27 de fevereiro de 1944 - 12 de janeiro de 2020) foi um dos mais importantes filósofos britânicos. Doutorado em Filosofia pela Universidade de Cambridge. Lecionou na Universidade de Buckingham, onde dirigiu o mestrado em Filosofia, e na Universidade de Oxford. Foi membro do Centro de Ética e Políticas Públicas de Washington, nos Estados Unidos. Em 2016, Isabel II condecorou-o com o título de Knight Bachelor, pelos serviços prestados à filosofia, à docência e ao ensino público.
Tem mais de 50 livros publicados, entre ensaio, ficção e teatro, incluindo as obras O Ocidente e o Resto, Guia de Filosofia para Pessoas Inteligentes, Beleza e Breve História da Filosofia Moderna, editados em Portugal pela Guerra e Paz. Fundou a revista de orientação conservadora The Salisbury Review, que editou de 1982 a 2001, e escreveu artigos na imprensa britânica com regularidade.

(ver mais)
20%
Quetzal Editores
15,92€ 19,90€
portes grátis
20%
Editora Guerra & Paz
12,00€ 15,00€
portes grátis
20%
Universidade Católica Editora
4,00€ 5,00€
portes grátis
20%
Bertrand Editora
15,04€ 18,80€
portes grátis