20% de desconto

Cadernos de Iniciação Científica

de Rómulo de Carvalho

editor: Relógio D'Água, abril de 2004
VENDA O SEU LIVRO i
Os Cadernos de Iniciação Científica, de Rómulo de Carvalho, publicados em Lisboa entre 1979 e 1985, são uma das realizações mais notáveis do autor nos campos da pedagogia e da didáctica das ciências. Os Cadernos, "destinados especialmente aos jovens estudantes dos 9 aos 15 anos", (...) combinam no seu conteúdo um texto muito acessível e de fácil leitura, sem cair em simplificações que falseiem o entendimento da realidade, com uma apresentação atraente que recorre abundantemente à imagem não apenas para despertar o interesse do leitor mas também como veículo de informação, designadamente, situando os temas numa perspectiva histórica no longo e ininterrupto percurso cognitivo da Humanidade.

"De onde vem a água da chuva? Por onde é que anda o sol durante a noite? O que são os relâmpagos? E os trovões? "Há pessoas" explica Rómulo de Carvalho numa linguagem fácil (por vezes, poética) que nada tem de facilitista, "que fazem perguntas destas sem se importarem muito com as respostas, mas há outras que não sossegam enquanto não arranjarem respostas que as satisfaçam.""
in Visão, 13 Janeiro 2005

Cadernos de Iniciação Científica

de Rómulo de Carvalho

Propriedade Descrição
ISBN: 9789727087778
Editor: Relógio D'Água
Data de Lançamento: abril de 2004
Idioma: Português
Dimensões: 234 x 188 x 24 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 382
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Português > Ciências Sociais e Humanas > Outros Livros em Português > Infantis e Juvenis > Livros de Referência
EAN: 9789727087778
Idade Mínima Recomendada: Não aplicável
Rómulo de Carvalho

Rómulo Vasco da Gama Carvalho nasceu em Lisboa em 1906 e faleceu na mesma cidade, em 1997.
Poeta, autor dramático, cientista e historiador, formado em Ciências Físico-Químicas pela Universidade do Porto. Com o seu nome próprio, Rómulo de Carvalho é autor de numerosos volumes de divulgação da cultura científica, publicados, nos anos 50 e 60, na colecção "Ciência para gente nova", da Atlântida nos anos 70, nos "Cadernos de iniciação científica", da Sá da Costa, a que seguiriam nas décadas posteriores vários manuais escolares. Ainda neste domínio, desenvolveu trabalhos de investigação sobre a história da ciência em Portugal. Como poeta, sob o pseudónimo de António Gedeão, é contemporâneo da geração de "Presença", mas só se revelou na segunda metade do século, sendo saudado, no momento da sua revelação, por David Mourão-Ferreira como uma voz "inteiramente nova" no panorama poético dos anos 50 (cf. Vinte Poetas Contemporâneos , 2.a ed., Lisboa, Ática, 1980, pp. 149-153). Para essa originalidade concorriam, entre outros traços, a incorporação das tradições do primeiro e segundo modernismos, a opção por um estilo rigorosamente cadenciado e ritmado, a expressão da inquietação e angústia colectivas do Homem do pós-guerra ou o recurso frequente a uma terminologia ou imagística provenientes do domínio científico. Jorge de Sena (cf. estudo introdutório à segunda edição de Poesias Completas , Lisboa, Portugália, 1968) e Fernando J. B. Martinho (cf. Tendências Dominantes da Poesia Portuguesa da Década de 50 , Lisboa, Colibri, 1996, pp. 428-433) assinalam na poesia de António Gedeão a recorrência de dispositivos retóricos que permitem considerar no âmbito de um neobarroquismo a poesia do autor de Movimento Perpétuo.
Vários dos seus poemas foram também divulgados através da música, como, por exemplo, Calçada de Carriche, Fala do Homem Nascido, Lágrima de Preta e Pedra Filosofal , tendo este último, composto e cantado por Manuel Freire, obtido um sucesso invulgar.

(ver mais)
Física No Dia-a-Dia

Física No Dia-a-Dia

20%
Relógio D'Água
11,30€ 14,13€
portes grátis
História dos Balões

História dos Balões

20%
Relógio D'Água
8,07€ 10,09€
portes grátis
O que é isto da Biologia?

O que é isto da Biologia?

20%
Texto Editores
10,00€ 12,50€
portes grátis
O que é Isto da Física?

O que é Isto da Física?

20%
Texto Editores
10,00€ 12,50€
portes grátis