Barbatanar nas Cores do Arco-íris

de Carlos Canhoto; Ilustração: Marc

editor: Grácio Editor
RECOMENDADO PELO PLANO NACIONAL DE LEITURA i
Plano Nacional de Leitura
Livro recomendado para o 3º ano de escolaridade, destinado a leitura autónoma.

Diferente, mas contente, Flu é a heroína desta estória mágica. A sua curiosidade infinita leva-a a querer tocar nas Cores do Arco-Íris. Na capa, a genialidade do título e a frescura da colorida ilustração cativa-nos e desafia-nos a abrir, folhear e lêr as aventuras que ali se escondem. Afinal, o que significará esta nova palavra? Poderemos também nós, leitores, "Barbatanar nas cores do Arco-Íris"? Qual será a cor da Amizade? E do Amor? Mas a Flu não barbatana sozinha, todas as personagens que a rodeiam têm a sua função, ora guiando-a pelos cantos e recantos daquelas águas, ora acompanhando-a nas suas barbatanagens. À medida que explora e explica o ambiente dos rios e dos seus pequenos habitantes, o autor procura fazer emergir uma panóplia de valores, como a Amizade, a Tolerância pela Diferença, o Respeito pela Natureza, tão esquecidos pelo Homem, mas essenciais, mesmo à vida de um peixinho. E é então no desaguar das águas desta estória que encontramos o lago dos sonhos por concretizar.

Barbatanar nas Cores do Arco-íris

de Carlos Canhoto; Ilustração: Marc

ISBN: 9789898377081
Editor: Grácio Editor
Idioma: Português
Dimensões: 208 x 209 x 4 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 48
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Português > Infantis e Juvenis > Livros Infantis de Ficção
EAN: 9789898377081
Carlos Canhoto

António Luís Carlos, alentejano de Pavia, onde nasceu em 1961, escreve sob o pseudónimo de CARLOS CANHOTO. Passou as tardes da meninice com a sua avó Felicidade, a quem dedicou um dos seus últimos livros. No Inverno brincava à batalha naval na poça do Curral do Concelho, com barcos de folha de piteira. Na Primavera corria atrás dos pássaros à procura dos ninhos e espreitava as bogas que ao luar subiam os ribeiros para a desova. Hoje vive num monte, é apicultor e tem também uma horta e um pequeno pomar com árvores que ele mesmo plantou e trata. Gosta muito de inventar histórias e de dar vida a fantoches e marionetas.
Além do livro O Monte Secou, prémio Maria Rosa Colaço em 2007 (Almada), tem mais seis histórias para o Ensino Básico: Barbatanar nas cores do arco-íris, integrado no Plano Nacional de Leitura; Pirá, aconselhado pela Casa da Leitura da Gulbenkian; Anuro; Serei uma Plantinha Daninha?; A minha avó Felicidade; e o Pirilampo.

(ver mais)
Canto Redondo & Jornal do Fundão
10,80€ 12,00€
Editora Garatuja
12,00€ 10% CARTÃO
Far Far Away Books and Media
7,00€ 10% CARTÃO
Lugar da Palavra
10,60€ 10% CARTÃO