10% de desconto

Algo de Especial

de Iris Murdoch

editor: Publicações Europa-América, abril de 2001
De facto, algo de muito especial, este conto inesperado e encantador. Tendo apenas sido publicado numa antologia na década de 50 e no Japão, e apenas descoberto após a sua morte, é o único conto que Iris Murdoch escreveu para publicação.

Passado em Dublin, tendo por fundo, de forma vívida e reconhecida, a cidade nativa da escritora nos finais dos anos cinquenta, Algo de Especial é a história de Yvonne, uma vulgar e ousada jovem irlandesa, que acredita que existe algo mais na vida para além do casamento com Sam, o respeitável jovem que com ela namora.

Escrito com vitalidade e o característico humor malicioso, avança para um surpreendente clímax e conclusão — uma história pungente e estranhamente inquietante sobre a incompatibilidade dos sonhos e desejos.

Algo de Especial

de Iris Murdoch

Propriedade Descrição
ISBN: 9789721049321
Editor: Publicações Europa-América
Data de Lançamento: abril de 2001
Idioma: Português
Dimensões: 114 x 175 x 4 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 54
Tipo de produto: Livro
Coleção: Livros de Bolso / Europa América
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Romance
EAN: 5601072556294
Idade Mínima Recomendada: Não aplicável
Iris Murdoch

Escritora e professora universitária inglesa, Iris Murdoch nasceu a 15 de julho de 1919, em Dublin, Irlanda, e morreu a 8 de fevereiro de 1999, em Oxford, Inglaterra, depois de lhe ter sido diagnosticada a doença de Alzheimer em meados dos anos 90.
Estudou cultura clássica, história antiga e filosofia no Sommerville College em Oxford. Foi membro do Partido Comunista durante a Segunda Guerra Mundial mas, desiludida, abandonou-o posteriormente. Fez uma pós-graduação em filosofia com Ludwig Wittgenstein antes de se tornar membro do Anne's College em Oxford em 1948, tendo também dado aulas no Royal College of Art.
Pensa-se que terá tido ligações sentimentais com intelectuais como Raymond Queneau, Elias Canetti e Jean-Paul Sartre, mas em 1956 casou com John Bayley, também ficcionista e professor em Oxford. Costumava indicar como escritores preferidos os nomes de Shakespeare, Henry James, Leão Tolstoi e T. S. Eliot.
A primeira obra que publicou foi o estudo crítico Sartre, Romantic Rationalist (1953) sobre o existencialismo francês. A sua carreira como ficcionista começou em 1954, quando publicou o seu primeiro romance Under the Net. Depois disso deu à estampa mais de vinte romances, entre os quais se destacam A Severed Head (1961), The Bell (1958), The Sandcastle (1957) e The Sea, the Sea (vencedor do Booker Prize em 1978). Publicou também peças de teatro e estudos críticos na área da filosofia.
A obra de Iris Murdoch aborda questões éticas e morais e a forma como elas se entrelaçam naquilo a que ela gostava de chamar a "unique strangeness" dos seres humanos.

Iris Murdoch. In Infopédia [Em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2011.

(ver mais)
A Oeste Nada de Novo

A Oeste Nada de Novo

10%
Publicações Europa-América
6,90€ 10% CARTÃO
Nana

Nana

10%
Publicações Europa-América
6,90€ 10% CARTÃO
O Sino

O Sino

10%
Relógio D'Água
17,00€ 10% CARTÃO
portes grátis
O Cavaleiro Verde

O Cavaleiro Verde

10%
Publicações Europa-América
21,90€ 10% CARTÃO
portes grátis
O Pote de Ouro

O Pote de Ouro

10%
Publicações Europa-América
6,90€ 10% CARTÃO
Cartas ao Eterno

Cartas ao Eterno

10%
Chiado Books
8,00€ 10% CARTÃO