10% de desconto

A Minha Mulher

de Anton Tchékhov

editor: Publicações Europa-América, abril de 2004
Pavel Anndreievitch é um homem generoso. Distribui dinheiro pelos pobres, preocupa-se com a distribuição de alimentos e, em conjunto com a sua mulher, toma a seu cargo a organização de socorro aos famintos. Mas, por vezes, nem as melhores acções produzem os melhores resultados. E, por entre desavenças conjugais e o contínuo crescimento de pobres e famintos, Pavel vê-se defrontado com a sua própria individualidade e com o mundo que o rodeia, num universo em permanente ebulição.

A Minha Mulher

de Anton Tchékhov

Propriedade Descrição
ISBN: 9789721052475
Editor: Publicações Europa-América
Data de Lançamento: abril de 2004
Idioma: Português
Dimensões: 114 x 176 x 6 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 96
Tipo de produto: Livro
Coleção: Livros de Bolso / Europa América
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Romance
EAN: 5601072556508
Idade Mínima Recomendada: Não aplicável
Anton Tchékhov

Anton Tchékov nasceu em Taganrog, no sul da Rússia, no dia 29 de janeiro de 1860, filho de um comerciante. A sua família mudou-se para Moscovo em 1876 devido à falência do pai, mas Anton permanece na sua cidade natal para terminar o liceu. Assim, só três anos mais tarde se juntou à família em Moscovo, onde se matricula na faculdade de Medicina. Para ajudar financeiramente a família, Tchékhov faz pequenos trabalhos jornalísticos e as primeiras tentativas literárias. Termina os estudos de Medicina em 1884 e começa a exercer nos arredores de Moscovo.
A sua primeira narrativa é publicada num jornal humorístico em 1880, desencadeando uma intensa colaboração de Anton com diversas publicações. Os seus primeiros textos dramáticos datam do final da década de 1880 ("Ivánov").
No ano de 1892 compra uma casa no campo, em Mélikhovo, para onde se muda com a família. Três anos mais tarde visita Tolstoi, cujas ideias irão exercer uma forte influência e um grande fascínio sobre Tchékhov.
Por motivos de doença, muda-se para Ialta, em Crimée. É no final da sua vida que escreve as três peças que o consagram como grande dramaturgo: "A Gaivota" em 1896, "As Três Irmãs" em 1900 e "O Cerejal" em 1903. Em 1904 parte para a Alemanha com a atriz Olga Knipper, com quem casara em 1901, morrendo no mês de julho em Badenweiler, na Floresta Negra. Hoje é reconhecido como um dos maiores escritores russos.

(ver mais)
A Oeste Nada de Novo

A Oeste Nada de Novo

10%
Publicações Europa-América
6,90€ 10% CARTÃO
Nana

Nana

10%
Publicações Europa-América
6,90€ 10% CARTÃO
Gaivota - O Tio Vânia - Três Irmãs - O Genial

Gaivota - O Tio Vânia - Três Irmãs - O Genial

10%
Relógio D'Água
18,50€ 10% CARTÃO
portes grátis
A Senhora do Cãozinho

A Senhora do Cãozinho

10%
Relógio D'Água
6,30€ 7,00€
Júpiter

Júpiter

10%
Publicações Europa-América
25,50€ 10% CARTÃO
portes grátis
A Máquina de Desintegração | Quando o Mundo Gritou

A Máquina de Desintegração | Quando o Mundo Gritou

10%
Publicações Europa-América
9,90€ 10% CARTÃO