10% de desconto

A Desobediência Civil

Defesa de John Brown

de Henry David Thoreau; Tradução: Manuel João Gomes

editor: Antígona, janeiro de 1987
VENDA O SEU LIVRO i
A Desobediência Civil é um dos textos mais célebres na obra de Thoreau e um dos mais famosos discursos revolucionários de todos os tempos. Martin Luther King leu e releu a Desobediência Civil e nela aprendeu a estratégia da não-violência; Gandhi trazia sempre um exemplar na bagagem.

A Desobediência Civil é e continuará a ser o livro-guia de todos os que, aqui e agora, têm consciência das injustiças a que estão sujeitas as minorias, num tempo em que os cidadãos são incitados a prestar culto ao dinheiro, porque o Estado sabe, como Thoreau denuncia, que o dinheiro silencia muitas perguntas que o homem de outro modo seria obrigado a fazer.

A Desobediência Civil

Defesa de John Brown

de Henry David Thoreau; Tradução: Manuel João Gomes

Propriedade Descrição
ISBN: 9789726080121
Editor: Antígona
Data de Lançamento: janeiro de 1987
Idioma: Português
Dimensões: 131 x 212 x 10 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 120
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Português > Política > Política em Geral
EAN: 9789726080121
Idade Mínima Recomendada: Não aplicável
e e e e e

Um manual contemporâneo

Gonçalo Gomes

Um manifesto de recusa de conivência com a violação de valores como a justiça, ainda que em nome da lei, pela pena de um dos mais eloquentes e influentes autores da História partilhada.

e e e e E

Manual para o desconfinamento e estados de emergência

Hugo Rodrigues

Desobediência civil é uma forma de protesto político feito pacificamente e que se opõe a alguma ordem que possui um comportamento de injustiça ou contra um governo visto como opressor pelos desobedientes. Em tempos de Pandemia é visto como um manual por vários movimentos.

e e e e E

Despertar para a Verdade

Carlos Lourenço

Um livro curto, direto, frio, poético. As verdades, na visão do autor, são apontadas de uma forma dura e poética ao mesmo tempo, a frieza e o altruísmo andam de mãos juntas neste livro que nos abre horizontes e nos desperta para a Verdade das manipulações político-sociais presentes na época. Contudo este não é um livro de época, ele é intemporal, pois o dedo é apontado ao ser humano, aquele que se deixa manipular e não questiona, e, por isso, é um livro bastante atual no que respeita à condição de submissão a que nós humanos continuamos a nos sujeitar.

e e e e e

Primeiro contacto com discurso de Thoreau

Fernandes

Um verdadeiro despertar para o idealismo e para a pureza do que nos rodeia, contrastando com a desvitalização do sintético em que crescemos.

e e e e e

5 estrelas

Raquel

"Gandhi trazia sempre um exemplar na bagagem".....eu digo que todos devíamos trazer. Recomendo vivamente a leitura deste livro a todas as pessoas.

e e e e e

Um livro obrigatório

Patrick E. Afonso

Publicado pela primeira vez em 1849. Neste ensaio, Thoreau argumenta que os indivíduos não devem permitir que os seus governos anulem ou atrofiem as suas consciências, e que os cidadãos têm o dever de evitar que tal aconteça, senão serão cúmplices do governo e tornar-se-ão agentes da injustiça. Thoreau escreveu o ensaio após ter sido preso por não pagar os seus impostos, que ele se negou a pagar por estes servirem para financiar a guerra contra o México e por não concordar com um governo que permite a escravidão. Esta obra inspirou Mahatma Gandhi, Leon Tolstói, e Martin Luther King Jr. Deixo-vos com esta citação de Howard Zinn que resume bem todo os espírito do livro: “A desobediência civil não é o nosso problema. O nosso problema é a obediência civil. O nosso problema é que as pessoas, no mundo inteiro, têm obedecido aos ditames dos líderes ... e milhões foram mortos por causa dessa obediência. O nosso problema é que as pessoas são obedientes por todo o mundo, face à pobreza, à fome e à estupidez, face à guerra e à crueldade. O nosso problema é que as pessoas são demasiado obedientes; e enquanto as cadeias estão cheias de pequenos ladrões, os grandes ladrões estão a governar o país. Esse é o nosso problema.”

e e e e e

Recomendo

David Samuel dos Santos Prata

Excelente livro, onde a integridade do individuo é posta a prova, onde se põe em causa o poder central e as suas políticas para um "todo mais saudável". È preciso, enfrentar com coragem e amor, as injustiças que presenciamos no nosso quotidiano...

Henry David Thoreau

Henry David Thoreau (1817-1862), é considerado por muitos como um dos maiores escritores norte-americanos. Ensaísta, poeta, naturalista, investigador, historiador, filósofo e transcendentalista, ficou conhecido, entre outras, pela obra Desobediência Civil, na qual defende a desobediência individual e pacífica como forma de oposição legítima contra as injustas. Esta sua filosofia influenciou o pensamento político e as ações de filósofos, ativistas e diversas personalidades que viriam a lutar por muitos dos direitos que hoje tomamos como adquiridos, entre os quais Gandhi, Tolstói ou Martin Luther King, Jr.

(ver mais)
Andar a Pé

Andar a Pé

10%
Alma dos Livros
12,46€ 10% CARTÃO
Desobediência Civil

Desobediência Civil

10%
Ideias de Ler
11,10€ 10% CARTÃO
A Liberdade é uma Luta Constante

A Liberdade é uma Luta Constante

10%
Antígona
16,00€ 10% CARTÃO
portes grátis
O Manifesto Comunista

O Manifesto Comunista

Padrões Culturais
5,58€