10% de desconto

(Des)dramatizar na Doença Mental

de Fernando Vieira

editor: Edições Sílabo, abril de 1999
Os autores, todos eles com larga experiência clínica em psicoterapia e psicodrama, expõem de uma forma simples, sem abandonar o rigor científico, assuntos que, dizendo respeito à Psiquiatria e à Psicologia, interessam a todos.

Abordam não só as questões da doença mental, mas sobretudo a problemática da Saúde Mental, da vida de relação e dos conflitos do dia-a-dia, tratando as pessoas enquanto Pessoas. É por isso um livro que interessa tanto ao cientista como ao intelectual ou ao artista, mas que no fundo se dirige a cada um de nós que vivemos numa sociedade cada vez mais geradora de stress.

É particularmente bem conseguida a ponte entre os aspectos técnicos e os não técnicos, motivo porque se torna fascinante e acessível a um público mais vasto. Tudo isto, não abandonando o formato de um precioso manual para estudantes, psicólogos, psiquiatras, terapeutas e enfermeiros que, praticando ou não psicodrama, ajudam e convivem com quem sofre.

Recomenda-se, também, a todos aqueles que gostam de Arte Dramática, ou os que apreciam um bom teatro, neste grande palco que é a vida.

(Des)dramatizar na Doença Mental

de Fernando Vieira

Propriedade Descrição
ISBN: 9789726181910
Editor: Edições Sílabo
Data de Lançamento: abril de 1999
Idioma: Português
Dimensões: 158 x 232 x 13 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 248
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Português > Ciências Sociais e Humanas > Psicologia
EAN: 9789726181910
Idade Mínima Recomendada: Não aplicável
Fernando Vieira

Assistente Graduado Sénior no Serviço de Psiquiatria Forense do Centro Hospitalar Psiquiátrico de Lisboa (CHPL).
Ex-Diretor do Serviço de Clínica Forense do Instituto Nacional de Medicina Legal, IP (INML, IP). Pós-Graduado em Medicina Legal e Direito Biomédico.
Autor de capítulos, artigos científicos e apresentações em congressos nacionais einternacionais.
Membro da Comissão Instaladora do Colégio da Subespecialidade de Psiquiatria Forense da Ordem dos Médicos (OM) e da Comissão Nacional de Acompanhamento da Lei de Saúde Mental, que presidiu de 2006 a 2008.

(ver mais)