Receita da semana: tarte de mirtilos com leitelho e limão

De Linda Lomelino já só esperamos o melhor e o seu novo livro não foge à regra: é um permanente atentado à visão - o food styling é único e as fotografias deliciosas - e aos níveis de açúcar no sangue.
Como "uma vez não são vezes", deixamos-lhe esta sugestão que pede uma boa chávena de chá e o conforto de estar em casa nos dias de tempestade.
Tarte de Mirtilos com Leitelho e Limão
Ingredientes
3 tartes pequenas/6-8 porções
    Massa
  • 2 chávenas de farinha de trigo
  • 2 colheres de sopa de açúcar granulado
  • ¼ de colher de chá de sal marinho
  • 225 g de manteiga fria
  • 6-8 colheres de sopa de leitelho frio


  • Recheio de mirtilo
  • 700 g de mirtilos, frescos ou congelados
  • 6-8 colheres de sopa de açúcar granulado
  • raspa fina da casca de 1 limão
  • ½ colher de chá de essência de baunilha
  • 4 colheres de sopa de amido de milho
  • 4 colheres de sopa de sumo de limão


  • Glacé
  • 1 ovo
  • 1 colher de sopa de leite
  • 1 pitada de sal marinho
  • 1 colher de sopa de açúcar turbinado ou açúcar integral de cana
Tarte de Mirtilos com Leitelho e Limão
Preparação

Da massa

1. Misture os mirtilos, o açúcar, a raspa de limão e a essência de baunilha numa caçarola. Deixe levantar fervura. Dissolva o amido de milho no sumo de limão e junte à mistura de mirtilos, mexendo sempre. Deixe cozer em lume brando durante alguns minutos, mexendo sempre enquanto engrossa.
2. Tire do lume e deixe arrefecer completamente.

Estender a massa e cozer as tartes
1. Pré -aqueça o forno a 200 °C.
2. Divida a massa em 3 partes iguais e estenda uma porção de cada vez numa superfície polvilhada com farinha, até terem 3-4 mm de espessura. Corte círculos de massa para uma tarteira de 13 cm de diâmetro, devem ter cerca de 21 cm. Reserve a massa que sobrar. Forre as tarteiras e leve ao frigorífico.
3. Estenda a massa que sobrou e corte-a em tiras ou faça formas com uma faca, um cortador de piza ou uma tesoura.
4. Retire as bases do frigorífico. Adicione o recheio. Se fizer uma cobertura em treliça, pincele o rebordo com água. Faça a treliça e prepare o rebordo a gosto; em alternativa, disponha as formas de massa sobre o recheio e pressione ligeiramente.
5. Leve as tartes ao congelador durante 15 minutos (para manterem melhor a forma enquanto cozem).
6. Para fazer o glacé, bata o ovo, o leite e o sal. Pincele a cobertura das tartes com a mistura e polvilhe com o açúcar turbinado. Se usar formas pequenas de massa na parte de cima, não junte o ovo batido.
7. Coza as tartes na prateleira mais baixa do forno durante 20 minutos. Reduza a temperatura para 175 °C e coza durante mais 25-30 minutos, ou até as tartes estarem douradas e o recheio a borbulhar. Tire as tartes do forno e deixe arrefecer completamente. Sirva-as com Gelado de Baunilha (pág. 141) ou Molho de Baunilha (pág. 142), se desejar.

Nota da autora: O leitelho é o líquido que resulta do fabrico da manteiga. É semelhante à coalhada, mas a consistência é mais líquida. O seu sabor ácido combina muito bem com o limão e os mirtilos.
Se não encontrar leitelho à venda, pode preparar um substituto: misture 2/3 de chávena de leite com 2 colheres de sopa de limão espremido no momento e deixe repousar durante 10 minutos. O leite coalha e está pronto a usar.
Espreite também o booktrailer do livro!
Novo livro de Linda Lomelino, Tartes Caseiras

Livros relacionados

Wook está a dar

Subscreva!