Estas mulheres foram mesmo extraordinárias

Portuguesas Extraordinárias
Mulheres de coragem à frente do seu tempo
Portugal é um país de mulheres excecionais. A História mostra-nos que houve (e continua a haver) uma série de portuguesas que, ao longo dos séculos, se têm distinguido nas mais diversas áreas - ciência, literatura, música, desporto, culinária, política, entre muitas outras.

Por esse motivo, a escritora e editora Maria do Rosário Pedreira decidiu homenagear algumas dessas personalidades no livro Portuguesas Extraordinárias.
São mulheres que, em épocas diferentes, se rebelaram contra convenções e obstáculos, tendo alcançado feitos incríveis que mudaram Portugal e o Mundo e que merecem permanecer na memória coletiva.

Sabe quem foi Brites de Almeida, Josefa de Óbidos, Maria Barroso ou Catarina Eufémia?
Descubra connosco!
«Ser mulher hoje em Portugal é relativamente fácil: podemos tirar a carta de condução, viajar sozinhas, sair à noite sem um marido ou namorado, votar nas eleições, escolher uma profissão (…). No entanto (e por isso escrevi este livro), nem sempre foi assim.»
BRITES DE ALMEIDA – A PADEIRA DE ALJUBARROTA
A Padeira de Aljubarrota
«Há quem diga que é lenda, mas ainda hoje, em Aljubarrota, se mostra aos turistas a pá com que Brites, sozinha, deu cabo dos sete castelhanos que se tinham escondido no forno da sua padaria… E então estas mulher tornou-se o símbolo de todos os portugueses anónimos que ajudaram Portugal a livrar-se dos invasores.

Brites adorava uma boa briga e cedo aprendeu a manejar a espada. Com ela, matou, aliás, um soldado – o que a obrigou a fugir para longe num veleiro que seria assaltado por piratas; levada como escrava para a Mauritânia, Brites matou o patrão e os seus guardas, conseguindo regressar à pátria. Foi em Aljubarrota que se fez padeira e passou de criminosa a heroína.»
CURIOSIDADES
* Conta-se que a padeira tinha seis dedos em cada mão;
* Brites é uma versão antiga do nome Beatriz;
* A ala mais corajosa do exército português na Batalha de Aljubarrota ficou conhecida por Ala dos Namorados por os soldados serem todos jovens;
* Uma das freguesias de Aljubarrota tem a pá de Brites no seu escudo.

Livros relacionados

Wook está a dar

Subscreva!