10% de desconto

Um Gentleman em Moscovo

de Amor Towles

editor: Dom Quixote, fevereiro de 2018
Uma vida sem luxos pode ser o maior luxo de todos
Por causa de um poema, um tribunal bolchevique condena o conde Aleksandr Rostov a prisão domiciliária. Ficará retido, por tempo indeterminado, no sumptuoso Hotel Metropol. A prisão pode ser dourada. Mas é uma prisão.

Estamos em Junho de 1922. Despejado da sua luxuosa suíte, o conde é confinado a um quarto no sótão, iluminado por uma janela do tamanho de um tabuleiro de xadrez. É a partir dali que observa a dramática transformação da Rússia. Vê com tristeza os magníficos salões do hotel, antes animados por bailes de gala, serem agora esmagados pelas pesadas botas dos camaradas proletários. E vê-se obrigado a negociar a sua sobrevivência, num ambiente subitamente hostil.

Aos poucos, porém, o aristocrata descobre aliados no hotel, com quem partilha o seu amor pelo belo - e a defesa de valores morais que nenhuma ideologia poderá vergar. Faz-se amigo do chef, dos porteiros, do barbeiro, do encarregado da garrafeira, e com eles conspira para devolver ao Metropol a sua antiga e majestosa glória. Ao mesmo tempo, toma sob a sua proteção uma menina desamparada, a quem provará que a vida não se resume à luta de classes.

Amor Towles oferece-nos um dos mais requintados (e melancólicos) romances dos últimos anos.
Uma obra épica, habitada por uma galeria de personagens inesquecíveis e servida por uma escrita de uma elegância cada vez mais rara nas letras contemporâneas.

«Uma obra de enorme charme, inteligência e sabedoria.»
Sunday Times

«(...) Amor Towles deixa de lado a descrição das estradas geladas, cruzadas por dachas, e retira-se para o caloroso lobby de um hotel. O Metropol, com todos os seus costumes e rotinas, é um mundo que vive por si só…»
New York Times Book Review

«Um grande romance em todos os sentidos, que abarca décadas e nos proporciona um inesgotável prazer, com o seu charme, sabedoria e digressões filosóficas. É um livro onde a crueldade de uma era é inútil contra a glória das relações humanas e das memórias que semeiam pelo caminho. Uma hábil síntese da moderna história da Rússia.»
Kirkus

«A lenta transformação do Conde Rostov decorre tendo como pano de fundo sublevações, repressão e guerra. Mas tal como o protagonista, gentil e pacientemente, o autor acompanha de perto os destinos dos indivíduos.»
Publishers's Weekly

«Escrita elegante, personagens deliciosas e uma forma engenhosa de contar histórias… Tem tudo o que um romance deve ter: charme, inteligência, poesia, generosidade. Uma absoluta delícia.»
Mail on Sunday

«Não lhe falta humor, sentido épico e humanismo, e uma tocante mensagem sobre a passagem do tempo.»
Sunday Telegraph

«Há tantas, mas tantas razões para nos apaixonarmos por este livro, enquanto acompanhamos o sempre admirável Conde. Melancólico, caprichoso, desconcertante.»
Sunday Express

«O que mais contribui para o prazer de ler este livro é a precisão estilística de Towles. Vezes sem conta, o autor consegue expressar o sentimento certo com uma surpreendente escolha de palavras. Uma delícia.»
Daily Express

«Numa era tão rude como a nossa, é um prazer encontrar um romance tão finamente acabado, com uma elegância de outras eras. Um Gentleman em Moscovo oferece-nos a oportunidade de reviver a arte perdida da aristocracia – em igual medida mundana e humanista.»
Washington Post

Observou-se porventura pela primeira vez em anos.
Há muito que acreditava que um cavalheiro devia encarar os espelhos com desconfiança, pois, em vez de serem utensílios de autodescoberta, tendiam a ser utensílios de autoengano. Quantas vezes já vira uma jovem beldade virar-se a trinta graus no espelho para ter a certeza de que se contemplava da perspetiva mais lisonjeira? (Como se, daí em diante, o mundo inteiro a visse só desse ângulo!) Quantas vezes já vira uma grande dama colocar um chapéu que estava horrivelmente fora de moda, mas que lhe parecia au courant, porque a moldura do seu espelho datava da mesma época ultrapassada? O Conde orgulhava-se de envergar um casaco bem talhado, mas orgulhava-se ainda mais de saber que a presença de um cavalheiro se fazia anunciar muito melhor pelo seu porte, os seus comentários e os seus modos. E não pelo corte do casaco.
Sim, pensou o Conde, de facto o mundo dá muitas voltas.

Um Gentleman em Moscovo

de Amor Towles

Propriedade Descrição
ISBN: 9789722063869
Editor: Dom Quixote
Data de Lançamento: fevereiro de 2018
Idioma: Português
Dimensões: 158 x 240 x 40 mm
Encadernação: Capa dura
Páginas: 544
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Romance
EAN: 9789722063869
e e e e e

inesquecível

cris

Viajamos junto com o conde por aquele hotel. Conseguimos ver os personagens, saber como são. Retrata soberbamente a grandeza humana, a bondade, o carinho, a subtileza dos gestos. Com um desfecho marcante.

e e e e e

Admirável!

Cátia Pereira

Capa dura e com uma imagem muito bem conseguida, em linha com o conteúdo da obra. Adorei a narrativa, as personagens, o enredo. Brilhante e altamente recomendável.

e e e e e

Muito melhor do que sonhava

Sandra

Curiosa com a sinopse e encantada com esta capa linda e extremamente cuidada, lá comprei este livro, que poderá ser um dos melhores do ano. Esta fabulosa personagem russa, Conde Rostov, tem muito para nos ensinar. Quando a vida nos troca as voltas e se transforma em algo, aparentemente, insuportável, temos de nos lembrar (tal como Rostov) que a felicidade só não habita nas nossas vidas se não quisermos. Somos nós os principais motores para vivermos uma vida plena e repleta. Mas não é só nisto que reside a riqueza e profundidade deste livro. O ambiente, a relação entre as outras personagens, a sua caracterização, tudo vem ao encontro de uma história de encarceramento físico, mas de libertação pessoal e emocional. Que livro! Amei!

e e e e e

Ternura e humor

Raquel Silva

À partida, poderíamos pensar que uma narrativa que se desenrola o tempo todo num mesmo lugar seria um valente tédio. Passou-me pela cabeça, confesso. Mas isso é coisa que não existe quando se está com o Conde Rostov. Há várias outras personagens claro, que enriquecem o enredo com as suas peculiaridades, sempre tão bem retratadas pelo autor, mas Rostov enche a cena. De ternura, boas conversas, experiências de vida, sabedoria e muito humor. Ri e chorei. Aprendi. O que se pode querer mais de um livro?

e e e e E

Gostei tanto

Aurore Aout

Em primeiro lugar o livro é bonito. A capa dura, a espessura das páginas. É por livros como este que gosto de colecionar livros ! Este livro é mágico. O Conde Rostov coitado foi condenado a prisão domiciliária por ter escrito um poema que não ia lá muito de encontro com os ideais do regime. Na altura vivia num hotel por isso foi condenado justamente a não tirar pé do hotel. Simpatizamos tanto com este aristocrata a quem só resta o berço. Passamos décadas com ele a ver como o hotel passa realmente a ser uma casa, un Lar ! E todos lá uma família ... a história está tão bonita! Sentimos nos solidários e torcemos pelo conde ! Quanta sensibilidade do autor, não se chamasse ele Amor!

e e e e e

Referência das referencias

Rita Sousa Tavares

O melhor dos últimos tempos. Está época passou a ser o presente ideal. Fabuloso.

e e e e e

Excepcional

Filipa

Uma edição lindíssima, uma escrita notável e uma história muito interessante de acompanhar pela pena do, também, gentleman, Amor Towles.

e e e e E

Adorei!

Marta

Já tinha saudades de ler um bom e mágico romance! Como a vida pode ser cheia de surpresas e amor num espaço confinado e como cabe a nós às vezes conseguir viver com os nossos limites. Uma escrita muito bonita.

e e e e E

Excelente

Lina

O título diz tudo... Este livro demonstra que , por vezes, a felicidade está na simplicidade e no amor que se põe em tudo o que se faz. Uma mudança drástica de vida numa época parti- cularmente dificil e o poder de adaptação do ser humano às adversidades da mesma. Recomendo.

e e e e e

Magistral

P.Afonso

Um Gentleman em Moscovo é um livro maravilhoso com personagens marcantes e inesquecíveis que me proporcionou horas de excelente leitura. Nem parece que a história se passa entre as paredes de um hotel, tal foi a riqueza dos pormenores e na maneira como foi contada. Recomendo e de leitura imprescindível. Para além de ter tido uma excelente tradução.

e e e e e

Um Gentleman em Moscovo

Mariana Faria

Um romance onde se saboreia cada palavra da escrita fantástica de Amor Towles. O Conde Rostov provou ser um personagem inédito que vai ficar gravado na minha memória por belíssimos motivos. Um livro a não perder.

Amor Towles

Nascido e educado em Boston, Amor Towles formou-se na Universidade de Yale e tirou um mestrado em Inglês na Universidade de Stanford.
É o autor de As Regras da Cortesia e de Um Gentleman em Moscovo. Os dois romances, ambos bestsellers do New York Times, estão traduzidos em mais de 30 línguas, venderam perto de cinco milhões de exemplares e foram incluídos nas listas de melhores livros do ano em dezenas de publicações. Paralelamente, o autor publicou contos na Paris Review, Granta e Vogue. Depois de trabalhar, durante mais de vinte anos, na banca de investimento, Towles dedica-se atualmente apenas à escrita. Vive em Manhattan com a mulher e os dois filhos.

(ver mais)
Lincoln Highway

Lincoln Highway

10%
Dom Quixote
22,41€ 24,90€
portes grátis
As Regras da Cortesia

As Regras da Cortesia

10%
Dom Quixote
24,90€ 10% CARTÃO
portes grátis
O Projeto Rosie

O Projeto Rosie

10%
Editorial Presença
17,90€ 10% CARTÃO
portes grátis
As vinhas de La Templanza

As vinhas de La Templanza

10%
Porto Editora
22,20€ 10% CARTÃO
portes grátis