Por Que Escrevo e Outros Ensaios

de George Orwell

editor: Antígona, maio de 2008
ESGOTADO OU NÃO DISPONÍVEL
VENDA O SEU LIVRO i
George Orwell (1903-1950) foi um dos mais importantes ensaístas de meados do século XX. Esta é uma selecção de ensaios que Orwell publicou entre 1928 e 1949, incluindo trabalhos curtos, de apenas duas páginas, e outros de maior fôlego, que chegaram a ser publicados em livro. São ensaios que abordam temas políticos e literários, publicados em revistas e jornais, e servidos por uma prosa magistral.

Por Que Escrevo e Outros Ensaios

de George Orwell

Propriedade Descrição
ISBN: 9789726081968
Editor: Antígona
Data de Lançamento: maio de 2008
Idioma: Português
Dimensões: 129 x 207 x 9 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 154
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Ensaios
EAN: 9789726081968
e e e e E

Excelentes ensaios políticos e literários

T.R.

Livro extremamente interessante, proporcionando uma visão holística do pensamento do autor. Essencial.

e e e e E

Essencial para entender Orwell

Pedro Xavier

Esta compilação de ensaios permite-nos uma compreensão de um autor marcante que mostrou engenho permitindo obras primas e em simultâneo carregadas de grande significado político. O conteúdo desta obra vai desde o tema do estudo da linguística até à argumentação do autor que o levou a escrever demonstrando as motivações politicas como um factor chave da sua obra, consequência natural da sua experiencia de vida como a participação na Revolução Espanhola.

George Orwell

George Orwell, pseudónimo do escritor Eric Arthur Blair, nasceu na cidade de Motihari, na então Índia britânica, a 25 de junho de 1903, tendo-se mudado para Inglaterra com a família, ainda durante a infância. Escritor e jornalista, Orwell é uma das mais influentes figuras da literatura do século xx. Defensor incondicional da liberdade humana e acérrimo opositor do totalitarismo, inscreve-se no panorama literário com as obras Dias Birmaneses (1934) e Homenagem à Catalunha (1938). Mas será, sem dúvida, com Quinta dos Animais (1945) e Mil Novecentos e Oitenta e Quatro (1949), duas narrativas com uma atualidade assombrosa, que o autor alcança o reconhecimento internacional. Morreu de tuberculose, em Londres, a 21 de janeiro de 1950.

(ver mais)
O Triunfo dos Porcos

O Triunfo dos Porcos

10%
Dom Quixote
7,50€ 10% CARTÃO
1984

1984

10%
Antígona
14,00€ 10% CARTÃO
Conferências de Lisboa

Conferências de Lisboa

10%
Antígona
5,00€ 10% CARTÃO
Singela Proposta

Singela Proposta

10%
Antígona
13,00€ 10% CARTÃO