Perder Teorias

de Enrique Vila-Matas

editor: Teodolito
Convidado para ir a Lyon a um simpósio internacional sobre o romance, um duplo do escritor Vila-Matas é deixado por um táxi no hotel sem que ninguém ali lhe dê as boas-vindas.

Na solidão do quarto redige uma teoria geral do romance, incidindo especialmente nos cinco elementos que os textos devem reunir para pertencerem ao novo século, enquanto a organização que o convidou a ir a Lyon continua sem entrar em contacto com ele. de regresso a Barcelona, parece-lhe descobrir a futilidade do ensaio em si e da viagem também, e inclusive talvez a futilidade de tudo, de maneira que acabará por destruir a teoria, embora esta pudesse servir a alguém para escrever Dublinesca.

Perder Teorias

de Enrique Vila-Matas

ISBN: 9789899747401
Editor: Teodolito
Idioma: Português
Dimensões: 120 x 185 x 12 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 85
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Romance
EAN: 9789899747401
e e e e E

Ficção e realidade

Natalina Safara

Texto de deambulação literária e reflexiva, sobre o sentido da espera e a relação entre a realidade e a ficção.

e e e E E

Vila-Matas - um enredo

Maria Teresa Meireles

Ideias já exploradas noutros livros («Dublinesca», «Diário Volúvel»)que aqui ganham uma dimensão autónoma. Enrique Vila-Matas cria redes e enredos muito próprios que se repetem muitas e muitas vezes.

Enrique Vila-Matas

Enrique Vila-Matas nasceu em Barcelona em 1948. Em 1968 foi viver para Paris, autoexilado do governo de Franco e à procura de maior liberdade criativa. O apartamento onde se instalou foi-lhe alugado pela escritora Marguerite Duras. Durante esse anos subsistiu realizando pequenos trabalhos como jornalista para a revista "Fotogramas", e chegou a colaborar como figurante num filme de James Bond.
Vila-Matas publicou o seu primeiro livro, "La Asesina Ilustrada", em 1977, e desde então não mais deixou de escrever porque, de acordo com o que o próprio afirmou, "escrever é corrigir a vida, é a única coisa que nos protege das feridas e dos golpes da vida."
Com a publicação de "História Abreviada da Literatura Portátil" começou a ser reconhecido e admirado no âmbito internacional, especialmente nos países latino-americanos e Portugal.
As suas obras são uma mescla de ensaio, crónica jornalística e novela. A sua literatura, fragmentária e irónica, dilui os limites entre a ficção e a realidade. Desenvolveu uma ampla obra narrativa que se inicia em 1973 e que, até à data, foi traduzida para nove idiomas. Atualmente é um dos narradores espanhóis mais elogiados pela crítica nacional e internacional, ainda que os prémios e o reconhecimento em Espanha tenham chegado tardiamente.
Tradução e adaptação de www.Escritores.org

(ver mais)
40%
Assírio & Alvim
10,08€ 30% + 10% CARTÃO
40%
Assírio & Alvim
11,62€ 30% + 10% CARTÃO
portes grátis
Chiado Books
11,00€ 10% CARTÃO
Diversos
18,02€ 10% CARTÃO
portes grátis