20% de desconto

Pelo Fundo da Agulha

de Antônio Torres

editor: Teodolito
Pelo fundo da agulha fecha uma trilogia primorosamente construída, iniciada com Essa terra, onde o (então) jovem protagonista, Totonhim, recebe na sua cidade natal, Junco, no sertão baiano, a visita do seu irmão Nelo, que vinte anos antes tentara a sorte em São Paulo.

Olhado como alguém que alcançou o sucesso, na verdade Nelo regressa falido, e acaba por cometer suicídio por não corresponder às expectativas dos seus e por não mais sentir como possível o reencontro com a sua cidade. em O cachorro e o lobo, a narrativa ganha lentidão - transcorridas duas décadas, Totonhim reaparece para comemorar os 80 anos do pai.

Agora, dez anos depois, Totonhim está sozinho no mundo.
Aposentou-se, separou-se da mulher e dos filhos, perdeu o melhor amigo e faz uma outra viagem de volta - totalmente interior.

Ao som de velhas canções, Antônio Torres constrói em Pelo fundo da agulha uma narrativa musical, com idas e voltas, representando o próprio movimento desses migrantes que habitam dois tempos e dois mundos, fazendo a passagem contínua de um para o outro.

Pelo Fundo da Agulha

de Antônio Torres

ISBN: 9789898580511
Editor: Teodolito
Idioma: Português
Dimensões: 160 x 227 x 14 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 188
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Romance
EAN: 9789898580511
Antônio Torres

Antônio Torres nasceu em 1940 em Junco, no interior da Bahia.
Estreou-se na literatura em 1972, com o romance Um cão uivando para a lua. Em 1976, publicou Essa terra, o seu maior sucesso, que já foi traduzido para o francês, espanhol, italiano, alemão, hebraico e holandês. Também é autor de Balada da infância perdida, Os homens de pés redondos, Carta ao bispo, Adeus, Velho, O centro das nossas desatenções, O circo no Brasil, Meninos, eu conto e Meu querido canibal.

Em 1998, foi condecorado pelo governo francês com o Chevalier des Arts et des Lettres. em 1987, recebeu o prémio Romance do Ano do Pen Clube do Brasil por Balada da infância perdida, e em 1997 o prémio hors concours de Romance da União Brasileira de Escritores por O cachorro e o lobo.

Em 2000, recebeu o prémio Machado de Assis, da Academia Brasileira de Letras, pelo conjunto da sua obra.
Meu querido canibal rendeu-lhe o Prémio Zaffari & Bourbon da Jornada Literária de Passo Fundo, em 2001.
Em 2016 recebeu o Grande Prémio Cidade do Rio de Janeiro da Academia Carioca de Letras.

(ver mais)
20%
Teodolito
9,60€ 12,00€
portes grátis
20%
Editora Record
13,57€ 16,96€
portes grátis
20%
Teodolito
11,20€ 14,00€
portes grátis
20%
Chiado Books
8,80€ 11,00€
portes grátis