10% de desconto

Os Subterrâneos

de Jack Kerouac

editor: Relógio D'Água, agosto de 2007

«Um livro escrito em três maratonas nocturnas alimentadas a comprimidos de benzedrina não pode ser lido como um livro 'normal'. Quem o fizer arrisca-se a perder o pé mesmo antes de chegar ao fim do primeiro parágrafo, engolido pela torrente de frases que têm na musicalidade o seu grande suporte. Eis pois o ponto fulcral: Os Subterrâneos não pode ser lido, tem de ser trauteado como uma linha melódica e só assim se torna inteligível e belo. E tem de ser trauteado depressa, a um ritmo de cortar a respiração. O ideal, aliás, seria que o leitor se dispusesse a ler este livro em apenas três noites, com todos os custos inerentes a esse gesto.»
Do Prefácio, de Paulo Faria

«A verdade é que escrever Os Subterrâneos em três noites foi uma proeza fantástica, tanto em termos atléticos como mentais, devia ter-me visto logo após ter terminado...Fiquei pálido que nem um lençol, perdi quase sete quilos e ao espelho tinha uma tez cor de laranja.»

Os Subterrâneos

de Jack Kerouac

Propriedade Descrição
ISBN: 9789727089062
Editor: Relógio D'Água
Data de Lançamento: agosto de 2007
Idioma: Português
Dimensões: 135 x 208 x 13 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 170
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Romance
EAN: 9789727089062
e e e e e

Três Noites.

Pedro Couto

De difícil leitura e fácil entendimento este livro deveria ler-se efectiva(mente) em três noites. Escrito também em três noites relata os desempoeirados que abusam das palavras terminadas em "mente". Mais uma parte da vida do autor que é gritada de forma abrupta para o leitor. Vale a pena ter acesso a esta forma de descrição realistica(sem mente) autentica, embora possamos não conseguir acompanha-lo. Não fique desiludido se não conseguir. Basta estar lá.

Jack Kerouac

Jack Kerouac nasceu em Lowell, no Massachusetts em 1922. Em 1947, entusiasmado pelo bebop, e pela atitude rebelde do seu amigo Neal Cassidy, decidiu partir à descoberta da América, atravessando o país à boleia. Na escrita, claramente autobiográfica, desenvolveu um estilo que definiu como «prosa espontânea» e que utilizou para registar as experiências da Geração Beat. Entre os seus vários romances, destacam-se On the Road, Maggie Cassidy, The Subterraneans, The Dharma Bums e Big Sur.
Morreu em 1969.

(ver mais)
E os Hipopótamos Cozeram nos Seus Tanques

E os Hipopótamos Cozeram nos Seus Tanques

10%
Quetzal Editores
15,50€ 10% CARTÃO
portes grátis
Os Vagabundos do Dharma

Os Vagabundos do Dharma

10%
Relógio D'Água
16,15€ 10% CARTÃO
portes grátis
O Choro é Um Lugar Incerto

O Choro é Um Lugar Incerto

10%
Relógio D'Água
14,13€ 10% CARTÃO