20% de desconto

Lá, onde o vento chora

de Delia Owens

editor: Porto Editora, junho de 2019
#1 Amazon Charts
#1 Bestseller of Independent Stores


Kya tem apenas seis anos de idade quando vê a mãe sair de casa, com uma maleta azul e sapatos de pele de crocodilo, e percorrer o caminho de areia para nunca mais voltar. À medida que todas as outras pessoas importantes na sua vida a vão igualmente abandonando, Kya aprende a ser autossuficiente: sensível e inteligente, sobrevive completamente sozinha no pantanal a que chama a sua casa, faz amizade com as gaivotas e observa a Natureza que a rodeia com a atenção que lhe permite aprender muitas lições de vida.

O isolamento em que vive durante tantos anos influencia o seu comportamento: solitária e fugidia, Kya é alvo dos mais cruéis comentários por parte dos moradores da pacata cidade de Barkley Cove. E quando o popular e charmoso Chase Andrews aparece morto, todos os dedos apontam na direção de Kya, a miúda do pantanal. É então que o impensável acontece.


Neste romance de estreia, Delia Owens relembra-nos que somos formatados para sempre pelas crianças que um dia fomos e que para sempre estaremos sujeitos aos maravilhosos, mas também violentos, segredos que a natureza encerra.


Não consigo expressar o quanto adorei este livro! Não queria que esta história terminasse.

Reese Witherspoon

«Dolorosamente bonito. Uma história de crescimento e solidão que é também um mistério e ainda uma celebração da Natureza.»

The New York Times Review

De partir o coração. Uma nova abordagem sobre o isolamento e a natureza, na perspetiva de uma mulher, e também uma envolvente história de amor.

Entertainment Weekly

Irresistível e original. Um mistério, um drama, um romance e uma história de crescimento. Lá, onde o vento chora é lindo e comovente. Os leitores não esquecerão Kya durante muito e muito tempo.

ShelfAwareness

teia_novidade-640X426.png

O estranho caso dos livros que se tornaram virais - Parte I

O que têm em comum um puzzle literário com quase noventa anos, um autor japonês dos anos quarenta, Jane Austen e a autora que mais livros vendeu em 2022?
Um pouco por todo o mundo, há livros que se repetem nos tops e que parecem estar a ser lidos por toda a gente. A origem deste fenómeno? As redes sociais que tornam obras virais da noite para o dia. Nas várias plataformas multiplicam-se hashtags como o #bookstragram o #booktok ou o #booktube e somam-se milhões de visualizações. Mas como convivem vídeos curtos e posts que se perdem na imensidão da internet com a atenção que a leitura exige? A resposta é complexa.
Este fenómeno parece ter incentivado a leitura, especialmente nas camadas mais jovens, aumentado as vendas de livros e criando uma comunidade global de leitores. Por outro lado, são vários os alertas sobre a diminuição da capacidade de atenção, o risco de uniformização de leituras e a tentação de encontrar fórmulas e replicá-las até à exaustão na tentativa de encontrar o próximo sucesso editorial.
Mas o que os livros que apresentamos a seguir provam é que não existe uma fórmula. Não se trata apenas de livros destinados a um público jovem adulto, há também clássicos, obras premiadas, sagas de fantasia e até policiais. É difícil encontrar apenas um fio condutor. Além de um certo carácter emotivo, no caso dos romances contemporâneos nota-se a preocupação de trazer para as histórias maior diversidade de temáticas e representatividade. Os livros querem-se, como os seus leitores, múltiplos e diversos.
Como fenómeno, este é um lembrete sempre saudável que os leitores e os livros não vivem num mundo à parte, mas prosperam com a partilha. Por isso, descubra alguns dos livros mais populares do momento e wook ler a seguir.

Este artigo foi originalmente publicado na revista Wookacontece n.º 9. Isto Acaba Aqui, de Collen Hoover Rainha incontestável do Tiktok, Colleen Hoover é uma estrela nesta plataforma onde partilha informalmente o seu processo de escrita e vislumbres da sua vida pessoal. Do outro lado, os seus leitores partilham reações à leitura dos romances, frequentemente com muitas lágrimas à mistura.
Na verdade, qualquer um dos livros da autora poderia constar nesta lista mas Isto Acaba Aqui – It Ends With Us, no original – é exemplificativo do que torna os livros de Colleen Hoover um sucesso: uma escrita eficaz, direta ao ponto, e uma história emotiva, a que não será alheia a experiência da autora como assistente social. Centrada em Lily, uma mulher que tenta quebrar um ciclo de violência, o romance mais conhecido de Colleen Hoover vendeu uns impressionantes quatro milhões de cópias em todo o mundo.

Wook ler a seguir: A Voz de Archer, de Mia Sheridan; Sete Dias em Junho, de Tia Williams. QUERO LER! »









  Os Sete Maridos de Evelyn Hugo, de Taylor Jenkins Reid Taylor Jenkins Reid já tinha escrito quatro romances antes, mas foi Os Sete Maridos Evelyn Hugo a catapultá-la para os tops de vendas mundiais. Uma viagem até ao glamour de Hollywood dos anos 50 onde Evelyn Hugo, uma atriz de sucesso – que Reid confessa ser inspirada tanto em Elizabeth Taylor como em Ava Gardner –, abre o livro da sua vida. Um percurso marcado por uma ambição desmedida, tragédia e um grande amor proibido, mas também pelas circunstâncias de ser mulher e latina. Taylor Jenkins Reid cria uma protagonista feminina complexa e apaixonante que, como as melhores personagens ficcionais, parece difícil não ter existido na realidade. Espera-se que o livro dê origem a um filme ainda este ano, mas, até lá, os leitores podem ver Daisy Jones & The Six, a mais recente obra da autora a merecer uma adaptação para série.

Wook ler a seguir: Lições de Química, de Bonnie Garmus; Hamnet, de Maggie O'Farrell. QUERO LER! » O Canto de Aquiles, de Madeline Miller É uma tarefa hercúlea (passe-se o trocadilho) para qualquer autor recontar Homero e talvez por isso Madeline Miller tenha levado dez anos a escrever O Canto de Aquiles. Publicado originalmente em 2011, o livro venceu o The Orange Prize, mas a partir de 2021 tornou-se um sucesso no TikTok, onde o gosto por este género de ficção que revisita a mitologia grega a partir de pontos de vista até aqui ignorados parece não dar sinais de abrandar. Com a Guerra de Troia como pano de fundo, O Canto de Aquiles é uma história de amor trágica centrada em Aquiles e Pátroclo, escrita numa prosa vívida e sensível que confere humanidade às suas personagens, para lá dos mitos.

Wook ler a seguir: O Silêncio das Mulheres, de Pat Barker; O Olhar da Medusa, de Natalie Haynes. QUERO LER! » Um Homem em Declínio, de Osamu Dazai Publicado em 1948, pouco antes da morte do seu autor, Um Homem em Declínio – No Longer Human, na tradução inglesa – teve desde sempre o estatuto de obra de culto no Japão, onde continua a ser um dos livros mais vendidos de sempre. A contínua popularidade da obra também pode ser explicada pela sua proximidade com o mundo da manga e do anime. No Japão, a obra de Dazai mereceu capas especiais desenhadas pelo autor da série Death Note, várias adaptações a manga, uma delas pelo conhecido autor Junji Ito; e o autor dá até nome ao protagonista de uma popular série de anime. Oba Yozo, o narrador de Um Homem em Declínio, personifica ao extremo a alienação, o pessimismo e uma incapacidade dilacerante de perceber os outros seres humanos.

Wook ler a seguir: Confissões de uma Máscara, de Yukio Mishima; Kokoro, de Natsume Soseki. QUERO LER! » Lá, Onde o Vento Chora, de Delia Owens Delia Owens estreou-se no romance aos 70 anos, mas isso não impediu Lá, Onde O Vento Chora de se tornar um sucesso de vendas um pouco por todo o mundo e ser adaptado ao cinema com Daisy Edgar-Jones (atriz do popular Normal People) no papel principal e música de Taylor Swift. Misto de romance e mistério policial, o livro prende o leitor até ao surpreendente plot twist no final. Kya, abandonada pela família em criança, cresce sozinha e isolada no pantanal perto da pequena cidade de Barkley Cove, até que se vê acusada de um homicídio e é obrigada a enfrentar a sociedade que sempre a rejeitou. Uma história de aprendizagem e resiliência que exalta a diferença e uma ligação mais profunda com a natureza.

Wook ler a seguir: Os Nossos Corações Perdidos, de Celeste Ng; Uma Educação, de Tara Westover. QUERO LER! » Na Terra Somos Brevemente Magníficos, de Ocean Vuong Escrito quando o autor ainda não tinha trinta anos, Na Terra Somos Brevemente Magníficos é a estreia de Ocean Voung no romance. Sob a forma de carta dirigida à mãe, que não sabe ler, o autor dá voz a uma outra experiência da América. Simultaneamente lírico e cru, o livro traça o retrato de três gerações de uma família de origem vietnamita, explorando de forma notável a relação entre mãe e filho, amor e violência, e refletindo sobre temas como raça, classe e masculinidade. Poético e comovente, o romance de Voung é como um combate de boxe: enquanto damos por nós a admirar a beleza do jogo de pés, somos surpreendidos com um gancho de direita.

Wook ler a seguir: Uma Pequena Vida, de Hanya Yanagihara; O Livro Branco, de Han Kang. QUERO LER! »

Lá, onde o vento chora

de Delia Owens

Propriedade Descrição
ISBN: 978-972-0-03220-1
Editor: Porto Editora
Data de Lançamento: junho de 2019
Idioma: Português
Dimensões: 152 x 235 x 25 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 392
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Romance
EAN: 978972003220119
Idade Mínima Recomendada: Não aplicável
e e e e e

Sem palavras...

Márcia Pereira

Ofereceram me este livro e li sem expectativa. Pensava não ser o meu tipo de livro e caiu me o queixo! Eu tiro o chapéu à escritora porque apanhou me totalmente desprevenida, nunca pensei gostar tanto. Não me prendeu desde o início, mas cria em nós uma necessidade de compreender a kia e de viver a sua história. Aconselho profundamente e preparem se para ficar sem palavras!

e e e e e

Sem palavras, as lágrimas acompanharam

Rafaela Rodrigues

O título deixou-me intrigada, e decidi arriscar. Sem palavras, uma escrita fácil e fluida, uma história bonita e bem contada. Fiquei presa desde as primeiras palavras até ao final do livro e, confesso, que ainda deitei algumas lágrimas. Sem dúvida, uma história muito muito muito bonita.

e e e e e

História Incrivel

Cláudia

Este livro foi dos melhores que li nos últimos tempos. Leva-nos até ás zonas pantanosas dos EUA, por uma fauna selvagem e ao mesmo tempo por uma história terna e tocante de amor, família, traição, abandono e paixão. Recomendo vivamente esta leitura.

e e e e e

História especial

Rita

Para nos entregarmos à leitura da história e nos permitirmos ser transportados para dentro dela. A solidão, o isolamento, o abandono, a crueldade e a empatia humana, num blend protegido pela natureza. Bonito.

e e e e e

Top 3

Val.T

Este livro está no meu top 3 dos melhores livros lidos de sempre. Daqueles livros que não tem tempo morto e que queremos ler sempre mais e mais. Uma obra prima

e e e e e

Livro que merece ser transformado em filme

TF

História contada entre o presente e o passado, que logo nos agarra à personagem principal. kya, desde muito cedo foi abandonada e que queremos que tenha uma final feliz. História com conquistas e perdas, numa luta pela sobrevivência, mas que deste lado apenas queremos que encontre o amor e saia do isolamento. Um livro que merece ser transformado em filme!

e e e e e

É um livro muito especial

C.Pereira

É uma linda história de superação e esperança, muito rica em pormenores da vida animal e em específico do pantanal. Durante todo o livro o relato é belo e de uma delicadeza extrema. Tem um final muito especial... a Kya ficou para mim como uma personagem inesquecível. Foi um prazer imenso ler este livro, dos melhores que já li nos últimos tempos.

e e e e e

Simplesmente belo

Filipa Santos

De um beleza extraordinária as descrições da natureza feita pela autora! Uma história simples e dolorosa que nos prende até ao final! Passou para o meu TOP 10!

e e e e e

Adorei

Ana Pereira

A história é em torno da personagem Kya, o seu crescimento e a solidão a que é sujeita por viver sozinha e isolada no pantanal. Um drama muito bem construído que agarra o leitor até ao final.

e e e e e

Que história bonita

Fátima

Apesar de não ter sido um livro que me desse vontade de o devorar e tivesse um final um pouco previsível, valeu apena porque a história é muito bonita e Kya é uma personagem maravilhosa, pela qual acabamos por ganhar carinho e querer estar lá por ela. Não é a única personagem que nos delícia.

e e e e e

QUE LIVRO!!

Luciana

Uma leitura leve que fornece inúmeros momentos de reflexão Adorei conhecer a Kya e afeiçoei-me bastante a ela. Acompanhamos praticamente toda a sua caminhada que a certo ponto só a queremos proteger. Adoro quando os livros nos fornecem isso, essa capacidade de nos conectarmos de certa forma com um personagem.

e e e E E

Desiludida...

MI

Pelas classificações que tinha visto anteriormente em relação a este livro, estava à espera de gostar muito mais. A narrativa por vezes tornava-se muito repetitiva e aborrecida e os acontecimentos eram contados de forma muito lenta. Comecei apenas a aproveitar verdadeiramente a minha leitura nas últimas 150 páginas do livro.

e e e e e

Encantador

Margarida

Adorei ler este livro. Trata-se de uma história de sobrevivência e aprendizagem pessoal. Posso dizer que devorei cada página.

e e e e e

Tão bom!

Inês Saraiva

Subtil e tranquilo, mas também triste e com um toque de mistério. Sublinho a beleza e calma que transmitem as descrições da flora e fauna feitas por Owens. Torci pela personagem principal desde que era uma criancinha e admito que passei grande parte dos últimos capítulos a nadar em lágrimas. Leitura rápida e imersiva. 5 estrelas.

e e E E E

Lá, onde as palavras deixaram a desejar

Adriana

Uma opinião pouco popular: esperava muito mais deste livro. Tenho pena de não ter lido o original, dado que a tradução poderia ser bastante melhor do que é. Mas na verdade, além das belas paisagens e de haver temas importantes abordados, tem uma narrativa previsível e desinteressante, com um final que não surpreende ninguém. Com pena minha, não me cativou.

e e e e e

Maravilhoso

Ana S.

Fico surpreendida quando leio alguns comentários que consideram o final previsível e fraco. Eu não estava à espera daquele final! Achei este livro maravilhoso. Uma história triste mas apaixonante até ao fim. Já o recomendei a vários pessoas e tenciono lê-lo novamente.

e e e e E

~Lá, Onde o Vento Chora

Rui Pinto

Kya, a personagem inesquecível desta história, poderia vir a ser um contributo muito pertinente, para que os governos do mundo contemporâneo olhassem com outro tipo de visão para os problemas ecológicos, racistas e discriminativos. A narrativa do romance é excelente. O final poderia ser outro – contrariaria o que era óbvio mas de certo modo compreensível. Esperava um pouco mais.

e e e E E

Um livro que não enche as medidas.

Os Livros da Lena

Este livro não foi bem o que esperava dele. Vou explicar porquê. Comecemos pelo início do porquê. A história, de um modo geral, na minha opinião, é extremamente importante de ser contada. Uma história sobre uns EUA entre os anos 40 e 70, repletos de racismo, de misoginia, de violência, e de discriminação pelo que é diferente. A importância da ligação dos humanos à natureza, à terra, à vida. Tão importante esta reflexão nos tempos que correm. Estes são os motivos pelos quais dei ¿¿¿ ao livro. Apenas estes. Relativamente ao estilo de escrita do livro, não sei se por parca tradução, não me cativou (lamentei, muitas vezes, não ter lido o original). O fim, na minha opinião, é pobre, previsível, muito cor-de-rosa e algo forçado.

e e e e E

Incrível

Sara Marques

Há mais de um ano que vejo regularmente pessoas a dizerem o quão bom é este livro, mas nunca me atraiu muito. Até que finalmente decidi dar-lhe uma chance. E valeu muito pena! Este livro tão aclamado apresenta-nos a história de Kya, a mítica "Miúda do Pantanal". Aos poucos e poucos, a pequena Kya vê as pessoas em quem confiava a saírem da sua vida. Completamente sozinha, tendo apenas como companhia a fauna e flora do pantanal onde vive, Kya vê-se obrigada a crescer e a subsistir na pobreza e solidão. Numa luta diária contra o preconceito e o abandono, Kya torna-se uma mulher inteligente e destemida. Logo nas primeiras páginas, criei uma enorme empatia por Kya. Como não, sendo que fui acompanhando aquela criança desamparada a crescer. E o meu coração apertava-se sempre que Kya se perguntava porque toda a gente a abandonava. Levando-nos numa viagem através da educação selvagem de Kya e a resolução de um crime, a autora deixa-nos completamente agarrados a esta história. Algo que gostei muito neste livro é a forma incrível como a autora descreve os cenários, denotando o seu lado de zoóloga. De forma muito natural, a fauna e flora são introduzidas nesta narrativa como se de personagens se tratassem. Terminei-o em lágrimas, e um livro que me faça chorar, tem o meu coração. Acho que se tornou um dos favoritos deste ano.

e e e e e

Lindo

Ana Paula Araújo

É uma história linda. Há mistério e amor. Adorei!!! O final é surpreendente!!!!

e e e e e

Recomendo¿¿¿¿

Isabel Marques

Surprendente até a ultima folha.... História muito triste e ao mesmo tempo linda.... Recomendo

e e e e e

Surpreendente

Vanessa

Ao longo do livro é muito fácil sentir empatia pela kya, cada capítulo faz o nosso coração apertar mais um pouquinho. Ficamos com um monte de perguntas que vão sendo respondidas consoante o desenrolar da história. Sem dúvida uma narrativa que nos emociona e com um final surpreendente.

e e e e e

Um pantanal de emoções

Diana Correia

Lá onde o Vento chora é sem dúvida um dos livros mais bonitos que li. Vivi cada pedaço da história com toda a sua intensidade e beleza. Um livro que nos faz pensar, repensar, despir de preconceitos e viver num pantanal. Vários os momentos em que senti o coração apertado, que me tornei forte com a rapariga do pantanal, que desejei estar próxima da natureza e das regras do pantanal. E a cereja no topo do bolo é que quando tudo é expectável a reviravolta é imprevisível. Adorei.

e e e e e

Uma história que prende

Rute S

Este livro refere o preconceito, ainda enraizado em algumas sociedades, fala sobre o abandono e a solidão. A história de Kyra e a sua ligação com a natureza consegue cativar o leitor. Quando todos a abandonam, sobraram apenas os animais e a natureza, que a acompanham no seu crescimento.

e e e e e

Sublime

Emília Barros

Uma história que ficará para sempre no nosso coração e na nossa mente. Faz-nos pensar na condição humana e no quanto o preconceito e as atitudes dos outros podem influenciar a nossa forma de encarar o mundo. Comovente!

e e e e e

Sem dúvida que este livro ganhou um lugar no meu top

SusanaFonseca

Dos livros mais dolorosos, e ao mesmo tempo bonitos, que li até hoje. Este foi o primeiro romance de Delia Aowens e fiquei agradavelmente surpreendida com a escrita da autora. Há frases e expressões tão bonitas ao longo do livro que me fizeram sorrir. Na minha opinião, o livro está muito bem escrito e a história é angustiantemente fantástica e dolorosa ao mesmo tempo. Dei por mim a chorar. A sentir-me nauseada. Revoltada. Mas ao mesmo tempo conseguia sorrir e sonhar com os detalhes desta narrativa de superação! Sem dúvida que este livro ganhou um lugar no meu top de preferidos!

e e e e e

Arrebatador

Ly_ribeiro

Livro fascinante! Uma história que prende qualquer pessoa de início ao fim!

e e e e E

Encantador

CS

É uma história fantástica, penetrante e surpreendente. Podemos acompanhar o crescimento da eternamente jovem Kaya, que tem um espírito autêntico. É perseguida, é julgada, é ostracizada, mas consegue encontrar sempre o seu lugar seguro. Contudo, tem algumas discrepâncias que me deixaram relutante... Para mim é 4*.

e e e E E

Bom, mas nem tanto

Teeteto

Admito que a generalizada crítica favorável possa ter elevado demasiadamente as minhas expectativas, mas a verdade é que esta obra, possuidora de uma boa narrativa, bem escrita e com pormenores interessantes, não é muito mais do que isto. Poderia ser muito melhor se não tivesse descaradamente piscado o meu olho ao sentimentalismo e lágrima fácil. É uma história claramente feminina de uma vida difícil. Demasiadamente difícil, creio. E esse é o seu pecado.

e e e e e

Das melhores leituras!

Mariana (blog Niibookshelf)

Este livro foi, sem sombra de dúvidas, das melhores leituras de sempre. Continua no meu top de favoritos e acredito que será quase impossível sair de lá. Uma história que recomendo a qualquer pessoa que anseie por uma leitura cativante e viciante!

e e e e e

Inesquecível!

Glam Bookgram

Absolutamente lindo! Vi opiniões muito positivas de pessoas diferentes e fiquei logo interessada. Estou muito feliz por ter lido. Adorei a Kya, é uma personagem incrível e corajosa que no meio de tanta solidão arranjou sempre vontade de viver. E a conexão que ela tem com a natureza é algo de admirável e muito mais significativo que tudo o que o ser humano comum dá valor.

e e e e e

Fabuloso!

ALC

Um livro absolutamente maravilhoso, que prende do princípio ao fim! Nunca mais esqueceremos a nossa miúda do pantanal!

e e e e e

Um grande livro

Andre Barroso

Nao poderia começar o ano da melhor maneira, este livro ja se encontra na prateleira à algum tempo, a aguardar a sua vez. Sempre que preciso de parar de ler por consequência da vida, sinto que estou a dar (mais) uma "facada" no coração de Kya. Obrigado a autora pela maravilhora historia de amor e sobrevivência, rodeada de solidão sem nunca estar sozinha.

e e e E E

Uma leitura amena, como a brisa da primavera

Por detrás das palavras

Vi tanto amor por este livro que é impossível não refletir sobre o que é que em mim não despertou essa admiração. Kya despertou empatia nos leitores. Uma jovem com uma vida demasiado dura que a obriga a reinventar-se a cada dia. É uma verdadeira ilustração de resiliência. Porém, não será tudo demasiado idealizado? Não houve uma tentativa exagerada da escritora em romantizar a vida dramática desta jovem? Eu senti que sim. A ação foi demasiado idealizada e há demasiadas incongruências entre a personalidade de Kya que é desenvolvida pela escritora e o comportamento que ela tem perante dos outros. Tudo isto é bem ilustrado com recurso a uma escrita poética, onde a natureza ocupa o papel de personagem secundária que em muito enriquece a história. Inicialmente apaixonei-me pelas descrições. O avanço na leitura tornou-as aborrecidas e, em alguns casos, desnecessárias. Uma sensação engraçada enquanto lia este livro é a ideia de que foi escrito por duas pessoas. Por um lado temos todas as cenas pré julgamento que se embalam ao som de palavras numa tonalidade mais lírica. Num outro momento surge a um julgamento que deixa evidente uma escrita dinâmica, objetiva e que prima pela clareza dos factos. É um facto, parece que houve mais do que uma pessoa da dar corpo a esta história. Depois chega aquele final que surpreende. Fui apanhada de surpresa, mas não me convenceu. Além desta semente de incerteza, junto-lhe um corte demasiado abrupto na sequência final da narrativa que interfere negativamente com uma compreensão mais clara dos factos.

e e e e e

Simplesmente Brilhante!

Daniela M.

Este livro é muito mais que um livro. É uma lição de vida, uma história de amor triste e um hino à natureza! Comecei 2021 a conhecer a Kya e não descansei até terminar a leitura. Que história tão bonita e comovente. Aprendemos diversas coisas sobre a vida selvagem e o papel importante que a natureza representa na nossa vida. Papel esse que muitas vezes é negligenciado. Não irei certamente esquecer a Kya. O final é de partir o coração e ao mesmo tempo temos vontade de aplaudir a coragem de Kya!

e e e e e

Fantástico

Letícia Ferreira

Um livro envolvente, maravilhosamente escrito, com personagens bem construídas. Kya é uma lutadora com uma resiliência incrível, bem acompanhada pelas restantes personagens que complementam bem a história. Trabalha temas muito emocionais, nomeadamente a solidão, a perda, o amor. Aconselho vivamente.

e e e e e

Apaixonante

Sara

É um dos melhores livros que já li! A envolvencia da história e de tudo o que reporta à vivência da protagonista é apaixonante. Recomendo vivamente!

e e e e e

Lindo

Cátia

Este é um dos melhores livros que já li. É uma história triste mas ao mesmo tempo com uma beleza inexplicável. A personagem principal, Kya, está muito bem construída e é daquelas mulheres que se pode tornar um exemplo. Vale muito a pena ler!!

e e e e e

Tão bonito

JBC

Este livro é daquelas obras tristemente bonitas... Acho que é uma obra que não vou esquecer tão depressa, com descrições que me transportam para o meu imaginário do local do livro, que me fazem pensar na sociedade preconceituosa e no quão solitária uma pessoa pode ser e sentir. Acho que há obras tão bonitas que não interessa se o fim é o mais previsível (ou não), até porque isso depende da interpretação e experiência de leitura de cada um. Recomendo muito!

e e e e e

Maravilhoso

António

Livro lindo, muito bem escrito e com a capacidade de envolver o leitor na escrita do início ao fim.

e e e e E

Lindo!

MMatos

Que livro tão lindo, que me encheu as medidas! É uma homenagem à Natureza, sobre a capacidade do ser humano se superar na vida, sem ser romântico lamechas, nem dramático demais, muito bem escrito e super dinãmico! Recomendo!

e e e e e

Maravilhoso!

Cláudia Janeiro

A autora combina na perfeição uma história de amor, de crime, de abandono, de sobrevivência e coragem fazendo ainda um enorme elogio à Natureza. Sendo a autora especialista em vida selvagem, descreve como ninguém o pantanal, os animais e a ligação imensa que Kya tem com a Natureza, sendo nesta que encontra o seu grande conforto, porque apenas com ela pode contar. É um livro muito comovente, mas belo, muitíssimo bem escrito, com um ritmo consistente do início ao fim e que nos surpreende no final e deixa arrebatados com esta história de vida. Certamente não conseguirei esquecer Kya durante bastante tempo. É mais um forte candidato a livro do ano!

e e e e e

Maravilhoso

Suspiros da bea blog

Um livro que sem dúvida entrou para o top de melhores livros do ano. «Este livro é sobre luta, amor, confiança, solidão e a cima de tudo o medo. Tive medo por Kya em várias ocasiões, mas ela conseguia sempre ultrapassar tudo ou quase tudo.»

e e e e E

Encantador

Joana C.

Adorei! Tão depressa não nos esqueceremos de Kya.

e e e e e

Fantástico

Flávia Afonso

Confesso que me custou a entrar na história, mas depois...depois, foi lido num abrir e fechar de olhos! A força, a coragem, a determinação da Kya fazem acreditar qualquer pessoa que tudo se ultrapassa na vida e que somos capazes de chegar até Lá onde o vento chora!!

e e e e e

APAIXONANTE E INTENSO

Dulce V. Boas

Um livro apaixonante que nos mostra a coragem e a força interior do ser humano, e que nos faz reflectir imenso. Super Intenso. Um livro que li sem parar, e que aconselho a quem gosta de uma boa leitura. Adorei e espero ver outros desta autora.

e e e e e

Inesquecível

Joana Teixeira

Daqueles livros que marcam e que vão diretamente para a lista dos melhores que já lemos. Muito bem escrito, uma narrativa que prende ao ponto de ser difícil parar de ler. Descrições das paisagens maravilhosas e personagens muitos bem construídas.

e e e e e

Imperdível!

Vânia Santos

Talvez a melhor história que li nos últimos tempos. Daqueles que no fim, ficam durante muitos dias a vaguear no pensamento.

e e e e e

Deslumbrante

Sandra

Uma leitura simplesmente deslumbrante desde a primeira a última página

e e e e e

A solidao

Luisa gaspar

Um livro onde a coragem e a determincao e muito mais forte, que a solidao e o isolamento.

e e e e e

Um livro a não perder

Inês Lopes

Uma história extraordinária que segue a vida de Kya. Uma miúda que, por força das circunstâncias, se vê obrigada a viver isolada num pantanal. Vamos acompanhando o crescimento desta personagem, mas há também uma história de amor e um crime. Como se isso não bastasse, Delia (a autora) trabalhou como cientista da vida selvagem e, por isso, há muitas descrições das espécies que habitam o pantanal, de como vivem e de como se reproduzem. Não creio que seja um livro para toda a gente, porque tem um ritmo inicialmente lento e descritivo, em que a acção está concentrada nos últimos capítulos. Da minha parte, foi um dos melhores livros que já li.

e e e e e

Inesquecível

Tânia Melo

Simplesmente maravilhoso. Um livro fora do vulgar sobre a solidão, o abandono, a natureza e o efeito que a nossa infância tem na nossa vida adulta. Uma história de amor, perdão, amizade, preconceito. Uma aprendizagem sobre a natureza no seu estado mais puro e de como ela nos ensina tanto se estivermos dispostos a contemplá-la. A personagem Kya marca-nos profundamente. Adorei. inesquecível.

e e e e e

Comovente e misterioso

Rita Araújo (@my.books.in.nature)

Delia Owens escreve de uma forma tão cativante que me conquistou completamente com a sua história (comovente e misteriosa), dando vida a uma personagem ímpar, capaz de enfrentar as maiores adversidades. Kya é simplesmente maravilhosa na forma como luta pela sua sobrevivência e na relação que tem com a natureza. As descrições são únicas, aprendemos tanto com o que se passa à nossa volta, de tal forma, que não conseguimos ficar alheios às emoções que esta leitura nos vai provocando. Acredito que a experiência da autora a nível profissional tenha contribuído muito para este resultado, Kya tornou-se imediatamente uma das minhas personagens preferidas, a par da natureza, que no seu estado mais puro, nos mostra sempre o mais importante.

e E E E E

Podia ser um bom livro... mas não é!

Mário Silva Matos

Tem capas, folhas em número suficiente e a edição é muito agradável. O problema é o conteúdo. Previsível, uma escrita desnecessariamente coloquial e a tender para o erudito. Enfim uma história já lida muitas vezes e de graça imaginação e duvidosa. Não se pode ter à força sucessos de vendas. Os livros têm que valer a pena e marcar o leitor. Não é o caso. Infelizmente gastei o dinheiro e vi defraudada em muito a expectativa criada. Irrrra!

e E E E E

Um grande engano

Zé Baião

Parti para a leitura animado pela crítica. Ia até bastante otimista. Mas não é um livro mole, sem sal... Tudo é previsível, uma história mais que batida. Nota bem baixa!

e e e e E

Simplesmente Fantastico....

Odete Antunes

Uma história fantástica e envolvente, retrata o preconceito para com as pessoas mais pobres, o amor e a traição. Uma criança só a lutar por sobreviver no meio do pântano, hostilizada e olhada de lado pela dita sociedade(tão real nos dias de hoje), apesar de vencer na vida nunca abandona o sitio onde cresceu. É um livro tão cheio de detalhe que parece que a escritora vivei essa história. Em cada pagina leva-nos a viver um pouco da história...............

Delia Owens

Delia Owens é coautora de três livros de não ficção, sucessos de vendas internacionalmente reconhecidos, sobre a sua experiência como cientista da vida selvagem, em África. Zoóloga formada pela Universidade da Geórgia, tem ainda um doutoramento em comportamento animal pela Universidade da Califórnia. Venceu o John Burroughs Award para artigos sobre Natureza. Foi publicada em várias revistas de referência na área da ecologia e da vida selvagem.
Delia Owens vive em Idaho. Lá, onde o vento chora é o seu primeiro romance.

(ver mais)
Where The Crawdads Sing

Where The Crawdads Sing

20%
LITTLE, BROWN BOOK GROUP
10,29€ 12,86€
portes grátis
Where The Crawdads Sing

Where The Crawdads Sing

20%
LITTLE, BROWN BOOK GROUP
20,60€ 25,75€
portes grátis
Os Imortalistas

Os Imortalistas

20%
Planeta
15,96€ 19,95€
portes grátis
Meu amor, meu segredo

Meu amor, meu segredo

20%
Porto Editora
14,20€ 17,75€
portes grátis