10% de desconto

Kanikosen- O Navio dos Homens

de Takiji Kobayashi

editor: Clube do Autor, outubro de 2010
O mais revolucionário dos escritores japoneses.
«Vamos até ao inferno.» Começa assim a história do Hakko Maru - um pesqueiro que parte para a faina nas águas gélidas do Kamchatka - e da sua tripulação: um grupo diversificado de lobos-do-mar curtidos e arruinados pela bebida e pelas mulheres, estudantes universitários em dívida com o Estado e camponeses pobres à beira da inanição.
O patrão da expedição pesqueira força os tripulantes a trabalhar até ao esgotamento e aplica-lhes castigos brutais. Espalham-se as sementes da revolta e rebenta o inevitável motim.
Kanikosen - O Navio dos Homens é um clássico da literatura japonesa. Foi publicado pela primeira vez em 1929 e recentemente surgiu nas listas dos livros mais populares porque os leitores modernos identificaram-se com as humildes personagens que protagonizam este romance.

«Um romance sobre a revolta da tripulação d um pesqueiro, que se transformou num repentino sucesso entre os jovens japoneses.» The Guardian

«Bestseller inesperado que retrata a crescente ansiedade dos trabalhadores perante a precariedade laboral.» The New York Times

«Depois de décadas de esquecimento, o romance de Kobayashi volta a estar na moda.» The Independent

«Nesta obra, o mais surpreendente é a sua relevância, a sua modernidade.» La Vanguardia

Kanikosen- O Navio dos Homens

de Takiji Kobayashi

Propriedade Descrição
ISBN: 9789898452023
Editor: Clube do Autor
Data de Lançamento: outubro de 2010
Idioma: Português
Dimensões: 160 x 235 x 10 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 164
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Romance
EAN: 9789898452023
e e e e e

Revolução Interior

Pedro Silva Costa

Um livro que nos alerta para o que se passa em nosso redor, um livro, que fomenta a nossa revolução interior!

e e e e e

Kanikosen - O Navio dos Homens

Lina Umbelino

Muito mais do que político, Kanikosen é um livro histórico, porque o que aqui se faz é descrever, de forma absolutamente desassombrada, os maus tratos a que foram submetidos tantos e tantos trabalhadores dos barcos de pesca do Japão. No fundo fala-se sobre a história da evolução do Homem. E é incrível tomar consciência como tudo isto se passou há menos de cem anos. Muito bom!

e e e e e

Um classico

RG

Um dos melhores livros alguma vez escritos. Nestes tempos de literatura plástica neoliberal ler um livro assim é uma verdadeira lufada de ar fresco.

e e e E E

Poucas mudanças

H

Livro que relata as desumanas condições de trabalho dos funcionários do barco Hakko Maru nas gélidas águas de Kamchatka, as diferenças entre o patronato e os proletários. A tripulação é constituída por camponeses pobres e estudantes universitários que eram levados a assinar contratos de trabalho falsos e muito aquém da remuneração que os mesmos prometiam. É fácil comparar que de há 100 anos para cá pouca coisa mudou no que concerne situações precárias e desumanas

Takiji Kobayashi

Takiji Kobayashi nasceu em Odate, em 1903. Com apenas 23 anos começou a colaborar com o movimento sindical e com o Partido Comunista, à medida que a sua reputação literária ia crescendo. Ao publicar Kanikosen em 1929 tornou-se o grande escritor do proletariado, acabando por ser preso várias vezes e ser acusado de actividades subversivas. Passou a valer-se de pseudónimos, mas em 1933 foi detido pela Polícia Secreta que o torturou e espancou até à morte. Com 30 anos tornou-se um mártir do movimento operário. Nas suas obras, o compromisso político e o valor literário confluem para a luta contra a injustiça social.

(ver mais)
Kanikosen

Kanikosen

10%
ATICO DE LOS LIBROS
10,96€ 12,18€
Nagusia Kanpoan Bizi Da

Nagusia Kanpoan Bizi Da

10%
Katakrak
20,38€ 10% CARTÃO
portes grátis