Ganhe até 10€

Esconjurações

de José de Guimarães

idioma: português, inglês
editor: Documenta, janeiro de 2016
GANHE ATÉ 10€ i VENDA O SEU LIVRO i
Livro publicado por ocasião da exposição «Esconjurações na Coleção Millennium bcp e noutras obras de José de Guimarães», de José de Guimarães, apresentada na Galeria Millennium, em Lisboa, de 27 de Janeiro a 20 de Abril de 2016.

Esconjurações reúne um significativo núcleo de obras de José de Guimarães pertencentes à colecção Millennium bcp, realizadas em suportes muito distintos, em particular um raro e surpreendente conjunto de tapeçarias de Portalegre de grandes dimensões que, pela primeira vez, podem ser vistas pelo público em geral.
São ainda mostradas obras de luz, com néon e LED, de vários períodos do percurso do autor; caixas-relicário que dialogam com peças da colecção de arte africana que vem reunindo desde há décadas e, ainda, esculturas de grandes dimensões que dão corpo ao perturbante sincretismo prosseguido, desde os anos 1960, por José de Guimarães.
Exposição e livro convocam alguns conceitos, linhas de reflexão e de tensão em torno da questão do poder propiciatório do objecto artístico, para reflectir sobre a potência de uma prática artística que supera o plano estético para convocar e controlar forças e energias que operam no campo do animismo, a saber num plano de imanência e de invisibilidade.

Nuno Faria

Textos de Nuno Faria, Jean-Arthur Rimbaud, Herberto Helder, Bertrand Hell, Victor Hugo, Antonin Artaud, Ruy Duarte de Carvalho, Humberto Díaz Casanueva, Eduardo-Viveiros de Castro, Jorge Luis Borges, Georges Bataille.

Esconjurações

de José de Guimarães

Propriedade Descrição
ISBN: 9789898834072
Editor: Documenta
Data de Lançamento: janeiro de 2016
Idioma: Português, Inglês
Dimensões: 183 x 244 x 9 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 80
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Inglês > Arte > Outras Artes Livros em Português > Arte > Artes em Geral
EAN: 9789898834072
José de Guimarães

Nascido em 1939, José de Guimarães é considerado um dos principais artistas plásticos portugueses de Arte Contemporânea, tendo uma vasta e notável obra na pintura, escultura e outras atividades criativas, o que faz com que seja dos mais galardoados artistas plásticos Portugueses. Muitas das suas obras estão expostas em diversos museus Europeus, bem como nos Estados Unidos da América, Brasil, Canadá, Israel e até no Japão.

Mais recentemente, em Portugal, José de Guimarães teve um forte envolvimento com a Capital Europeia da Cultura, em Guimarães, que viu nascer o Centro Internacional das Artes José de Guimarães (CIAJG), integrado na Plataforma das Artes e da Criatividade. A própria Imprensa Nacional-Casa da Moeda, assinalou a Capital Europeia da Cultura através da cunhagem de uma moeda comemorativa da autoria do artista plástico. Já em 1990 foi-lhe concedido pelo então Presidente da República Portuguesa, Mário Soares, o grau de Comendador da Ordem do Infante D. Henrique.

Ingressou na Academia Militar e no curso de Engenharia na Universidade Técnica de Lisboa em 1957. Iniciou a sua formação artística no ano seguinte assistindo a aulas de pintura com Teresa Sousa e Gil Teixeira Lopes e estudando gravura na Sociedade Cooperativa de Gravadores Portugueses. Entre 1961 e 1966, viajou pela Europa, conhecendo de perto a obra de antigos mestres (entre os quais Rubens) e concluiu a licenciatura de Engenharia. A sua carreira "definir-se-ia pela descoberta de regiões distantes e incomuns, de África ao Japão, do México à China. Cada uma destas culturas estimulou-o a desenvolver uma linguagem universal e a transmitir um universo imaginário que, afinal, reaviva a memória da própria História portuguesa, feita de enriquecedoras relações com países longínquos".

(ver mais)