E, de Repente, a Alegria

de Manuel Vilas

Livro eBook
editor: Alfaguara Portugal
Desde o coração das suas memórias, um homem que arrasta tantos anos de passado como ilusões de futuro, recorre às suas recordações para iluminar a sua história. A história de um filho que tem de aprender a viver sem os pais, e de um pai que precisa de aceitar a viver mais longe dos filhos. Uma história que por vezes dói, mas que sempre acompanha.

Neste romance, a meio caminho entre a ficção e a confissão, o protagonista viaja pelo mundo e pelas suas memórias. É uma viagem com duas faces: a face pública, em que o protagonista-autor encontra os seus leitores; e o lado íntimo, em que aproveita cada momento de solidão para procurar a sua verdade.

Uma verdade que começa a despontar - dolorosa e inesperadamente - depois da morte dos pais, do divórcio, do afastamento do vício. Uma verdade que ganha novos matizes à medida que toma forma uma nova vida ao lado de um novo amor, uma vida em que os filhos se transformam na pedra angular sobre a qual gira a necessidade inadiável de encontrar a felicidade. Ou a alegria.

Se Em tudo havia beleza procurava no passado o caminho para regressar ao presente, aqui Manuel Vilas escreve uma história que vai buscar ímpeto ao passado para se lançar para o futuro e tudo o que ele pode trazer de inesperado. Depois da dor do auto-conhecimento, esta é a história da busca esperançada da alegria, essa reivindicação de fé e coragem em tempos convulsos, essa força maior da vida, que, como a beleza, pode estar em qualquer lugar.

«Uma crónica de celebração vital, da procura da verdade e da beleza entre os estilhaços do medo.»
El País

«A busca de uma verdade íntima e pessoal colocou Manuel Vilas nesse lugar raro dos escritores literários que sabem falar às pessoas de tu para tu.»
El Periódico
br> «E, de repente, a alegria é um livro poético e electrizante, que não é propriamente uma sequela de Em tudo havia beleza, mas sim um novo e duro olhar sobre o mundo. Uma dignificação da dor, da perda e dos processos que nos impelem a seguir em frente. Há algo solar neste livro. Há algo curador.» Joaquín Pérez Azaústre, La esfera de papel, El Mundo «Um livro magistral, difícil, fácil, eloquente, complexo, admirável na sua simplicidade enfurecida, contraditoriamente elementar e sábio, enorme, terno e sombrio: tudo isso é para mim E de repente a alegria, de Manuel Vilas.» José Luis Ibáñez Salas, La Nueva Tribuna

E, de Repente, a Alegria

de Manuel Vilas

ISBN: 9789896659745
Editor: Alfaguara Portugal
Idioma: Português
Dimensões: 149 x 234 x 27 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 408
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Romance
EAN: 9789896659745
e e e e e

Fantástico

Luísa B

Já tinha lido o primeiro de Manuel Vilas, e este não fica nada atrás. Um escritor que nos desperta as emoções. Aconselho vivamente.

e e e e e

Um tratado sentimental contemporâneo

Nuno Martins Ferreira

Um livro, tal como o anterior, de um escritor atormentado e que nos atormenta com o que somos na relação com o nosso passado individual e familiar. À beleza de um passado (muitas das vezes construído?) sucede-lhe a alegria de um presente depositado na vida dos seus filhos. Para ler de coração na mão.

e e e e e

E, de repente, a Alegria

Nointeriordoslivros.blogspot.com

Apesar do título, Manuel Vilas não esconde a volatilidade emocional que nos deu a conhecer no seu primeiro livro. Livro ao qual, de alguma forma, aqui parece dar continuidade, nos mergulhos que faz pelo seu mundo interior. É possível encontrar, a espaços, a alegria. Mas a tonalidade é outra. Talvez seja isso, aliás, a presença de uma certa tristeza ou melancolia que permite sentir a alegria e o êxtase que, aqui e ali, marcam a sua escrita.

e e e e E

Alegremo-nos

Cristiana

Apesar de não ter achado o livro genial - cansa um pouco alguma repetição -, o amor e a alegria de mãos dadas relembram constantemente que a recordação pode trazer o melhor que partilhámos com quem já não está presente. Lágrimas e gratidão como na vida.

e e e E E

Hino à alegria

Luis Jorge

A alegria é a coisa mais séria da vida. O autor diz que ela é revolucionária. O livro prova que há vida para lá da alegria e antes de lá chegarmos. Mas que ela é demasiado preciosa para todos. Nunca nos esquecermos dela para viver, é fazer com que ela apareça onde menos se espera.

e e e e e

Há uma harmonia dolorosa em cada frase deste livro.

Ana Catarina Jesus

Num relato assustadoramente intimista, Manuel Vilas leva-nos ao colo numa viagem por sentimentos que, muitas vezes, queremos reprimir. Atrave´s de uma prosa beli´ssima, que mais parece poesia, somos empurrados, a cada pa´gina, contra reflexo~es viscerais.

Manuel Vilas

Manuel Vilas é um premiado poeta e narrador espanhol nascido em Aragão (Barbastro, 1962). Entre os seus livros de poesía destacam-se El cielo (2000); Resurrección (2005; XV Premio Jaime Gil de Biedma); Calor (2008; VI Premio Fray Luis de León); Gran Vilas (2012; XXXIII Premio Ciudad de Melilla) e El hundimiento (2015; XVII Premio Internacional de Poesía Generación del 27). A sua poesia reunida publicou-se em 2010 com o título Amor, e a antologia Poesía completa saiu em 2016. É autor dos romances España (2008), que foi eleito pela revista literária Quimera como um dos dez romances mais importantes da primeira década do século XXI; Aire Nuestro (2009), distinguido com o Prémio Cálamo; Los inmortales (2012) e El luminoso regalo (2013). Também é autor de livros de contos e crónicas. Além dos prémios citados, venceu o Premio Llanes de literatura de viagens, e o Premio de Las Letras Aragonesas, em 2015. Em tudo havia beleza (publicado em Espanha com o título Ordesa) foi o primeiro romance seu a ser publicado em Portugal. Conquistou a crítica e milhares de leitores em vários países, tendo arrecadado o Prix Femina em França. Seguiu-se-lhe o romance: E, de repente, a alegria, finalista do Prémio Planeta em 2019.

(ver mais)
Alfaguara Portugal
19,76€ 21,95€
portes grátis
Alfaguara Portugal
11,93€ 13,25€
Sextante Editora (chancela)
13,30€ 10% CARTÃO
Elsinore
15,95€ 10% CARTÃO
portes grátis