10% de desconto

Crianças Autistas

A Balneoterapia como Facilitadora dos Processos Interativos

de Noémia Ramos Coleta

editor: Instituto Piaget, novembro de 2012
VENDA O SEU LIVRO i
A balneoterapia é uma técnica de intervenção aplicada em crianças autistas e em crianças com problemas de comunicação, onde o corpo tem um papel primordial; podemos dizer que é uma técnica de toque. É sensorial e íntima, porque utiliza o corpo da criança com todos os seus aspetos funcionais. Utiliza a água como veículo facilitador da comunicação através da estimulação sensorial, porque esta ajuda a criança a discriminar estímulos e a interiorizá-los, facilitando a procura de respostas adequadas às solicitações do meio, quer em relação a si próprio quer em relação às pessoas com as quais interage.
O objetivo da balneoterapia é ajudar a criança a valorizar os significados e significantes de forma a tecer uma relação entre eles, construindo o caminho para a compreensão e, consequentemente, para a comunicação, ou seja, ajudar a criança a consciencializar-se com o sentido das ações, palavras (significado) e a interpretá-las, dando-lhes sentido (significante), adquirindo o conhecimento, de início implícito e posteriormente explícito, dessas mesmas ações, dessas mesmas palavras, de forma a saber dar respostas adequadas, para poder tornar-se um interlocutor ativo no seu próprio processo de desenvolvimento. Deste modo, a balneoterapia permite que mãe-filho voltem a ter uma relação ao nível das sensações, proporcionando uma nova viagem ao mundo da uteragestação, ao líquido amniótico, ao meio aquático protetor, o que poderá constituir uma base de segurança para a criança.
Assente neste pressuposto, a balneoterapia faz a criança voltar aos primórdios da comunicação não-verbal através da água e do corpo, à partilha de sensações e, através desta partilha, redescobrir o caminho para comunicar, com a mãe e através da balneoterapia, num ambiente reminiscente da segurança e bem-estar proporcionados pela gestação.
A balneoterapia pretende, pois, fazer regredir a criança a esta fase da sua vida, fazendo-a tomar consciência das suas reminiscências e, a partir desta consciencialização, levá-la a construir as vias da comunicação com o seu meio exterior, o qual lhe tem sido hostil desde que nasceu.
Sendo certo que uma das principais alterações no desenvolvimento de uma criança com síndroma autista consiste na supressão das relações interpessoais recíprocas, há que procurar abordagens terapêuticas que facilitem e promovam o restabelecimento desse tipo de relacionamento com o seu meio exterior. A balneoterapia insere-se no leque das abordagens cujo objetivo é «ensinar» a criança a comunicar.

Crianças Autistas

A Balneoterapia como Facilitadora dos Processos Interativos

de Noémia Ramos Coleta

Propriedade Descrição
ISBN: 9789896590291
Editor: Instituto Piaget
Data de Lançamento: novembro de 2012
Idioma: Português
Dimensões: 164 x 238 x 6 mm
Páginas: 87
Tipo de produto: Livro
Coleção: Epigénese e Desenvolvimento
Classificação temática: Livros em Português > Ciências Sociais e Humanas > Psicologia Livros em Português > Ensino e Educação > Ensino Especial
EAN: 9789896590291
As Emoções Primordiais

As Emoções Primordiais

10%
Instituto Piaget
25,44€ 10% CARTÃO
portes grátis