10% de desconto

Barranco de Cegos

de Alves Redol

editor: Publicações Europa-América, outubro de 1989
Barranco de Cegos acaba por ser a biografia de uma personagem real, mas fundamentalmente simbólica de um potentado ribatejano, cuja história Redol relata a partir de 1891, ano da revolta republicana no Porto.

Aquilo que Redol mostra é, fundamentalmente, a luta interior e exterior de Diogo Relvas - que simboliza tanto a ideologia conservadora de uma classe dominante como a ideologia reaccionária de uma classe decadente - contra a ideologia revolucionária das classes ascendentes.

Alves Redol dá-nos, dentro do romance português, o primeiro retrato magistral de um tal tipo de personagem.

Barranco de Cegos

de Alves Redol

Propriedade Descrição
ISBN: 5601072408517
Editor: Publicações Europa-América
Data de Lançamento: outubro de 1989
Idioma: Português
Dimensões: 114 x 179 x 16 mm
Encadernação: Capa mole
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Romance
EAN: 5601072408517
Alves Redol

Escritor português, natural de Vila Franca de Xira, António Alves Redol nasceu a 29 de dezembro de 1911 e faleceu 29 de novembro de 1969. Figura central do Neorrealismo português, foi autor de uma vasta obra ficcional, que inclui o teatro e o conto.
Filho de um pequeno comerciante ribatejano, obteve um curso comercial e, cedo, teve de se iniciar no mundo do trabalho. Ainda jovem, partiu para Angola à procura de melhores condições de trabalho, mas lá conheceu a pobreza e o desemprego. De regresso a Portugal, à capital, desenvolveu várias atividades profissionais e enveredou nos meandros da oposição ao Estado Novo ingressando no Partido Comunista. De início, tornou-se colaborador do jornal O Diabo, mas a sua veia literária acabaria por se manifestar em 1939. Empenhado na luta de resistência ao regime salazarista, compreendeu a literatura como forma de intervenção social e, nesse mesmo ano, surgiu o seu primeiro romance, Gaibéus, cujo assunto, relacionado com problemas sócio-económicos vividos pelos ceifeiros, fez desta obra o marco do aparecimento do Neorrealismo.
A sua literatura não se caracteriza pela escrita de histórias ficcionadas, mas essencialmente pela abordagem da realidade social e de experiências vividas.

(ver mais)
A Vida Mágica da Sementinha

A Vida Mágica da Sementinha

10%
Editorial Caminho
6,50€ 10% CARTÃO
A Flor vai Ver o Mar

A Flor vai Ver o Mar

10%
Editorial Caminho
10,50€ 10% CARTÃO
A Horas e Desoras

A Horas e Desoras

10%
Edições Colibri
8,60€ 10% CARTÃO
O Monge de Cister Volume II

O Monge de Cister Volume II

Envio até 5 dias úteis
10%
Publicações Europa-América
6,90€ 10% CARTÃO