10% de desconto

Antídoto

de José Luís Peixoto

editor: Temas e Debates, abril de 2003
VENDA O SEU LIVRO i
José Luís Peixoto, autor de "Nenhum Olhar" (Prémio José Saramago), veio agitar o panorama literário português. Romancista (traduzido em várias línguas), poeta ( o livro "A Criança em Ruínas", tem tido edições sucessivas), colaborador regular de várias publicações, lança-se agora numa nova aventura, associando-se aos Moonspell, num projecto inédito e aliciante: a criação de uma narrativa inspirada no universo musical do novo disco da banda metálica portuguesa que mais sucesso obtém além fronteiras. "The Antidote", título do disco, é assim reflectido em "Antídoto", novela de amor e morte constituída por pequenos contos.
Como diz José Luís Peixoto: " Um livro e um disco como nunca se fez[...] As tardes passadas no local de ensaios, as noites de concertos, os dias no estúdio em Helsínquia. As primeiras versões do texto, papéis riscados, o écran do computador. As tardes, as noites, os dias. Um só antídoto contra todos os venenos: o trabalho baseado na amizade e na vontade de dar aos outros o melhor de nós próprios." Ou, ainda, como diz Fernando Ribeiro, dos Moonspell: "Quando nos juntamos ao José Luís (Peixoto) é como se ele se juntasse a nós. E nesta mistura de veneno e antídoto, de horror e beleza, sem forma, limites ou condições, existe um espírito que espalha um eclipse, que volta as costas à encruzilhada, que depois das nuvens é o medo, que debaixo da pele é o medo. "Esse espírito somos todos nós, ainda lunares: as nossas mãos com medo do que descobrem, os nossos sonhos agitados com as curas, os nossos espíritos irrequietos mas decididos a entrar no segredo de cada um e construir um perturbadoramente novo para matar a sede de antídoto que tão bem conhecemos."

Antídoto

de José Luís Peixoto

Propriedade Descrição
ISBN: 9789727596560
Editor: Temas e Debates
Data de Lançamento: abril de 2003
Idioma: Português
Dimensões: 122 x 198 x 5 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 87
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Romance
EAN: 9789727596560
Idade Mínima Recomendada: Não aplicável
e e e e e

Um bom veneno pede um bom antídoto

Cláudia Santos

As palavras de José Luís Peixoto são sempre as certas, sempre as que mais sentido fazes quer sejam na narrativa na lírica ou na junção de todas numa não ficção poética. A criação tão feliz de mais esta obra nos primórdios da sua existência só augurava sucesso e uma existência demoníaca com Fernando Ribeiro. Uma relíquia de que nunca me desfarei não minha coleção.

e e e e E

A Walk on the Darkside

Jorge A

Uma viagem por lugares sombrios da mente humana que não deve deixar de ser acompanhado pelo seu siamês musical, Antidote dos Moonspell. Juntos complementam-se de forma quase hipnótica.

e e e E E

Um exercício de escrita bastante interessante

Passarinho

Peguei nesta obra já depois de ter lido obras mais recentes, e a meu ver mais amadurecidas, de José Luís Peixoto. Senti que é um livro em que a escrita do autor não está tão trabalhada, e ainda não tem aquela delicadez e polidez que caracterizam a escrita do autor. Contudo, se me dessem a ler o livro sem me relevarem quem era o seu autor, conseguiria discernir laivos da escrita que me deixou apaixonada, por exemplo, em "Livro". É um exercício muito interessante este, de criar um projecto multidisciplinar em que música e literatura se complementam, sem anularem as particularidades e beleza de cada uma. Para estreantes na leitura de José Luís Peixoto, não creio que este seja o livro mais aconselhado. Na minha opinião, eu aconselharia iniciar esta leitura com "Livro" ou "Morreste-me", que são livros que, embora inseridos em géneros muito diferentes, conseguem envolver o leitor de uma forma mais arrebatadora qu este "Atídoto". Para fãs de JLP, nesse caso, é uma leitura a não perder!

José Luís Peixoto

José Luís Peixoto nasceu em Galveias, em 1974.
É um dos autores de maior destaque da literatura portuguesa contemporânea. A sua obra ficcional e poética figura em dezenas de antologias, traduzidas num vasto número de idiomas, e é estudada em diversas universidades nacionais e estrangeiras.
Em 2001, acompanhando um imenso reconhecimento da crítica e do público, foi atribuído o Prémio Literário José Saramago ao romance Nenhum Olhar. Em 2007, Cemitério de Pianos recebeu o Prémio Cálamo Otra Mirada, destinado ao melhor romance estrangeiro publicado em Espanha. Com Livro, venceu o prémio Libro d'Europa, atribuído em Itália ao melhor romance europeu publicado no ano anterior, e em 2016 recebeu, no Brasil, o Prémio Oeanos com Galveias. As suas obras foram ainda finalistas de prémios internacionais como o Femina (França), Impac Dublin (Irlanda) ou o Portugal Telecom (Brasil). Na poesia, o livro Gaveta de Papéis recebeu o Prémio Daniel Faria e A Criança em Ruínas recebeu o Prémio da Sociedade Portuguesa de Autores. Em 2012, publicou Dentro do Segredo, Uma viagem na Coreia do Norte, a sua primeira incursão na literatura de viagens. Os seus romances estão traduzidos em mais de trinta idiomas. As suas mais recentes obras são Autobiografia (2019), na prosa, e Regresso a Casa (2020), na poesia.
Os seus romances estão traduzidos em mais de trinta idiomas.
Para saber mais sobre o autor: https://www.joseluispeixotoemviagem.com

(ver mais)
Almoço de Domingo

Almoço de Domingo

10%
Quetzal Editores
17,70€ 10% CARTÃO
portes grátis
Morreste-me

Morreste-me

10%
Quetzal Editores
14,39€ 10% CARTÃO
Teleny

Teleny

10%
11 X 17
8,00€ 10% CARTÃO