10% de desconto

A Terra Onde o Tempo Parou

de Bohumil Hrabal

editor: Edições Afrontamento, agosto de 2005


"Rir até às lágrimas e chorar de verdade, passar da melancolia a uma forte vontade de viver, transformar a vulgaridade das coisas e os percalços sem história em objectos poéticos: é a alma de Bohumil Hrabal cavalgando A terra onde o tempo parou. O leitor, subjugado, ouve o seu próprio riso, que o sacode, incontrolável, enquanto sente ser atingido por uma inquietação cada vez mais intensa. Histórias. E por detrás das histórias, discreta mas presente, uma fase da História. A História dos anos que viram o tempo parar. Não sendo nunca o simples reflexo de uma memória nostálgica. Não foi por acaso que este livro fez parte das obras cuja versão oficial foi um pouco dourada. Mas que se publica agora com o seu texto original, pleno de vitalidade insolente."
Le Monde Diplomatique

A Terra Onde o Tempo Parou

de Bohumil Hrabal

Propriedade Descrição
ISBN: 9789723602463
Editor: Edições Afrontamento
Data de Lançamento: agosto de 2005
Idioma: Português
Dimensões: 147 x 211 x 8 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 136
Tipo de produto: Livro
Coleção: Fixões
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Romance
EAN: 9789723602463
Idade Mínima Recomendada: Não aplicável
e e e e E

Uma oportunidade a não perder

Gabriela

O primeiro livro que leio deste escritor (como outro que também arranjei na wook) e vou também querer ler mais. Como escrevi em cima no título, uma oportunidade a não perder, conseguir o livro de um grande escritor que não conhecia e por um preço abaixo da média, O que apreciei sobretudo neste livro? Uma outra visão, uma forma de vivermos a historia. Recomendo

Bohumil Hrabal

Bohumil Hrabal (1914-1997) é um dos maiores escritores checos do século XX, a par de Jaroslav Hašek, Karel Capek e Milan Kundera. Eterno compincha de caneca erguida nas tabernas de Praga, amigo da boa cerveja e de gatos (a ordem é aleatória), cedo se deixou seduzir pelos encantos da capital checa. Cursou Direito, que nunca exerceu, viveu a ocupação nazi e o estalinismo do pós-guerra, e teve um sem-fim de ofícios, nos quais beberia a inspiração para os seus livros: de ferroviário durante a guerra (Comboios Rigorosamente Vigiados, 1965, adaptado ao cinema em 1967) e prensador de papel (Uma Solidão Demasiado Ruidosa, 1976) a contraregra e telegrafista. As suas obras circularam clandestinamente após a Primavera de Praga, foram banidas e queimadas, e, a par de outros intelectuais, Bohumil Hrabal foi acossado pelo regime comunista e pelos censores do Estado. Distinguiu-se pela publicação de obras como Eu que Servi o Rei de Inglaterra (1971), A Terra Onde o Tempo Parou (1973) e Terno Bárbaro (1973), pelo humor grotesco e irreverente e pela obsessão com o discurso autêntico e pitoresco do seu povo. No seu último dia neste mundo, caiu da janela do quinto andar num hospital de Praga, ao dar de comer aos pombos.

(ver mais)
Eu que Servi o Rei de Inglaterra

Eu que Servi o Rei de Inglaterra

10%
Edições Afrontamento
14,13€ 10% CARTÃO
M & U

M & U

10%
Edições Afrontamento
8,08€ 10% CARTÃO
Uma Solidão Demasiado Ruidosa

Uma Solidão Demasiado Ruidosa

10%
Antígona
15,00€ 10% CARTÃO
portes grátis
Marilha

Marilha

10%
Dom Quixote
2,90€ 10% CARTÃO
Ar de Dylan

Ar de Dylan

10%
Teodolito
16,00€ 10% CARTÃO
portes grátis