A Marcha de Radetzky

de Joseph Roth

editor: Nova Vega, abril de 2018
ESGOTADO OU NÃO DISPONÍVEL
VENDA O SEU LIVRO i
Considerada unanimemente como a obra maior de Joseph Roth e uma das mais representativas da literatura contemporânea de expressão alemã, A Marcha de Radetzky, conta-nos a lenta desintegração de três gerações no seio da mesma família, e, simbolicamente do Império Austro-Húngaro.

Testemunha privilegiada do malogro da revolução alemã e da mudança da estrutura social na Rússia, acontecimentos que transformaram a face da Europa, Joseph Roth reflectiu esta experiência no conjunto da sua obra, sendo este romance o exemplo mais ilustrativo.

Na apresentação incluída nesta edição, Stefan Zweig destaca os valores que Roth propugnou na Marcha de Radetzky: «O declínio da velha cultura austríaca, plena de distinção, tornada impotente pela sua nobreza de alma, foi o que ele quis mostrar através da personagem de um Austríaco, derradeiro representante de uma raça em vias de extinção. Era um livro de despedida, melancólico e profético, como sempre são os livros dos verdadeiros poetas.»

A Marcha de Radetzky

de Joseph Roth

Propriedade Descrição
ISBN: 9789897500756
Editor: Nova Vega
Data de Lançamento: abril de 2018
Idioma: Português
Dimensões: 150 x 230 x 23 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 288
Tipo de produto: Livro
Coleção: Escola de Letras
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Romance
EAN: 9789897500756
e e e e e

Requiem por uma época

Helena Sérgio

Bom, muito bom! Roth pai, o melhor dos Roths. Um livro denso, mas apaixonante, que retrata o declínio lento de uma Europa que caminha para o abismo, de uma forma despreocupada e sonâmbula. Acabará nas trincheiras do Somme ou de Verdun e nunca mais voltará a ser a mesma. Joseph Roth sabe isso e conta-o na perfeição.

Joseph Roth

Joseph Roth nasce em 1894 em Brody (Galícia Oriental). Após ter feito a formação primária e secundária nesta cidade, continua os estudos universitários em Lemberg e, posteriormente, em Viena. Participa na Primeira Guerra Mundial. A partir de 1918, trabalha como jornalista e cronista, primeiro em Viena e depois em Berlim. De entre vários romances e novelas escritos na Áustria e no exílio, destacam-se Hiob (Job) e A Marcha de Radetzky. Enfraquecido pelo consumo excessivo de álcool e não resistindo a uma pneumonia, morre em 1939, no Hôpital Necker (hospital parisiense destinado aos pobres).

(ver mais)
O Busto do Imperador

O Busto do Imperador

10%
Assírio & Alvim
9,99€ 10% CARTÃO
O Chefe de Estação Fallmerayer

O Chefe de Estação Fallmerayer

10%
Assírio & Alvim
8,85€ 10% CARTÃO
O Peregrino Encantado

O Peregrino Encantado

10%
Nova Vega
15,90€ 10% CARTÃO
portes grátis
A História da Minha Mulher

A História da Minha Mulher

10%
Cavalo de Ferro
22,99€ 10% CARTÃO
portes grátis