Já não me deito em pose de morrer eBook

poemas escolhidos

Livro 10

de Cláudia R. Sampaio

Livro eBook
editor: Porto Editora
«Penso na poesia de Cláudia R. Sampaio como no discurso furioso que apenas alguém de profunda ternura poderia fazer. Sua tragédia, explícita, frontal, é a da saber a delicadeza quando tudo em seu redor propende para o grotesco e sua cabeça desafia para duvidar continuamente. Magnífica poeta, seu impasse é constante: "Quem sabe se não é agora que / possuo toda a loucura / e me faço mulher // Eu que da cintura para cima sou triste / e daí para baixo uma praia / a quem explodiram o mar / para depois o transformarem em / homem e em assombro também".

A expressão de Cláudia R. Sampaio é das mais contundentes da contemporaneidade. Não se ergue panfletária, ergue-se numa urgência íntima que não teme expôr, usando sua vulnerabilidade para força, como alguém que mapeia as feridas procurando cicatrizá-las, e também glorificá-las, com o verso. Toda a poesia abeira a terapêutica, e aqui a terapêutica é fundamental, inclusive como forma de classificar cada detalhe do mundo, como protesto e como alegria do possível. A loucura e a terapia são íntimas e fertilizam, a um tempo, o pensamento e a sabedoria.

Que maravilha o desabrido desta poesia. Que maravilha que não seja demasiado limpa, demasiado educada, e se coloque sobretudo enquanto necessidade além da razão e de qualquer etiqueta. Uma poesia que redime tanta coisa mas que também gratamente infecta: "desta vida à outra / castigaram-nos com abraços / afogando o adeus corcunda / adiantado pelas colisões das / palavras / veneno abençoado / do nosso lar.".»

Valter Hugo Mãe

Já não me deito em pose de morrer

poemas escolhidos

de Cláudia R. Sampaio

ISBN: 978-972-37-2118-8
Editor: Porto Editora
Idioma: Português
Páginas: 164
Tipo de produto: eBook
Formato: ePUB i
Coleção: Elogio da sombra
Classificação temática: eBooks em Português > Literatura > Poesia
Idade Mínima Recomendada: Não aplicável
e e e e e

Excelente

Ab

Um livro fantástico. Das melhores vozes de poesia.

e e e e E

Refrescante

CF

Uma leitura refrescante - e, muitas vezes, cortante. Recomendo.

e e e e e

do mais belo que já li

Beatriz Rito

Para mim, Cláudia R. Sampaio é um dos grandes nomes da considerada "poesia da atualidade". Dos melhores livros de poesia que já li. Um livro sem artifícios, poesia nua e pungente, palavras belas e que fazem sentido. Nenhum comentário faz jus a este livro. Por favor, leiam! Vale muito pena. Obrigada Cláudia R. Sampaio por nos permitir ler as suas palavras.

e e e e e

absolutamente belo

Beatriz Rito

Cláudia Sampaio é, para mim, um dos nomes incontornáveis da considerada poesia contemporânea. É sempre um gosto enorme poder ler e beber de cada uma das suas palavras. Uma poesia pungente, crua e sem medos. Adoro. E recomendo totalmente. Daqueles livros que ir-me-á sempre apetecer ler. Obrigada, Cláudia, pela sua escrita fenomenal. Leiam!!

e e e e e

Indispensável

João Coelho

Uma das melhores vozes da poesia contemporânea portuguesa. Poesia confessional, para ser mais preciso. Uma escrita belíssima sem qualquer dificuldade em usar as palavras certas para descrever sensações, momentos, escuridões.

Cláudia R. Sampaio

Cláudia R. Sampaio é uma poeta e pintora nascida em Lisboa (1981). Tem seis livros de poesia publicados até ao momento: Os dias da Corja, A primeira urina da manhã, Ver no escuro, 1025mg, Outro nome para a solidão e Já não me deito em pose de morrer. Também está publicada no Brasil com a trilogia ‘Inteira como um coice do Universo’ (Edições Macondo). Em 2017, estreou-se na escrita para teatro, com uma peça para a 10.ª edição do festival PANOS, na Culturgest.
Actualmente, é artista residente do projecto MANICÓMIO.
Vive em Lisboa com as suas duas gatas: Polly Jean e Aurora.

(ver mais)
Pré-lançamento
Porto Editora
12,96€ 14,40€
Porto Editora
15,50€ 10% CARTÃO
portes grátis
Porto Editora
15,50€ 10% CARTÃO
portes grátis
Porto Editora
10,98€ 12,20€
eBook
Porto Editora
10,99€ 10% CARTÃO
eBook
Porto Editora
10,99€ 10% CARTÃO