10% de desconto

Vinte anos na província

de Mónica Baldaque

Livro eBook
editor: Sextante Editora (chancela), maio de 2013
Em todas as narrativas a casa veste os seus habitantes, domina-os, controla-lhes a vida e, um dia, despede-se deles. Pode parecer que são eles a tomar a decisão de a abandonar, mas na verdade é a casa que os expulsa. Quebram-se os laços antigos de cumplicidade, de confiança, de afeição, de memória. Desmaterializa-se o espírito dos lugares. Apagam-se as luzes, fecham-se as portas. Tudo é varrido pelo fogo e pelo vento. Um amor melancólico definha em cada vida, e nada o vem substituir. A casa simboliza o refúgio do eu mais profundo, a casa é a floresta das almas. A casa é a província, o lugar fechado dos enredos, o cenário breve das vidas, onde tudo tende à decomposição.

Vinte anos na província

de Mónica Baldaque

Propriedade Descrição
ISBN: 978-989-676-070-0
Editor: Sextante Editora (chancela)
Data de Lançamento: maio de 2013
Idioma: Português
Dimensões: 152 x 235 x 14 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 192
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Contos
EAN: 978989676070010
Idade Mínima Recomendada: Não aplicável
e e e e E

Viajar até o Douro

Manuel Mesquita

É possível, nestes contos, ir até ao Douro (Peso da Régua, por exemplo) e conhecer melhor as gentes pelos contos da filha de Agustina, que aí nasceu. Vale a pena pela boa prosa e pelo desenho de caracteres.

e e e e e

Vou ler!

Fernando Mascarenhas

Ainda não conheço o livro, mas a autora já nos habituou a contos, e não só, muito interessantes, escritos com grande vivacidade, mistério q.b., e grande sensibilidade literária, aliada a um conhecimento profundo do Douro, das suas histórias, e das suas gentes. Vou ler com todo o interesse.

Mónica Baldaque

Nasceu no Douro, no lugar de Ariz, Peso da Régua. O Douro tem uma importância fundamental na sua atividade de pintora, patente em grande parte da sua obra, alguma publicada em livros e catálogos.
Profissionalmente está ligada à museologia, sendo conservadora principal de museus. Tem exercido cargos de direção, estando atualmente nos museus municipais do Porto. Pertence ao conselho diretivo da Associação dos Amigos do Museu do Douro e ao conselho cultural da Fundação Eça de Queiroz.
Na pintura tem uma vasta obra no retrato e na paisagem. Realizou exposições individuais e participou em exposições coletivas.
Integrou o grupo dos artistas convidados pelo Museu do Douro para criarem cinco rótulos para cinco produtores de vinho do Porto.
Filha de Agustina Bessa-Luís.

(ver mais)
As Sibilas

As Sibilas

10%
Relógio D'Água
14,85€ 16,50€
Ilhas Contadas

Ilhas Contadas

10%
Dom Quixote
10,90€ 10% CARTÃO