10% de desconto

Relações Trabalho-Família e Género

Caminhos para a conciliação

de Cláudia Andrade

editor: Coisas de Ler, abril de 2013
VENDA O SEU LIVRO i
Este livro versa o tema das relações trabalho-família com um olhar psicossocial. Movidas pelo interesse de investigarmos este tema, num quadro de relações entre gerações e de mudança social, centramos a nossa atenção nos conceitos, modelos e perspetivas que atuam como pano de fundo à reflexão em torno do que significa uma articulação harmoniosa dos diferentes papéis de vida.

Relações Trabalho-Família e Género

Caminhos para a conciliação

de Cláudia Andrade

Propriedade Descrição
ISBN: 9789898218896
Editor: Coisas de Ler
Data de Lançamento: abril de 2013
Idioma: Português
Dimensões: 155 x 230 x 5 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 112
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Português > Ciências Sociais e Humanas > Psicanálise
EAN: 9789898218896
Cláudia Andrade

Diplomada em Interpretação/Teatro do Gesto pela Escola Estudis de Teatre (Barcelona), é mestra em Teatro e Comunidade pela ESTC (Escola Superior de Teatro e Cinema).

Trabalha como atriz desde 1993 em diversos projetos com o Teatro Meridional, Teatro da Cornucópia, o Trigo Limpo teatro ACERT, Quarto Período-o-do-Prazer, o Teatro do Morcego, o Théâtre de la Mezzanine, Cia Jordi Bertrán, Próxima Estação, entre outros. Teve formação com Marcia Haufrecht, Neville Tranter, Norman Taylor, Alain Gautré, Philippe Gaulier, Christophe Marchand, Claire Heggen e Monika Pagneux em diversas áreas como movimento, clown, bufão, manipulação de marionetes, canto e dança aérea. Colaborou e concebeu vários projetos para o serviço educativo do CCB, do Teatro Maria Matos e Culturgest, tendo desenvolvido espetáculos na área de teatro comunitário, como é o caso de Um Elo chamado Jarmelo (com as populações do Jarmelo), Cientistas ao Palco (integrado na European Researchers’ Night) e Inesquecível Emília (no Estabelecimento Prisional de Santa Cruz do Bispo). Recentemente participou num intercâmbio artístico com o grupo de teatro comunitário Pompapeytriasos (Buenos Aires, Argentina). É colaboradora do CIAC e integra a Rede de Investigadores de Teatro Comunitário.

(ver mais)