Os Távoras

Entre a virtude e o pecado

de Maria João Fialho Gouveia

Livro eBook
editor: Bertrand Editora, maio de 2018
ESGOTADO OU NÃO DISPONÍVEL
VENDA O SEU LIVRO i
Esta é a história da nobre família Távora, aqui contada na voz de Dona Mariana Bernarda e Dona Teresa Tomásia, duas senhoras desta ilustre Casa, que viveram em fausto e glória até o futuro marquês de Pombal tentar apagar a sua semente da face da Terra.
Apesar de unidas pelo sangue e pela vaidade da sua estirpe, as duas fidalgas não podiam ser mais diferentes uma da outra. A primeira era uma mulher religiosa e recta; já a segunda - sua tia e cunhada - entregava-se sem pruridos a uma vida de luxúria, vivendo um romance pecaminoso com El-rei de Portugal.

A altivez e o poder dos grandes Távoras muito incomodavam a Sebastião José de Carvalho e Melo, Secretário de Estado. Tanto que, quando D. José I é vítima de um intrigante atentado, Sebastião José, futuro marquês de Pombal, tratou de os inculpar, prendendo-os em masmorras e conventos, sem poupar mulheres nem crianças. O Tribunal da Inconfidência, a que presidiu, torturou os réus e condenou-os a mortes cruéis. Por fim, baniu-lhes o nome, picou-lhes as armas de família, julgou tê-los calado para sempre. Mas tê-lo-á conseguido?

Os Távoras

Entre a virtude e o pecado

de Maria João Fialho Gouveia

Propriedade Descrição
ISBN: 9789722536127
Editor: Bertrand Editora
Data de Lançamento: maio de 2018
Idioma: Português
Dimensões: 150 x 235 x 21 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 320
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Romance
EAN: 9789722536127
Idade Mínima Recomendada: Não aplicável
e e e e e

Muito interessante

Elisa

Leitura interessanet com factos históricos que desconhecia!

e e e e e

História

Maria Santos

Adorei!

e e e e e

Muito bom

Patrícia Magalhães

Um livro de fácil leitura e que cativa de início ao fim. Recomendo

e e e e E

Uma boa História!

Elsa Coelho

Uma narrativa histórica muito bem elaborada que prende atenção do leitor. Não cansa, e deve ser lida por todos.

e e e E E

Agradável

anf

Romance histórico situado no séc XVIII, contemporâneo do terramoto de 1755, que se lê facilmente e com prazer, bem escrito e com grande rigor, conta a história da família dos marqueses deTávora e da ignóbil perseguição de que foram vítimas. Sebastião José, homem de enorme arrogância, desmedida prepotência, porventura levado por sentimentos de inveja e ambição de poder, decidiu desencadear uma impiedosa persegução aos jesuítas e aos Távoras, que terminou com a expulsão dos primeiros e o selvático assassínio dos segundos. Vale a pena ler

e e e e E

A História de Portugal no seu melhor

https //livrosgosto.blogspot.pt

    Opinião: Maria João Fialho Gouveia aparece com um novo romance histórico, desta vez sobre Os Távoras, essa família tão perseguida pelo ministro de D. José, Sebastião José de Carvalho e Melo, Conde de Oeiras, Marques de Pombal.     As personagens principais são duas cunhadas D. Mariana Barbara e D. Teresa Tomásia. E não poderiam ser mais distintas. Enquanto a primeira é muito religiosa e está preocupada com a salvação do mundo, da sua alma e a importância em louvar Deus sob todas as coisas, a segunda acaba por se tornar amante do rei, estando muito mais interessada na luxuria, nas festas, e na sua felicidade no momento, no aqui e agora.     Na verdade, o interessante neste livro é verificar que a família acaba por ter no seu seio um conjunto de pessoas completamente diferentes, mas que, acima de tudo, defendem o poder e o nome que assinam. Apesar das críticas, dos afastamentos e até dos contrastes, nos momentos de crise, nomeadamente aquando do terramoto de Lisboa, a família acaba por se proteger e por se unir por forma a que todos se salvem.     Outro aspeto a salientar é o rigor histórico que a Maria João Fialho Gouveia põe na construção e desenvolvimento dos seus livros. Neste caso é tanto mais importante pois existe a ideia, incorreta, de que a família Távora deixa de ter descendentes após o tempo do Marques de Pombal, o que não corresponde, de todo, à realidade. Mais ainda, a autora fez uma escolha feliz ao centrar a ação do livro, no tempo anterior à perseguição e fuga, mostrando assim um clã que se souber divertir nos momentos certos ao mesmo tempo que construía o seu poder financeiro e social e, simultaneamente, desenvolvia a sua capacidade de sobrevivência.     Por fim de notar a forma como o livro está escrito. Sem artificialismos, mas com uma correção linguística e literária que acaba por nos envolver e consegue levar-nos, como que de forma cinematográfica, a um tempo que não é o nosso. Realço a descrição do Terramoto de Lisboa, que é de um realismo e de um rigor histórico ímpar ao mesmo tempo que constrói uma descrição literária sublime.     É, pois, uma obra que recomendo sem dúvidas algumas, para quem gosta de romances históricos em particular, ou para qualquer leitor que queira, para este verão, um livro com uma boa história e bastante bem escrito.

e e e e e

Epico

Mãrio Malheiro

Sabia que a historia de Portugal também proporciona excelentes romances históricos? Andamos cá há mais de oitocentos anos, por isso não faltam temas. Este é mais um, entre muitos, uma historia de poder e de vingança. Até parece que estou a falar de um grande autor estrangeiro. Não é, é portuguesa e merece toda a nossa atenção.

e e e e E

Os Távoras, uma história sempre interessante

Ana Seabra

Apesar de já conhecer a história da família Távora, na época do Marquês de Pombal, foi com muito agrado que li este livro. Com uma escrita interessante, a autora transporta-nos até ao séc. XVIII. Apesar de tudo o que fez, o Marquês de Pombal não conseguiu que os Távoras caíssem no esquecimento e deixassem de despertar interesse no leitor.

Maria João Fialho Gouveia

Maria João Fialho Gouveia é filha dos anos 60 e do Estoril. Cursou Comunicação Social, Línguas e agora História. Jornalista há quase 40 anos, passou pelas várias áreas da imprensa. Hoje abraça a literatura, definindo a aventura da escrita como uma doce e viciante solidão que lhe completa a alma. Mulher de causas, mantém ainda afincada a militância pelos direitos humanos e dos animais. Tem dez livros publicados: Fialho Gouveia – Biografia sentimental, Dona Francisca de Bragança – A princesa boémia, As Lágrimas da Princesa, Sob os Céus do Estoril, Maria da Fonte – Rainha do povo, Os Távoras – Entre a virtude e o pecado, Dona Filipa e Dom João I – Unidos pelo reino e pelo amor, O Primeiro Amor de Dom Carlos, A Templária e Inês, que a Bertrand Editora agora publica em nova edição.

(ver mais)
A Templária

A Templária

10%
Bertrand Editora
16,92€ 18,80€
portes grátis
Dona Filipa e Dom João I

Dona Filipa e Dom João I

10%
Bertrand Editora
16,60€ 10% CARTÃO
portes grátis
O Último Távora

O Último Távora

10%
Livros d'Hoje
17,70€ 10% CARTÃO
portes grátis
Uma Família nos Tempos de Salazar

Uma Família nos Tempos de Salazar

10%
Edições Colibri
15,00€ 10% CARTÃO
portes grátis