10% de desconto

Os Cães Ladram Facas

Antologia poética

de Charles Bukowski

editor: Alfaguara Portugal, novembro de 2018
A antologia poética de Charles Bukowski que faltava em português, uma antologia que recupera a violência graciosa que apenas a poesia consegue concretizar.

«Das muitas histórias de que se compõe a incrível biografia de Bukowski, só dez por cento são mentira, como diria Manoel de Barros. E Bukowski em nada contribuiu para desmistificar algumas delas. Pelo contrário. O que sempre lhe interessou foi o tom, a forma, e não a tão implacável como estéril adequação factual. E quando lemos os livros de Bukowski e a sua biografia nada parece inverosímil ou inadequado. Porque se não aconteceu, podia ter acontecido.» Valério Romão, in prefácio

Reunida a partir das várias dezenas de livros de poesia daquele que é considerado o poeta americano mais influente e imitado de sempre, esta antologia poética de Charles Bukowski hoje publicada pela Alfaguara foi seleccionada, organizada e prefaciada pelo escritor Valério Romão. O legado poético de Charles Bukowski, além de implacável, visceral e transgressor, é, antes do mais, incontornável. Em todos os seus escritos, o génio atormentado e marginal de Henry Charles Bukowski, gerador de alguma da poesia mais marcante da literatura contemporânea, comete a proeza de identificar e isolar pontos de luz indefectíveis nos quotidianos mais negros, nas experiências de vida mais sombrias.

É inegável a sedução que a autenticidade dos seus poemas exerce sobre nós, leitores e espectadores das entranhas de uma vida como ela também pode ser, admiradores da força da vida, da morte, do sexo. Por isso, Charles Bukowski é, também, mais do que um fenómeno. Charles Bukowski é essencial.

«Ele trazia todos de volta à terra. Até os anjos.»
Leonard Cohen

«O que acontece com Bukowski é que, quando lemos o que tem para dizer, ele tem razão.»
Sean Penn

«Um agitador profissional... representante da marginalidade de Los Angeles... Bukowski escreve, com uma insistência louca e romântica, que os falhados são menos falsos que os vencedores. E fá-lo com uma intensa compaixão pelas almas perdidas.»
Newsweek

«Reflexivo, humano, uma leitura tremendamente evocativa e envolvente.»
The Times

«Forte e, sempre que possível, muito divertido.»
The Sunday Telegraph

«Há uma aspereza muito real nas personagens dos romances de Bukowski.»
The New York Times Review of Books

«Um laureado da vida marginal americana.»
Time

Os Cães Ladram Facas

Antologia poética

de Charles Bukowski

Propriedade Descrição
ISBN: 9789896655594
Editor: Alfaguara Portugal
Data de Lançamento: novembro de 2018
Idioma: Português
Dimensões: 149 x 234 x 25 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 380
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Poesia
EAN: 9789896655594
e e e e e

O cão

JMarto

Bukowski não é consensual, mas é sensual e grotesco, imenso e despojado, indiferente e atento ao pormenor, é corpo e sopro.

e e e e E

Poesia

António Rodrigues

Todos os romances e pequenas histórias de Bukowski são tão boas que, por vezes, podemos esquecer que foi através da poesia, onde ele se sente como peixe na água, que ele alcançou reconhecimento.

e e e e e

Genial

Rute Gonçalves

Genial

e e e e E

cães que não ladram não cortam

JLA

saúda-se a edição - em português, felizmente, e não em acordês - desta colectânea poética de bukowski, um dos nomes em simultâneo mais amados e detestados das letras americanas, e não só. nada a dizer da selecção de valério romão (embora pessoalmente lamente que em mais de cem poemas escolhidos tenham sido omitidas pérolas como "defining the magic", "poetry" ou "the laughing heart"), que assina um prefácio esclarecedor. a tradução de rosalina marshall pareceu-me cuidada e eficiente, captando bem aquilo que todos julgamos ter sido o espírito do autor quando estava a escrever - a sua imagem de maldito, marginal, irreverente, bêbado e misógino nunca nos abandona - embora, para quem conhece os originais, haja algumas escolhas de palavras/sinónimos discutíveis. se nunca o leu, ou apenas o conhece da prosa, eis uma excelente oportunidade.

e e e e e

Os cães ladram facas

ALP

Bukowski é um escritor absolutamente essencial e esta obra não é exceção, trazendo-nos poemas viscerais, impactantes e de uma violência que não deixará ninguém indiferente.

e e e e e

Os cães ladram facas

ABP

A ameaça semântica implícita no título deste livro é apenas uma meia verdade. Se, por um lado, Bukowski poeta é um grito das crueldades da sinceridade humana, por outro, é também uma voz poética generosa, observadora, autocrítica, apaixonada e humorada. Uma espécie de abismo vertiginoso de humanidade que se amarra à beleza de uma escrita direta de poucos artifícios. Um poeta genial.

Charles Bukowski

Charles Bukowski nasceu na Alemanha, em 1920, mas cresceu em Los Angeles, onde viveu durante cinquenta anos. Publicou o seu primeiro conto em 1944, quando tinha vinte e quatro anos, e começou a escrever poesia com trinta e cinco anos. Morreu em 1994, aos setenta e três anos, pouco tempo depois de completar o seu último romance, Pulp. Viu publicados mais de quarenta e cinco livros de prosa e poesia, incluindo os romances Post Office (1971), Factotum (1975), Women (1978), Ham on Rye (1982), Hollywood (1989) e Pulp (1994). É um dos autores americanos contemporâneos mais conhecidos a nível mundial e, possivelmente, o poeta americano mais influente e imitado de sempre.

(ver mais)
Pão com Fiambre

Pão com Fiambre

10%
Alfaguara Portugal
12,95€ 10% CARTÃO
Mulheres

Mulheres

10%
Alfaguara Portugal
12,50€ 10% CARTÃO
O Medo

O Medo

10%
Assírio & Alvim
40,00€ 10% CARTÃO
portes grátis
O Sol e as Suas Flores

O Sol e as Suas Flores

10%
Lua de Papel
15,50€ 10% CARTÃO
portes grátis