10% de desconto

O Tempo das Cerejas

de José Manuel Castanheira

editor: Caleidoscópio, junho de 2016
VENDA O SEU LIVRO i
Este "Manual de sobrevivência de um cenógrafo" traz-nos reflexões, histórias, dúvidas e inquietações, fruto da vida e da experiência profissional de José Manuel Castanheira. A partir de Tchekhov e de "O Cerejal", o autor criou uma "partitura" que nos faz viajar, sonhar, reflectir, sorrir. O autor ousa a ironia que, diz, "nos faz sorrir, apenas sorrir sem rir nem chorar".

O Tempo das Cerejas

de José Manuel Castanheira

Propriedade Descrição
ISBN: 9789896583859
Editor: Caleidoscópio
Data de Lançamento: junho de 2016
Idioma: Português
Dimensões: 174 x 224 x 28 mm
Encadernação: Capa dura
Páginas: 288
Tipo de produto: Livro
Coleção: Cenografia
Classificação temática: Livros em Português > Arte > Artes de Palco
EAN: 9789896583859
José Manuel Castanheira

Arquiteto, Cenógrafo e Pintor. Doutorado em Cenografia e Arquitetura pela Faculdade de Arquitetura da Universidade de Lisboa onde é professor desde 1982. Leciona também na Faculdade de Belas Artes de Lisboa.
Com uma atividade multifacetada é sobretudo na Cenografia do Espetáculo e das Exposições/Museologia, na Arquitetura Teatral e na Pintura que se tem afirmado. Realizou a sua primeira cenografia em 1973. Desde então desenvolve intensa atividade na cenografia teatral contando com mais de 250 cenografias realizadas em 15 países.

Em 1993 o Centre Georges Pompidou-Paris e em 2015 o Festival Internacional de Teatro de Almada exibiram exposições retrospetivas da sua obra.
Em 1995 é convidado para membro do júri mundial da Quadrienal de Cenografia e Arquitetura Teatral de Praga e em 2015 integra a curadoria de Portugal e em 2001 é convidado pela União dos Teatros da Europa para orientar o 3º WorKshop dos mestres da Cenografia (Barcelona).

Dirigiu ações de formação, estágios e seminários em Universidades e outras Instituições em Portugal, e muitos outros países como Espanha, Bélgica, França, República Checa, Grécia, Itália, Cuba, Suíça e Brasil.

Na Cenografia de Exposições concebeu dispositivos para exposições como: Pavilhão de Portugal Expolangues/Paris 1989-1992, Fábulas La Fontaine/ Gulbenkian 1994-95, Pavilhão de Portugal/Expo98, Peregrinação-O Voo da Cegonha/Expo98, Anti-galeria/ARCO Madrid/2001, É proibido proibir!/ MUDE Lisboa/2009 e Um homem chamado Romeu Correia, Almada 2017. Em 2002 faz a cenografia para o filme de João César Monteiro, VAI-VEM.

É membro da Real Academia de Belas Artes de Espanha eleito em 2010 e membro fundador do Instituto Europeu de Cenografia, da Associação Portuguesa de Cenografia e da Academia Internacional de Cenografia.
É o coordenador para a Europa do projeto Teatros da América Latina sob o patrocínio da OISTAT/UNESCO – Organização Mundial de Cenógrafos e Arquitetos de Teatro.
É autor de 6 livros, publicados pela editora Caleidoscópio: Castanheira-Cenografia, Desenhar Nuvens, Viriato Rey, O Tempo das Cerejas, Frei Luís de Sousa e Viagem a Itália (em coautoria).

(ver mais)
Jardim do Paço

Jardim do Paço

10%
Caleidoscópio
25,44€ 10% CARTÃO
portes grátis
Panoramas Imaginários

Panoramas Imaginários

10%
Caleidoscópio
24,91€ 10% CARTÃO
portes grátis
Falácia

Falácia

10%
U.Porto Editorial
13,90€ 10% CARTÃO