Wook.pt - O Olhar do Outro

O Olhar do Outro

Estrangeiros em Portugal: Do Século XVIII ao Século XX

de Maria Filomena Mónica 

avaliação dos leitores (5 comentários)
19,50€ i
17,55€ i
10% de desconto imediato
Em stock
portes grátis
Sinopse

«Ao lermos as obras escritas por viajantes, importa ter em conta a "Weltanschauung", um termo inventado pelo filósofo alemão W. Dilthey para designar a visão do mundo que, consciente ou inconscientemente, está presente em cada um de nós. Desde meados do século XVIII que a literatura de viagens se tornara um género apreciado, mas a maneira como os estrangeiros olharam o meu país tem de ser vista criticamente: não basta escolher as citações que se adequam às nossas teses.

Na selecção dos testemunhos que a seguir apresento, escolhi não apenas os escritos com maior qualidade literária, mas ainda aqueles sobre cujos autores dispunha dos elementos biográficos que me permitissem entender o quadro mental que os levara a deixar os retratos que nos legaram.»
[Da Introdução]

  • Vistos de fora
    Teresa C. Negrão

    Brilhante! A partir deste livro conseguimos enquadrar o nosso país na Europa e ver o presente. O nosso atraso crónico, o preconceito principalmente dos ingleses, e a responsabilidade destes viajantes cronistas na imagem do nosso país nos últimos dois séculos e meio. Entre o divertimento e a depressão revimo-nos nuns e na isenção de poucos,noutros apenas conseguimos ver a arrogância de quem já fez um julgamento prévio e que só viu o que queria ver. A não perder.

  • Talvez a Razão de Ser
    Carlos Jardim

    Depois de ler O Olhar do Outro, nunca mais deixaremos de aceitar o porquê de sermos como somos. Através do Olhar Do Outro, é-nos mais fácil entender os nossos "males" e os nossos "bens". que afinal são de há séculos e que infelizmente não nos vão "abandonar" por mais uns quantos| A LER!

  • A ler
    Susana C.

    Notável trabalho de Maria Filomena Mónica, dando a conhecer várias visões e impressões de estrangeiros a respeito do nosso país, desde o período pós-terramoto. Tudo nesta obra vale a pena, desde os dados biográficos à contextualização histórica, das citações às opiniões da autora. Não há aqui informação supérflua. Foi um livro que me ensinou, distraiu e comoveu. Não podia pedir mais.

  • Excelente recolha por dois séculos e meio de olhares alheios… Para nos pensarmos enquanto povo, enquanto Nação.
    Norberto Manso - https://duqueli.wordpress.com/

    Estarmos à janela e vermo-nos a passar na rua, observando-nos num acto introspectivo, é um exercício a que recorremos para melhor nos conhecermos. Olhar para dentro, a partir de fora. E conhecer-nos-emos tanto melhor quanto mais profundo for o olhar para dentro. Ajudará nessa tarefa o olhar dos outros sobre nós, sendo, quase certo, verificarmos uma enorme distância entre a forma como nos vemos e a forma como nos vêem. Teremos de nos estudar no olhar dos outros. O mesmo é válido para a comunidade, a sociedade: o conhecimento dos outros, ou melhor, o olhar dos outros, ajuda-nos a pensar enquanto comunidade, enquanto portugueses. É o que se propõe Maria Filomena Mónica com este livro de que leu, “tudo o que ajudasse a recolher as opiniões que os estrangeiros que visitaram Portugal formaram ao longo destes dois séculos e meio.” (pág. 341) O livro resulta de uma investigação criteriosa, mas subjectiva, que MFM levou a cabo, percorrendo variadíssimos autores que sobre nós portugueses escreveram, desde 1755 até à actualidade. Ingleses, franceses, alemães, italianos, irlandeses, americanos, um sueco, um dinamarquês, um espanhol, um húngaro, um romeno, um sul-africano e um colombiano, num total que contabilizei de 42 autores. É transversal à grande maioria dos autores citados – visitantes ilustres - um olhar demolidor sobre nós e, dada a diversidade de proveniência, de interesses intelectuais, de motivos de visita ao nosso país, os autores, mais do que estereótipos fornecem uma interessante gama de reflexão sociológica, psicológica, histórica, política, antropológica sobre nós. Porque é que tantos disseram tanta coisa desagradável não nos deve remeter para argumentos de defesa, mas obrigar-nos a um exercício de autenticidade na análise que se impõe. Enquanto povo, podemos ser tanto melhores quanto mais compreendermos a nossa história, a nossa cultura e os traços mais identitários da nossa ‘natureza’. Não nos podemos iludir sobre nós próprios. Quase todos os autores denunciam a religiosidade dos portugueses, nefasta, supersticiosa, um clero abusador e explorador que mantém na ignorância o povo. Entendo que essas denúncias não resultam de um anticlericalismo, mas de uma preocupação com as pessoas menos esclarecidas que são vítimas da prepotência do clero. O que escrevem não é por anticlericalismo; a preocupação com os abusos do clero e a exploração do povo é que originam o anticlericalismo. Citemos Dumouriez (pág. 44): “O calor do clima, a força do seu temperamento, a ignorância e a ociosidade fazem dos portugueses maus cristãos; apenas conhecem um pecado, o da carne, mas é este que, segundo eles, tem mais encanto, sendo assim aquele a que têm menos capacidade para resistir; é por isso que procuram substituir a pureza dos costumes e as virtudes morais por práticas religiosas, missas, rosários, relíquias, indulgências e milhares de outras superstições.” E, em 1805-1806, Laure Saint-Martin Permon, escreve (pág. 111): “o povo rural é bom, podendo servir de base a uma grande nação, não fora a existência do número de padres e de monges que se encontravam por todo o lado.” Ou seja, “A triste realidade encontra-se na tirania dos confessionários, nas arrogantes extorsões e nas exigências anti-cristãs do poder papal.” (pág. 126) O olhar crítico dos diversos autores percorre vários temas: A elevada taxa de analfabetismo, a pouca leitura dos portugueses, sem fome intelectual, ignorância, superstição; Omnipresença dos cães na rua e a ladrar à noite; Deitar lixo na rua “ruas sujas e habitantes ainda mais sujos” (pág. 118) Fraca industrialização: importávamos quase tudo; Má governação, governos corruptos e pouco esclarecidos: “Todo o partido que triunfa demite os que lhe são conhecidamente adversários e provê todos os postos, até mesmo os capitães e subalternos, com as criaturas que lhe sejam afeiçoadas, a fim de poder contar com o exército em momentos decisivos.” (pág. 168) Nobreza destituída de princípios, de educação e de inteligência; Justiça, clero (padres comilões), a ruralidade e a agricultura (7 em cada 8 portugueses são camponeses); A comida gordurosa “Os portugueses precisam de estômagos de avestruz para digerirem as toneladas de gordurosas vitualhas com que se abarrotam. (pág. 77) O jornalismo: “mais interessado em superficialidades tontas do que em argumentos racionais.” (pág. 189) As casas dos emigrantes: “As casas mais feias do mundo podem hoje ser encontradas no Minho (…). Surgiu aqui uma arquitectura espontânea, a qual, através da imitação dos outros e, depois, de si própria se foi desenvolvendo em espiral, num pesadelo delirante que ultrapassou os próprios modelos originais. (…) Os emigrantes vingaram-se, de uma forma terrível, do país que não havia conseguido alimentá-los.” (pág. 337) Desigualdades: Simone de Beauvoir, numa visita ao cemitério dos Prazeres, escreve o seguinte (pág. 281): “O contraste violento, brutal entre os mausoléus soberbos e as valas anónimas, ilustra grosseira, mas exactamente a divisão do povo português em duas espécies: os que comem e são considerados pessoas e os que não comem e são vistos como gado. Neste país, que tem 7 milhões de habitantes, apenas 70 mil comem.” Ainda que alguns olhares sejam menos negativos, no entanto, “É tudo muito belo, mas tem um aspecto de há dois ou três séculos.” (pág. 105) Um dos autores (pág. 50) troça da convicção portuguesa de vivermos no melhor país do mundo, o mais belo, o mais rico e o que tem mais esplendorosa corte; aconselha a viajar para ver o que se passa no mundo, noutros países, porque, então sim, “envergonhar-te-ás de teres nascido português (…) e concordarás então que o teu país é o mais atrasado, o mais ignorante, o menos civilizado, o mais selvagem e bárbaro de todos os países da Europa.” Foi uma leitura fascinante por entre os vários olhares, desde 1755 até à actualidade. Pinceladas que, se não fazem o retrato dos portugueses, para ele contribuem para quem o quiser pintar de outras cores. Será que “Portugal é um povo de suicidas, talvez um povo suicida.”? no dizer de Miguel de Unamuno. Norberto Manso - https://duqueli.wordpress.com/

  • O olhar do outro, sobre os Portugueses!
    João Santos

    Este livro, recorrendo a relatos de estrangeiros que passaram por Portugal, explica e contextualiza, através de uma escrita clara e eficaz vários aspetos sobre a visão que temos de nós mesmos.

  • ver menos comentários ver mais comentários
O Olhar do Outro
ISBN: 9789897830105 Edição/Reimpressão: 03-2020 Editor: Relógio D'Água Idioma: Português Dimensões: 151 x 231 x 19 mm Encadernação: Capa mole Tipo de Produto: Livro Classificação Temática: Livros em Português > Literatura > Memórias e Testemunhos

Quem comprou também comprou

10%
portes grátis
Contraponto Editores
15,93€
X
Coloque aqui o seu comentário
O Olhar do Outro
a sua avaliação:
X
Obrigado pela sua contribuição!

O seu comentário foi enviado para validação.

Nota:
A WOOK reserva-se ao direito de não validar textos que não se foquem na análise do conteúdo do livro ou produto. Caso pretenda colocar alguma questão sobre o artigo deverá fazê-lo através do Centro de Contacto.
X
imagem
X
wook deve saber
Promoção válida das 00:00 do dia 26-02-2021 às 24:00 do dia 31-12-2021

Saiba mais sobre preços e promoções consultando as nossas condições gerais de venda.
X
alerta de artigo novamente disponível

De momento, este produto não se encontra disponível no fornecedor. Caso o mesmo volte a ficar disponível, poderemos notifica-lo, bastando para tal que nos indique o seu endereço de email.

X
O seu pedido foi registado com sucesso.
Caso este produto fique disponível, será alertado por email
X
wook deve saber
Este eBook pode ser lido em qualquer dispositivo com browser, sem necessidade de fazer o download de qualquer software ou de possuir qualquer tipo de equipamento específico de leitura.
Após a compra, o eBook é disponibilizado de imediato na sua Biblioteca Wook, onde poderá ler e organizar todos os seus eBooks e à qual poderá aceder a partir do site WOOK ou da nossa aplicação (APP).
A versão web da Biblioteca Wook está otimizada para as versões mais recentes dos browsers Google Chrome, Internet Explorer, Safari, Firefox e Edge.
Para otimizar o acesso à sua Biblioteca Wook e ter acesso à opção de leitura em modo offline (sem ligação à internet) deverá instalar a nossa APP de leitura:
X
wook deve saber
Este eBook está encriptado com DRM (Digital rights management) da Adobe e é aberto na aplicação de leitura Adobe Digital Editions (ADE) ou em outras aplicações compatíveis.
Após a compra, o eBook é de imediato disponibilizado na sua área de cliente para efetuar o download.

Para ler este eBook num computador instale a aplicação Adobe Digital Editions.
Para ler este eBook em tablet e smartphone instale a aplicação Adobe Digital Editions para IOS ou Android.
X
wook deve saber


Este valor corresponde ao preço de venda em wook.pt, o qual já inclui qualquer promoção em vigor.

Saiba mais sobre preços e promoções consultando as nossas condições gerais de venda.

X
wook deve saber


Este valor corresponde ao preço fixado pelo editor ou importador

Saiba mais sobre preços e promoções consultando as nossas condições gerais de venda.

X
não encontrou wook procura?
Nós procuramos por si!

A sua identificação:

A identificação do livro que procura:

O seu pedido foi enviado com sucesso!
X
envie esta lista aos seus amigos
lista de desejos

A identificação da pessoa a quem quer enviar esta lista:

X
A sua lista de compras foi enviada com sucesso para .
X
selecione o livro adotado:
X
wook deve saber


Oferta de portes: válida para entregas Standard e em Pontos de Recolha, em Portugal Continental, em encomendas de valor igual ou superior a 15€. Para encomendas de valor inferior a 15€, o valor dos portes é devolvido em cartão Wookmais. Os serviços extra como a entrega ao sábado e Janela Horária têm um custo adicional não gratuito.

Oferta de Portes válida para entregas nos Açores e Madeira, em todas as encomendas enviadas por Entrega Standard. Ofertas de portes válidas para encomendas até 10 kg.

Promoção válida para encomendas de livros não escolares registadas até 31/12/2021. Descontos ou vantagens não acumuláveis com outras promoções.
X
wook deve saber


A devolução do valor dos portes de envio, em cartão Wookmais, será efetuada 18 dias após a faturação. Oferta válida para uma encomenda com entrega em Portugal.
X
wook deve saber


QUANDO VOU RECEBER A MINHA ENCOMENDA?
O envio da sua encomenda depende da disponibilidade do(s) artigo(s) encomendado(s).

Para saber o prazo que levará a receber a sua encomenda, tenha em consideração:
» a disponibilidade mais elevada do(s) artigo(s) que está a encomendar
» o prazo de entrega definido para o tipo de envio escolhido, e
» a possibilidade de atrasos provocados por greves, tumultos e outros fatores fora do controle das empresas de transporte.

EM STOCK
Sendo a sua encomenda constituída apenas por produtos EM STOCK*, irá recebê-la no dia útil seguinte ao da encomenda, caso a confirmação do seu pagamento nos seja comunicada até às 18h00 de um dia útil e, no checkout, opte por selecionar o método de envio, pago, CTT EXPRESSO – 24H. Optando por outro método de envio, gratuito, a sua encomenda poderá ser-lhe entregue até dois dias úteis após a receção da confirmação do seu pagamento, se a mesma se verificar num dia útil.

* esta disponibilidade apenas é garantida para uma unidade de cada produto e sempre sujeita ao stock existente no momento em que a confirmação do pagamento nos for comunicada.

ENVIO ATÉ X DIAS
Esta disponibilidade indica que o produto não se encontra em stock e que demorará x dias úteis a chegar do fornecedor. Estes produtos, especialmente as edições mais antigas, estão sujeitos à confirmação de preço e disponibilidade de stock no fornecedor.

PRÉ-LANÇAMENTO
Os produtos com esta disponibilidade têm entrega prevista a partir da data de lançamento.

DISPONIBILIDADE IMEDIATA
Tipo de disponibilidade associada a artigos digitais (tais como eBooks e cheques-prenda digitais), que são disponibilizados de imediato, após o pagamento da encomenda. No caso dos eBooks, a disponibilização ocorre na sua biblioteca.

Para calcular o tempo de entrega de uma encomenda deverá somar à disponibilidade mais elevada dos artigos que está a encomendar o tempo de entrega associado ao tipo de envio escolhido, salvo atrasos provocados por greves, tumultos e outros fatores fora do controle das empresas de transporte.

X
wook deve saber


Texto portes gratis mktp
X
wook deve saber


Envio por CTT Expresso e válido para entregas em Portugal Continental.
Entrega na morada indicada pelo cliente, entre as 9h e as 18h, no dia útil seguinte após expedição por parte do vendedor.
O valor dos portes é aplicado a cada artigo adquirido no Marketplace.
X
a sua lista de desejos encontra-se vazia
Adicione à sua lista de desejos todos os produtos que deseja comprar mais tarde, envie-a aos seus amigos antes do seu aniversário, Natal ou outras datas especiais - quem sabe se eles o surpreendem!
Seja informado sobre promoções destes produtos
X
Ocorreu um erro
Por favor tente novamente mais tarde.
X
atingiu o limite máximo de dispositivos autorizados
Por favor, aceda à area de cliente para gerir os dispositivos ativos.
X
wook deve saber


WOOK É O CHECKOUT EXPRESSO?
Esta modalidade de checkout permite-lhe comprar em dois cliques, seguindo diretamente para a confirmação de encomenda.

COMO FUNCIONA?
A encomenda é pré-preenchida com os dados que habitualmente utiliza - morada faturação, morada de entrega, forma de envio e tipo de pagamento. Para finalizar o processo, necessita apenas de confirmar os dados.

POSSO UTILIZAR OS MEUS VALES?
Vales e outros descontos que se encontrem no prazo de validade, serão igualmente considerados automaticamente na encomenda.

CONSIGO ALTERAR OS DADOS DA ENCOMENDA?
Sim. Antes de confirmar, tem ainda a possibilidade de alterar todos os dados e opções de compra.

EXCEÇÕES
O botão do Checkout Expresso só será visível se:
  • Selecionar previamente, na Área Cliente, as moradas habituais de envio e de faturação;
  • Associar uma conta wallet MBWay, quando a morada de envio selecionada é em Portugal.
  • Não incluir artigos escolares na encomenda.


X
recomendar
O Olhar do Outro de Maria Filomena Mónica 
Para recomendar esta obra a um amigo basta preencher o seu nome e email, bem como o nome e email da pessoa a quem pretende fazer a sugestão. Se quiser pode ainda acrescentar um pequeno comentário, de seguida clique em 'confirmar'. A sua recomendação será imediatamente enviada em seu nome, para o email da pessoa a quem pretende fazer a recomendação.

A sua identificação:

A identificação da pessoa a quem quer recomendar este titulo:

X
A sua recomendação foi enviada com sucesso!
X
Ocorreu um erro a obter a informação! Por favor tente mais tarde.